sexta-feira, 31 de maio de 2019

A minha primeira memória de… uma final da Liga dos Campeões

Olivier Kahn protagonista na final de San Siro, em 2000/01
Não é propriamente a final da Liga dos Campeões mais recordada pelos adeptos de futebol, mas foi a primeira a que assisti, numa época em que eu ainda tinha pouca noção do significado desta competição e em que conhecia pouco do futebol internacional.

Recordo-me que assisti ao jogo através da transmissão televisiva da RTP 1 e dos nomes dos marcadores dos golos em tempo regulamentar (Mendieta e Effenberg) e dos guarda-redes (Cañizares e Kahn), que também viriam a ser protagonistas.

quinta-feira, 30 de maio de 2019

Sete jogadores do Grêmio para a Europa ter em conta

Talentoso Everton lidera panóplia de jovens craques do Grêmio

Desde a década de 1990 que o Grêmio tem habituado os adeptos do futebol a catapultar para o futebol europeu alguns craques que haveriam de ser bem-sucedidos nos principais clubes do velho continente. O exemplo mais recente é o de Arthur, transferido no ano passado para o Barcelona por 31 milhões. Antes, saíram Lucas Leiva para o Liverpool (2007), Douglas Costa para o Shakhtar Donetsk (2009), Anderson para o FC Porto (2005), Alex Telles para o Galatasaray (2013), Ronaldinho para o PSG (2001), Mário Jardel para o FC Porto (1996), Émerson para o Bayer Leverkusen (1997) ou Jonas para o Valência (2010), só para citar alguns.

quarta-feira, 29 de maio de 2019

Everaldo. Um desequilibrador para o ataque do Corinthians

Everaldo deixou o Fluminense para assinar pelo timão até 2023
Sem estar a protagonizar um campeonato brilhante, já a cinco pontos do líder e rival Palmeiras, o Corinthians de Fábio Carille foi ao mercado contratar o extremo Everaldo, que se estava a destacar há ano e meio no Fluminense por empréstimo do Velo Clube, dos estaduais paulistas.

terça-feira, 28 de maio de 2019

As minhas primeiras memórias de… dérbis entre Chelsea e Arsenal

Wayne Bridge faz o golo que dá a vitória ao Chelsea
Recuemos a 2004. O Arsenal era uma das melhores equipas do planeta e nesse ano, liderado em campo pelo talentosíssimo Thierry Henry, dominou por completo a Premier League, sagrando-se campeão sem sofrer qualquer derrota. Além do avançado francês, pontificavam em Highbury nomes como Ashley Cole, Sol Campbell, Patrick Vieira, Freddie Ljungberg, Robert Pirès ou Dennis Bergkamp, orientados por Arsène Wenger.

segunda-feira, 27 de maio de 2019

A minha primeira memória de... uma final da Taça UEFA

Jordi Cruyff marcou o golo que atirou final para prolongamento
Já lá vão muitos anos, mas lembro-me da final, ainda que não possa garantir que a tenha assistido em direto. Creio que apenas fui acompanhando a marcha do marcador, que teimava em... marchar. Foram nove golos, o último deles de ouro, porque no início do século XXI vigorava uma regra que atribuía a vitória à primeira equipa a marcar no prolongamento. Foi assim, por exemplo, que a França ganhou a final do Euro 2000 à Itália. Neste caso, sorriu ao Liverpool, que venceu o Alavés por 5-4 na noite emocionante de 16 de maio de 2001.

domingo, 26 de maio de 2019

AEW | Double or Nothing

Chris Jericho bateu Kenny Omega no primeiro main-event da All Elite Wrestling e é atacado por Jon Moxley (a.k.a. Dean Ambrose)


Data: 25 de maio de 2019
Arena: MGM Grand Garden Arena
Localidade: Paradise, Nevada


sábado, 25 de maio de 2019

Lage pelos amigos. "Para o tirar do sério é preciso muito, mas se for preciso dá dois berros"

