sexta-feira, 14 de maio de 2021

“Há pouca vontade de mudar para um sistema que acelere o progresso do futebol nos EUA” – Aidan Chapman

Aidan Chapman escreveu livro sobre futebol norte-americano
Apaixonado pelo futebol desde criança, o jovem norte-americano Aidan Chapman cedo percebeu que não fazia parte de um grupo de pertença maioritário, num país onde o soccer está longe de reinar. 

Perseguiu e alimentou a sua paixão ao longo do tempo, não só pelo acompanhamento regular de grandes encontros e competições do futebol mundial, mas também na primeira pessoa, integrando os complexos meandros do futebol de formação norte-americano enquanto jogador no estado do Nebrasca. 

Como resultado da sua experiência pessoal, Aidan Chapman publicou American Football: The Future of Soccer in the United States (2020), um livro que pretende denunciar a falta de diversidade existente no futebol jovem dos Estados Unidos, e apontar caminhos para o futuro da modalidade no país. 

A partir desta leitura, o Soccer em Português decidiu entrevistar em exclusivo este jovem autor que apenas recentemente terminou o liceu, com o intuito de descobrir mais acerca da sua visão privilegiada sobre o futebol nos EUA.

quarta-feira, 12 de maio de 2021

A minha primeira memória de… Sporting campeão

Eu construindo um puzzle do Sporting campeão 1999-2000
A minha primeira memória de ver o Sporting campeão foi o clique que me fez tornar adepto (fervoroso) de futebol. Estávamos em 2000, tinha oito anos, andava no 2.º ano e o futebol passava-me um pouco ao lado. Dizia-me sportinguista porque o meu pai também o era, conhecia menos de uma mão cheia de futebolistas em todo o mundo e não acompanhava minimamente o campeonato português nem os desempenhos da seleção nacional. E quando o meu pai me levava a ir ver um jogo ao vivo ao Estádio Alfredo da Silva ou ao Dom Manuel de Mello, casas de Quimigal (antiga CUF e atual Fabril) e Barreirense, passava os jogos distraído com alguma coisa que não o que ia acontecendo dentro das quatro linhas. Naquela altura, entusiasmava-me mais o Dragon Ball, os Power Rangers, o Buéréré ou o Big Show SIC.

terça-feira, 11 de maio de 2021

A minha primeira memória de… um jogo entre Benfica e Nacional

Benfiquista Geovanni e nacionalista Adriano lutam pela bola
O Nacional regressou à I Liga em 2002-03, após onze anos de ausência, mas não precisou de muito tempo para se consolidar como uma equipa da primeira metade da tabela classificativa. E mesmo que andasse pela segunda metade, era longe da zona de despromoção e não deixava de causar grandes dificuldades aos clubes grandes.
 
No que concerne aos jogos com o Benfica, não me recordo da vitória nacionalista na Choupana em setembro de 2002 (1-0, golo de Serginho) nem do triunfo benfiquista na velha Luz em fevereiro de 2003 (2-0, bis de Zahovic), até porque nessa altura não tinha Sport TV nem Internet em casa. Tenho uma vaga ideia da vitória encarnada no Jamor em setembro de 2003 (1-0, golo de Tiago a meias com um defesa madeirense) e de um jogo da Taça de Portugal na nova Luz em que os benfiquistas estiveram mais de uma hora em desvantagem e só deram a volta nos instantes finais (2-1, golos de Tiago e Sokota para o Benfica e de Serginho Baiano para os insulares).

segunda-feira, 10 de maio de 2021

Os 10 jogadores com mais jogos pelo Atlético Reguengos na II Divisão B

Atlético Reguengos competiu três vezes na II Divisão B
Fundado a 10 de maio de 1929, o Atlético Sport Clube de Reguengos de Monsaraz foi criado com o objetivo de promover a educação física e intelectual dos seus sócios, tendo vivido os seus momentos mais áureos no século XXI, quando participou três vezes na II Divisão B e duas no Campeonato de Portugal.
 