Bruno Lage homenageou Jaime Graça na festa do título
Bruno Lage reconhece que o passado é a chave do presente e não esquece quem lhe deu a mão. Assim que teve um microfone por perto após a conquista do 37.º título nacional do Benfica, no sábado, aproveitou para dedicá-lo ao mentor Jaime Graça, à família e a dois outros treinadores que fizeram parte do seu percurso: Carlos Carvalhal, de quem foi adjunto nas últimas épocas, e José Rocha, que o incorporou pela primeira vez numa equipa técnica e que gradualmente lhe foi atribuindo mais responsabilidades.

sexta-feira, 24 de maio de 2019

A minha primeira memória de... uma final da Taça de Portugal

Pedro Barbosa e Deco em ação na finalíssima de 1999/00

Estaria a mentir se dissesse que me lembro como se fosse ontem. Recordo-me do resultado, tinha quase a certeza da marcha do marcador e a vaga de que foi um jogo quentinho, mas se me perguntassem quem tinha apontado os golos, era capaz de arriscar o nome de Mário Jardel para o FC Porto, mas quanto ao Sporting… talvez dissesse erradamente Acosta.

Ainda assim, lembro-me onde assisti a essa final da Taça de Portugal de 1999/00, um clássico entre Sporting e FC Porto na tarde de 21 de maio. Viu-o num grande ecrã no Estádio Alfredo da Silva, depois do último jogo oficial da antiga CUF e agora Fabril com o nome Grupo Desportivo Quimigal. Festejava-se a promoção à III Divisão Nacional, oito anos após a última presença, e a partida do Jamor fez parte das comemorações.

quinta-feira, 23 de maio de 2019

Léo Pereira. Um zagueiro à medida de um clube grande

Léo Pereira é um produto das categorias de base do Athleitco
Numa das equipas do Brasil que mais privilegia a relação com a bola, o Athletico Paranaense, há sempre valorização dos jogadores mesmo que os resultados não cheguem para andar pelos lugares cimeiros do campeonato. O treinador Tiago Nunes gosta de ver a sua equipa a chegar ao ataque através de um futebol apoiado que se inicia nos pés do guarda-redes e passa por todos os setores, estimulando a técnica individual de cada um.

quarta-feira, 22 de maio de 2019

Mathieu e a renovação que se exigia

Mathieu vai continuar a vestir de verde e branco até 2020
Depois de um longo impasse, especulação e recados através da imprensa, o Sporting dissipou as dúvidas na terça-feira: Jérémy Mathieu renovou por mais uma temporada. Se baixou o salário, foi aumentado, recebeu um prémio de assinatura chorudo ou se vai complicar as finanças da SAD, deixo para outros especularem e comentarem. O que me cabe salientar é que desportivamente foi uma ótima notícia para os sportinguistas.

terça-feira, 21 de maio de 2019

I Liga 2018/19 | Onze Ideal

Pizzi e Bruno Fernandes abrilhantaram campeonato português
Terminou a 85.ª edição do campeonato português. O Benfica foi campeão pela 37.ª vez e sucedeu ao FC Porto, que desta vez ficou em segundo lugar. O Sporting ocupou o último degrau do pódio pela terceira época consecutiva. A classificação acaba por se refletir neste onze ideal, com as águias a aparecerem em maioria, seguidas dos dragões e com os leões a apresentem um único jogador mas que provavelmente será considerado pelas várias entidades como o melhor do campeonato.

segunda-feira, 20 de maio de 2019

WWE | Money in the Bank 2019

Brock Lesnar aparece de surpresa para se tornar Mr. Money in the Bank; Bayley ganha combate de escadote e faz cash-in na mesma noite