Campeões distrital da AF Évora por oito vezes (1973-74, 1975-76, 1985-86, 1990-91, 1994-95, 2005-06, 2007-08 e 2013-14), os leões de Monsaraz têm alternado constantemente entre os campeonatos nacionais e regionais desde a década de 1970.
 
Numa altura em que está remetido para a Divisão de Elite eborense desde 2014, vale a pena recordar os dez jogadores com mais jogos pelo emblema reguenguense na II Divisão B.

domingo, 9 de maio de 2021

Os 10 jogos mais marcantes de sempre entre FC Porto e Farense

Portista Drulovic num jogo em Faro na década de 1990
FC Porto e Farense já se defrontaram por mais de meia centena de vezes, voltando em 2020-21 a protagonizar um clássico que já não se via desde 2002.
 
Os primeiros confrontos oficiais entre os dois clubes remontam a 1970, quando os algarvios se estrearam na I Divisão, e nas décadas que se seguiram tornaram-se um hábito no primeiro escalão. Não era fácil para o FC Porto passar no Estádio de São Luís, de onde chegou a sair derrotado mesmo em algumas das épocas mais conseguidas da sua história. Por outro lado, os portistas também brindaram algumas vezes os leões de Faro com goleadas à moda antiga.
 
Entre tantos duelos, vale a pena ver aqui a nossa seleção dos dez mais marcantes, por ordem cronológica.

sábado, 8 de maio de 2021

Os 10 jogadores com mais jogos pelo Felgueiras na I Liga

Felgueiras competiu na I Liga em 1995-96
Fundado a 8 de maio de 1932 no Monte de Santa Quitéria, o Futebol Clube de Felgueiras atingiu o ponto mais alto da sua história, quando participou na I Liga em 1995-96 sob o comando técnico de Jorge Jesus, também ele em estreia no primeiro escalão.
 
Embora remetidos para os campeonatos distritais da AF Porto até ao início da década de 1980, os felgueirenses chegaram à III Divisão Nacional em 1982, à II Divisão em 1984 e à II Liga em 1992 antes de atingirem o patamar maior do futebol português. Paralelamente, chegaram aos oitavos de final da Taça de Portugal em 1995-96, 1999-00 e 2002-03.

sexta-feira, 7 de maio de 2021

Rafa Fonseca. A época mal planeada em Águeda e o sonho de jogar pela Oliveirense

Rafa Fonseca representou o Recreio de Águeda em 2020-21
Ainda a digerir a despromoção do Recreio de Águeda aos distritais da AF Aveiro, diz que “é a pior sensação que um jogador pode ter”, logo num clube que “é um dos melhores do distrito”, numa fase em que vai remetendo as propostas para 2021-22 para o empresário.
 
Em entrevista, Rafa Fonseca passa em revista os largos anos que passou na Oliveirense, clube em que fez quase toda a formação e que ajudou a chegar à final four da Taça da Liga em 2017-18, e recorda as passagens por um Bustelo onde se sentiu “em casa” e por uma Sanjoanense com “adeptos calorosos”. No entanto, diz que foi no Algarve que encontrou o melhor que clube que representou, “sem dúvida alguma”.

quinta-feira, 6 de maio de 2021

A minha primeira memória de… um jogo entre Arsenal e Villarreal

Arsenal de Henry passou 90 minutos complicados no El Madrigal
Uma das meias-finais mais improváveis de sempre da Liga dos Campeões. Afinal, nem Arsenal nem Villarreal tinham atingido fase tão adiantada na competição. Mais: os gunners começavam a perder fulgor mesmo em Inglaterra e o submarino amarelo estava em estreia na Champions e praticamente a dar os primeiros passos na elite do futebol espanhol e nas competições europeias.
 
Dois anos após ter vencido a Premier League sem derrotas, o Arsenal já não contava com figuras dessa inesquecível temporada, com o médio francês Patrick Vieira à cabeça. Por outro lado, o avançado holandês Dennis Bergkamp estava já em final de carreira e outros como o central inglês Sol Campbell, o lateral camaronês Lauren e o extremo francês Robert Pirès começavam a perder fulgor. Por outro lado, o jovem médio espanhol Cesc Fàbregas parecia dar alguma esperança quanto à renovação da equipa.

quarta-feira, 5 de maio de 2021

A minha primeira memória de… um jogo entre Man. United e AS Roma

Michael Carrick bisou numa noite mágica em Old Trafford
Embora se tratem de dois clubes históricos do futebol europeu, foi necessário esperar até abril de 2007 para que Manchester United e AS Roma se defrontassem pela primeira vez em jogos oficiais. Neste caso, para os quartos de final da Liga dos Campeões.
 
A formação inglesa, orientada pelo eterno Alex Ferguson, apresentava já o núcleo duro da equipa que viria a chegar a duas finais da Champions nas épocas seguintes, com Van der Sar, Brown, O’Shea, Ferdinand, Evra, Carrick, Scholes, Giggs, Cristiano Ronaldo e Rooney.
 
Já a AS Roma pouco ou nada tinha a ver com a superequipa que conquistou o título italiano em 2000-01, mas que contava ainda com o eterno Francesco Totti a capitanear um conjunto interessante de jogadores internacionais como Panucci, Mexès, Chivu, De Rossi, David Pizarro, Wilhelmsson, Perrotta e Vucinic. O homem do leme era Luciano Spalletti.

terça-feira, 4 de maio de 2021

Os 10 jogadores com mais jogos pelo União de Tomar na II Divisão B

União de Tomar competiu por três vezes na II Divisão B
Fundado em 4 de maio de 1914, o União Futebol Comércio e Indústria de Tomar viveu os momentos mais altos da sua história nas décadas de 1960 e 1970, quando participou por seis vezes na I Divisão. Foi precisamente nessa altura que o emblema tomarense chegou por cinco ocasiões aos quartos de final da Taça de Portugal.
 
No espaço de uma década, entre 1958 e 1968, saltou da II Divisão da AF Santarém para o patamar maior do futebol português, protagonizando uma rara ascensão meteórica.
 
“O facto de existir um quartel em Tomar e de haver muitos jovens futebolistas a fazer o serviço militar obrigatório, que jogavam para não serem mobilizados para as colónias, levou a que muita gente envergasse a camisola unionense. Também temos que dar mérito às direções do clube da altura, que integravam muitos construtores civis (os chamados patos bravos), que investiam no clube”, explicou o atual presidente do clube, Abel Bento, ao Mirante.

segunda-feira, 3 de maio de 2021

Os 10 jogadores com mais jogos pelo Gil Vicente na II Liga

Dez jogadores da história recente do Gil Vicente
Fundado a 3 de maio de 1924 por iniciativa de um grupo de jovens que se reunia regularmente no Largo Doutor Martins Lima, então conhecido por Largo do Teatro, por ali se encontrar o Teatro Gil Vicente – daí o nome do clube -, o Gil Vicente Futebol Clube esperou quase 70 anos para chegar ao patamar maior do futebol português.
 
Nos anos 1940, os gilistas passaram a ser presença habitual nos campeonatos nacionais, nomeadamente na II Divisão, mas raramente estiveram às portas da promoção à elite. Em 1976-77 os barcelenses causaram sensação na Taça de Portugal, ao chegar às meias-finais, onde foram eliminados pelo Sp. Braga somente no jogo de desempate, mas foi preciso esperar pouco mais de uma década para atingirem a I Divisão.

domingo, 2 de maio de 2021

Carlitos: “Sp. Espinho é o meu clube e darei a vida por ele”

Carlitos ajudou Sp. Espinho a manter-se no Campeonato de Portugal
Uma das principais figuras da história recente do Sp. Espinho, fez toda a formação e está ininterruptamente no clube pelo qual, garante, dava a vida. Aos 35 anos, não jogou tanto quanto gostaria, mas continua a ser um elemento importante na transmissão da mística, da exigência e dos valores dos tigres da Costa Verde.
 