Data: 19 de maio de 2019
Arena: XL Center
Localidade: Hartford, Connecticut


domingo, 19 de maio de 2019

A minha primeira memória de… Benfica campeão

Onze do Benfica no Bessa, em jogo da última jornada da I Liga
Tinha 13 anos de idade quando vi o Benfica pela primeira vez campeão. Tinha apenas dois em 1994 e tive de esperar até 2005 para ver os benfiquistas a festejarem um título. Até aí, presenciei duas festas do Sporting (2000 e 2002) e acompanhei através da comunicação social as comemorações de FC Porto (2003 e 2004) e Boavista (2001), uma vez que no Barreiro, onde vivia (e vivo), os clubes portuenses tenham uma expressão diminuta.

sábado, 18 de maio de 2019

I Liga 2018/19 | Onze de flops

Ferreyra e Castillo não vingaram com a camisola do Benfica

Se a I Liga 2018/19 deu a conhecer novos valores ao futebol português, também é verdade que houve jogadores que muito prometiam, mas acabaram por não vingar ao longo da época. Entre contratações dos três grandes que custaram milhões e jogadores internacionais pelos seus países que à primeira vista tinham tudo para ser reforços de peso em clubes de menor dimensão, mas que não renderam o esperado, não faltaram flops nesta edição do campeonato.

sexta-feira, 17 de maio de 2019

I Liga 2018/19 | Onze de Revelações

Brasileiros Éder Militão e Carlos Vinícius entre as revelações
A edição de 2018/19 da I Liga contou com um Benfica que se esmerou na aposta em valores da formação e com um surpreendente Moreirense que aliou uma classificação muito positiva, no primeiro terço da tabela, a um futebol muito positivo. O Rio Ave, embora com oscilações a nível de rendimento, foi outra das equipas que apresentou sempre uma ideia de jogo atrativa. É com alguma naturalidade que estas três equipas acabam por dominar o onze das principais revelações do campeonato, com as águias em maioria.

quinta-feira, 16 de maio de 2019

Regata de Portugal volta para "ligar a vela ao popular"

Mello e Castro quer "continuar a apostar na portugalidade"
Veio para ficar a Regata de Portugal. Pouco mais de meio ano depois da primeira edição, a segunda está já aí à porta, entre 30 de maio a 2 de junho. O local das provas continuará a ser em frente ao Terminal de Cruzeiros de Lisboa, mas tudo o resto vai ser diferente.

quarta-feira, 15 de maio de 2019

A segurança nas mãos de Makaridze

Giorgio Makaridze é 13 vezes internacional pela Geórgia
Desde a saída de Bruno Varela para o Benfica que o Vitória de Setúbal estava a sentir bastantes dificuldades em encontrar um guarda-redes que se afirmasse como titular e desde a saída de Diego que as bancadas do Bonfim não admiravam verdadeiramente um guardião.

terça-feira, 14 de maio de 2019

Presidente do Santa Clara promete "equipa humilde, séria e competente" na Luz

Rui Cordeiro diz que não existe pressão adicional 
Depois da vitória do Benfica em Vila do Conde, a última esperança do FC Porto para conquistar o título passa por, além de ganhar o clássico com o Sporting no Dragão, uma surpresa no Estádio da Luz protagonizada pelo Santa Clara, que visita as águias na última jornada do campeonato.

segunda-feira, 13 de maio de 2019

Matheus Henrique: Um nome a fixar pela Europa do futebol

Matheus Henrique foi eleito revelação do Gauchão 2019
A época ainda mal começou no Brasil mas já há um jovem jogador do Grêmio que está a dar que falar e promete tornar-se uma das grandes revelações da temporada: Matheus Henrique. Médio de 21 anos, está no clube desde 2017, mas já fez mais jogos este ano do que nos anteriores e tem aproveitado (e de que maneira!) as oportunidades concedidas por Renato Gaúcho.