Em entrevista, faz o balanço da temporada 2020-21, fala no “duro” momento da demolição do Estádio Comendador Manuel de Oliveira Violas, recorda as passagens por emblemas como Riachense e Oliveirense e as épocas em que foi orientado por treinadores como Vítor Pereira, João Henriques ou João de Deus.
 

sábado, 1 de maio de 2021

Os 10 jogadores com mais jogos pelo Amora na II Divisão B

Dez jogadores que ficaram na história do Amora
Fundado a 1 de maio de 1921 durante um dos habituais piqueniques comemorativos do dia do trabalhador realizados pela comunidade amorense na Quinta da Princesa, o Amora Futebol Clube viveu o ponto alto da sua história no início da década de 1980, quando participou por três vezes (consecutivas) na I Divisão.
 
Desde sempre com o azul como cor predominante, o clube do concelho do Seixal viveu durante largos anos nos patamares secundários e terciários do futebol português, mas na década de 1970 não só conseguiu estabilizar nas competições nacionais como ascender ao primeiro escalão.

sexta-feira, 30 de abril de 2021

Os 10 melhores combates da carreira de Triple H

Triple H sagrou-se campeão mundial por 14 vezes
Um dos nomes mais marcantes da história da WWE, o 14 vezes campeão mundial Triple H fez a sua estreia televisiva na companhia a 30 de abril de 1995, na altura ainda com o nome e a gimmick cordial de Hunter Hearst Helmsley.
 
No ano seguinte, The Game começou a trilhar o caminho que o levaria a múltiplos títulos, ao conquistar o Intercontinental Championship. Porém, teria de esperar até 1999 para vencer pela primeira vez o principal cinturão da então designada WWF.
 
Conhecido pelas promos longas e pela influência nos bastidores, Triple H não deixou créditos em mãos alheias e protagonizou combates fantásticos, sobretudo logo após a viragem do milénio, quando se estabeleceu de pedra e cal como uma das principais figuras da promotora.

quinta-feira, 29 de abril de 2021

Os 10 melhores combates de sempre do SmackDown

SmackDown está no ar esde 29 de abril de 1999
O segundo programa televisivo semanal há mais tempo no ar nos Estados Unidos (a seguir ao Monday Night Raw), o SmackDown teve a sua estreia a 29 de abril de 1999 e continua a fazer as delícias dos fãs, apesar das alterações de canal e de dia da semana a que é transmitido.
 
Criado para competir diretamente com o programa de quintas-feiras à noite da WCW, o Thunder, o SmackDown já foi transmitido a partir de 163 arenas de 148 cidades de sete países.
 
Embora o programa tenha mais tendência para promover os pay-per-views que se seguem do que para acolher combates espetaculares, também tem havido espaço para duelos eletrizantes ao longo destes 22 anos de Raw.
 
Vale por isso a pena recordar a nossa lista de dez melhores combates, por ordem cronológica.

quarta-feira, 28 de abril de 2021

terça-feira, 27 de abril de 2021

Os 10 jogadores com mais jogos pelo Olhanense na II Divisão B

Dez jogadores que ficaram na história do Olhanense
Fundado a 27 de abril de 1912 por um grupo de jovens apaixonados por futebol, o Sporting Clube Olhanense viveu o maior momento da sua história em 1923-24, quando venceu o Campeonato de Portugal, conquistando o título mais importante do país na altura ainda antes do Benfica.
 