domingo, 12 de maio de 2019

As alterações nas leis de jogo que vão mudar o futebol na próxima época

Regra do pontapé de baliza vai sofrer alteração revolucionária
As leis de jogo vão sofrer várias alterações revolucionárias a partir da próxima época e já há treinadores com dores de cabeça. Preocupado em tornar o jogo mais dinâmico, o International Board decidiu a 2 de março, por exemplo, incluir a amostragem de cartões a treinadores e outros elementos do banco, retirar a obrigação de a bola sair da área no pontapé de baliza e proibir a presença de jogadores atacantes a menos de um metro das barreiras aquando da marcação de livres.

sábado, 11 de maio de 2019

A minha primeira memória de... um jogo entre Benfica e Rio Ave

Vila-condense Niquinha e benfiquista Simão Sabrosa
Após três épocas de ausência, o Rio Ave regressou à I Liga em 2003/04, a época em que tive a primeira oportunidade de ver o emblema vila-condenses no patamar maior do futebol português. A equipa então orientada por Carlos Brito fez uma grande temporada, lutando pelos lugares europeus até final do campeonato, mas o início de temporada foi tudo menos brilhante: somou a primeira vitória apenas à 7.ª jornada e andou sempre na segunda metade da tabela classificativa durante a primeira volta, embora tenha alcançado um empate em Alvalade.

sexta-feira, 10 de maio de 2019

A minha primeira memória de... um jogo entre FC Porto e Nacional

Paulo Ferreira e Paulo Assunção em disputa de bola
Ainda me lembro muito vagamente de o FC Porto ter goleado o Nacional nas Antas na primeira volta do campeonato de 2002/03, mas a verdadeira primeira memória de um jogo entre as duas equipas foi o da segunda metade dessa edição da I Liga, com os dragões a arrancarem uma vitória a ferros na Choupana.

Nessa segunda-feira de 24 de março de 2002, os homens de José Mourinho vinham de uma reviravolta na eliminatória com o Panathinaikos, nos quartos de final da Taça UEFA, prova que haveriam de vencer. Depois de perderem por 0-1 na Invicta, os azuis e brancos foram a Atenas vencer por 2-0 após prolongamento, com dois golos de Derlei.

quinta-feira, 9 de maio de 2019

Equipamento berrante não explica derrota. Mas porque o Barcelona joga de verde?

Barcelona apresentou-se em Anfield de verde fluorescente
O que é que o Barcelona clube, Barcelona cidade ou a Catalunha têm que ver com verde fluorescente? Pouco ou nada. Ainda assim, foi essa a cor escolhida para o equipamento alternativo dos blaugrana, que foram campeões europeus nas duas épocas em que tinham um equipamento idêntico como secundário, em 2005/06 e 2014/15. Esta terça-feira, com o Liverpool, e de novo com estas camisolas que nada tinham de blaugrana, Messi e companhia sofreram uma das maiores humilhações da sua história, goleados 4-0 pelo Liverpool.

quarta-feira, 8 de maio de 2019

Sabe qual é o clube há mais tempo nos nacionais sem descer de divisão a seguir aos três grandes, Sp. Braga e Marítimo?

Equipa azul e branca esteve perto de subir à II Liga em 2005
Pergunta para queijinho: se retirarmos da equação os três grandes, Sp. Braga e Marítimo, qual é o clube que está há mais tempo nos campeonatos nacionais sem descer de divisão? Dou duas pistas: está no Campeonato de Portugal e saiu dos distritais em 1999. Ainda não chegou lá? Então cá vai outra: na última década esteve por duas vezes nos quartos-de-final da Taça de Portugal. Já tem uma vaga ideia? E se lhe disser que um dos treinadores portugueses mais bem-sucedidos da atualidade passou por lá?  

terça-feira, 7 de maio de 2019

Kannemann. O viking argentino que se impôs na defesa do Grêmio

Kannemann é um dos líderes do balneário do Grêmio
Para muitos, o melhor zagueiro a atuar no Brasil. Wálter Kannemann chegou ao Grêmio em meados de 2016 impôs-se desde logo como titular ao lado de Geromel (ex-Desp. Chaves e V. Guimarães), com o qual tem formado uma dupla de sucesso.