No palmarés constam ainda 20 presenças na I Divisão, tendo obtido a sua melhor classificação de sempre em 1945-46, o quarto lugar, à frente do FC Porto. Um ano antes esteve na final da Taça de Portugal, tendo perdido para o Sporting com um golo ao cair do pano, da autoria de Jesus Correia.

segunda-feira, 26 de abril de 2021

Os 10 jogadores com mais jogos pelo Malveira na II Divisão B

Malveira competiu na II Divisão B em 1992-93 e 1996-97
Fundado a 26 de abril de 1940, o Atlético Clube da Malveira nasceu da fusão do Grupo Desportivo Recreativo Os Malveirenses e da Orquestra Típica da Malveira, por insistência de responsáveis de Os Malveirenses, que se queixavam da falta de condições da sua sede. Assim, em Assembleia Geral realizada no Cine-Teatro Beatriz Costa, nasceu o emblema do concelho da Mafra.
 
Em termos futebolísticos, o clube passou grande parte da sua história nos distritais da AF Lisboa, tendo competido pela primeira vez nos campeonatos nacionais em 1979-80, então na III Divisão.
 
Após várias descidas e subidas, conseguiu estabelecer-se nas competições sob a égide da Federação Portuguesa de Futebol na década de 1990, tendo inclusivamente participado por duas vezes na II Divisão B, em 1992-93 e 1996-97. Na década seguinte, entre 2006 e 2008, teve o antigo internacional português António Veloso como treinador.

domingo, 25 de abril de 2021

Os 10 jogadores com mais jogos pelo O Elvas no Campeonato de Portugal

O Elvas competiu no Campeonato de Portugal em 2013-14
Indicado pela Associação de Futebol de Portalegre à Federação Portuguesa de Futebol para subir ao Campeonato de Portugal por se tratar do clube com melhor média de pontos por jogo da Liga Francisco Gil (ainda que com menos pontos do que o Eléctrico), "O Elvas" Clube Alentejano de Desportos vai voltar a uma competição que já tinha disputado em 2013-14, na edição inaugural.
 
Na única participação na prova, o emblema alentejano não foi além de um 9.º lugar (em dez equipas) na Série G. Em 32 jogos, somou sete vitórias, quatro empates, 21 derrotas e um saldo de 23-71 em golos.
 
Nessa temporada, O Elvas utilizou 33 jogadores. Vale por isso a pena recordar os dez que disputaram mais jogos.

sábado, 24 de abril de 2021

Os 10 jogadores com mais jogos pelo Almodôvar no Campeonato de Portugal

Almodôvar competiu no Campeonato de Portugal em 2013-14
Fundado a 24 de abril de 1981, o Clube Desportivo de Almodôvar viveu o ponto alto da sua história em 2013, quando se sagrou campeão distrital, venceu a Supertaça da AF Beja e participou pela primeira vez tanto nos campeonatos nacionais, neste caso o Campeonato de Portugal, como na Taça de Portugal.
 
Na única presença no então designado por Campeonato Nacional de Seniores, logo na edição inaugural, o emblema alentejano não foi além do último lugar na Série H.
 
Vale por isso a pena recordar os dez jogadores com mais jogos pelo Almodôvar no Campeonato de Portugal.

sexta-feira, 23 de abril de 2021

Os 10 melhores combates da carreira de John Cena

John Cena foi campeão mundial por 16 vezes
Um dos nomes mais incontornáveis da história da WWE, o 16 vezes campeão mundial John Cena fez a sua estreia televisiva na companhia a 27 de junho de 2002, ao responder a um open challenge de Kurt Angle. Daí ao estrelato foi um ápice, tendo conquistado pela primeira vez o WWE Championship menos de três anos depois, ao derrotar JBL na Wrestlemania 21.
 
Sem dúvida alguma o principal rosto da empresa durante cerca de uma década, Cena despertou todos os tipos de sentimentos aos fãs, virando grande ídolo de grande parte dos mais jovens e ódio de estimação por parte de alguns dos mais velhos, críticos do move-set limitado e dos longos reinados do Marine.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...