Nascido em Concepción del Uruguay, no interior da Argentina, o viking, como é conhecido na América do Sul, foi formado e estreou-se como profissional no San Lorenzo, clube pelo qual ganhou uma Libertadores em 2014, troféu que voltaria a conquistar pelo tricolor gaúcho três anos depois. Pelo meio, passou pelos mexicanos do Atlas.

domingo, 5 de maio de 2019

A minha primeira memória de… um jogo entre Vitória FC e Boavista

Bosingwa e Marco Ferreira meses antes de rumarem ao FC Porto
Lembro-me perfeitamente de onde estava, do resultado, da época e da jornada do primeiro jogo entre Vitória de Setúbal e Boavista de que tenho memória. Foi o encontro inaugural da edição 2002/03 da I Liga, que haveria de ser de me má memória para as duas equipas, teve lugar no Estádio do Bonfim.

Recordo-me que estava a passar férias na aldeia de que os meus pais são naturais, no Baixo Alentejo, e que, no meio de nada para fazer, ansiava pela noite para ver frente a frente o clube mais representativo do meu distrito e o vice-campeão nacional na noite de 22 de agosto de 2002, uma quinta-feira, devido à participação dos axadrezados na terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

sábado, 4 de maio de 2019

Fábio Faria: "Tinha medo de adormecer, porque pensava que podia não acordar"

Fábio Faria, ex-jogador do Benfica e do Rio Ave
Fábio Faria estava emprestado pelo Benfica ao Rio Ave e era uma promessa do futebol português quando, aos 22 anos, caiu inanimado nos últimos minutos de um Rio Ave-Moreirense. Esse jogo, a 4 de fevereiro de 2012, foi o último que disputou. "No meu caso foi uma arritmia. O meu coração disparou, estava a 300 batidas por minuto, e só soube no dia a seguir, quando já estava nos cuidados intensivos. Na altura, desmaiei, perdi os sentidos e foi com o desfibrador que acordei. Pelo que já vi, a situação do Iker foi diferente", contou o antigo defesa, 30 anos, ao DN.

sexta-feira, 3 de maio de 2019

A minha primeira memória de… um jogo entre FC Porto e Desp. Aves

Ricardo Quaresma vigiado por um defesa do Desp. Aves
Embora tenha começado a acompanhar futebol em meados de 2000, não me recordo dos jogos entre FC Porto e Desportivo das Aves na I Liga em 2000/01. Nem depois de ver os vídeos. Os avenses voltaram ao primeiro escalão seis épocas depois, mas mesmo assim as minhas memórias do encontro entre ambas as equipas na primeira volta são muito enevoadas, embora ao ver os golos de Lucho González e de Quaresma na Vila das Aves me pareça que já os tinha visto antes.

quinta-feira, 2 de maio de 2019

As minhas primeiras memórias de… Casillas

Casillas já era o dono da baliza do Real Madrid aos 19 anos
Quis o destino que Iker Casillas se tornasse um dos melhores guarda-redes do mundo e que rumasse a Portugal década e meia depois, mas nada disso era assim no verão de 2000, quando o conheci através da televisão. Nessa altura, eu era um miúdo de oito anos que começava a acompanhar futebol. O guarda-redes espanhol tinha 19 e já era o dono da baliza do Real Madrid.

quarta-feira, 1 de maio de 2019

Fred vive grande momento no Cruzeiro que o catapultou

Fred tem estado em grande neste início de época no Brasil
Não é uma segunda juventude porque já tinha renascido no Fluminense após uma aventura de quatro anos nos franceses do Lyon e no Atlético Mineiro após perder algum fulgor no tricolor carioca. Mas é sem dúvida um grande momento aquele que vive Fred, avançado de 35 anos que se vai eternizando no campeonato brasileiro.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...