quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Évora, Mamona e dois 'outsiders'. Os portugueses candidatos a medalhas

Nélson Évora e Patrícia Mamona são as principais esperanças
Os atletas de triplo salto Nelson Évora, campeão em 2015 e 2017, e Patrícia Mamona, prata em 2017, são as principais esperanças portuguesas para chegarem aos lugares mais altos no pódio nos Europeus de pista coberta de atletismo que vão decorrer em Glasgow, na Escócia, entre esta sexta-feira e domingo.

Se no triplo salto estão os favoritos para trazerem medalhas para Portugal, no lançamento do peso estão os principais outsiders, ambos do Benfica. Francisco Belo chega ao Reino Unido com a 7.ª melhor marca europeia da época (20,90 metros), mas é Tsanko Arnaudov o recordista nacional - lançou 21,27 metros em fevereiro do ano passado, em Pombal.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

“Tratam-me por Bas Dost do Lavradio”. O goleador da I Distrital em entrevista

Bruninho completa 30 anos em agosto
Chama-se Bruno Martinho, é conhecido por Bruninho no mundo do futebol, mas a fisionomia, o estilo, os golos em catadupa e a camisola verde e branca do Fabril têm motivado comparações com o avançado holandês do Sporting

É líder isolado da lista de marcadores da I Distrital da AF Setúbal, com 17 golos em outras tantas jornadas, mas só participou em quinze. A média impressionante de golos não é de agora e a vontade de dar o salto para um patamar superior existe, mas a falta de convites que financeiramente o permitam deixaram o emprego de distribuidor de móveis leva-o a continuar a brilhar apenas nos distritais. 

Passou pelo futebol de Macau, foi campeão na época passada pelo Amora e está bem encaminhado para repetir a façanha ao serviço do emblema do Lavradio, pelo qual admite estrear-se no Campeonato de Portugal.   

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Ricardo Oliveira ainda brilha aos 38 anos no Atlético Mineiro

Ricardo Oliveira continuar a marcar ao serviço do Galo
Lembra-se de Ricardo Oliveira? Brilhou no Betis e também jogou no Valencia, AC Milan e Saragoça na primeira década do século XXI e representou a seleção canarinha na Copa América 2004 e na Taça das Confederações 2005. Parece que já foi há uma eternidade que o avançado brasileiro passou pelo futebol europeu, mas a verdade é que ele ainda joga, ao serviço do Atlético Mineiro, e está aí para as curvas.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

A minha primeira memória de… um clássico entre FC Porto e Sp. Braga

Duelo aéreo entre Zé Nuno Azevedo e Pena
Comecei a ver futebol em meados de 2000, mas o primeiro jogo entre FC Porto e Sp. Braga de que me recordo é de 2002. Já vi os resumos dos confrontos de 2000/01 e do primeiro de 2001/02, mas não me lembro de nenhum. A minha primeira memória é de um duelo no Estádio das Antas para os quartos de final da Taça de Portugal no qual os portistas estiveram a vencer, mas acabaram por perder por 1-2 ou 1-3. Ainda hoje tenho presente o golo do gigante central bracarense Idalécio com a nuca.

Fazendo uma pesquisa pela Internet, a memória fica avivada. De facto, o FC Porto esteve a vencer por 1-0 com um golo de Capucho aos 51 minutos, mas o Sp. Braga deu a volta no espaço de três minutos, por Castanheira (71’) e Idalécio (74’), a 16 de janeiro de 2002, uma quarta-feira.

domingo, 24 de fevereiro de 2019

WWE | Elimination Chamber 2019

Bayley e Sasha Banks sagraram-se as primeiras campeãs femininas de tag team; Daniel Bryan retém o WWE Championship apesar do grande desempenho de Kofi Kingston



Data: 17 de fevereiro de 2019
Arena: Toyota Center
Localidade: Houston, Texas


sábado, 23 de fevereiro de 2019

As minhas primeiras memórias de… jogos entre Sporting e Marítimo

Acosta despediu-se do Sporting num jogo frente ao Marítimo
Não assisti aos primeiros três jogos de que me recordo entre Sporting e Marítimo, até porque ainda não possuía televisão por cabo nem tão pouco Sport TV, mas lembro-me perfeitamente de que os acompanhei pela rádio.

Todos ocorreram no ano de 2001. O primeiro foi numa sexta-feira à noite, a 12 de janeiro, e era referente à última jornada da primeira volta, e recordo tanto que fui ouvindo o relato numa viagem até ao Alentejo como o autor dos dois golos da vitória leonina nos Barreiros: Rodrigo Fabri. Emprestado pelo Real Madrid e rotulado de craque, o atacante brasileiro esteve longe de efetuar uma época memorável de leão ao peito, tendo apontado apenas quatro golos em todas as competições, sendo que metade foram nessa complicada deslocação ao Funchal, aos 66 (de grande penalidade) e 70 minutos. O treinador do Sporting era Fernando Mendes, que tinha substituído Augusto Inácio um mês antes.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

A minha primeira memória de… um clássico entre Chelsea e Man. City

Anelka bateu Cech na conversão de uma grande penalidade
Recuemos a 16 de outubro de 2004. A Premier League estava a ter mais atenção mediática do que nunca em Portugal. Um ano depois de Cristiano Ronaldo rumar ao Manchester United, José Mourinho também seguiu para o futebol inglês, mas pela porta do Chelsea, e levando com ele Ricardo Carvalho, Paulo Ferreira e Tiago.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Vitória de Setúbal mostra a melhor versão de Jhonder Cádiz

Jhonder Cádiz leva cinco golos com as cores dos sadinos
Jhonder Cádiz levava três temporadas pouco convincentes em Portugal, ao serviço de União da Madeira, Nacional e Moreirense. E o Vitória de Setúbal procurava um ponta de lança em conta e que pudesse corresponder ao futebol físico idealizado por Lito Vidigal. Assim se deu o casamento que, embora não seja rico em golos, tem satisfazido as intenções de ambas as partes, mesmo já com Sandro no comando técnico.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

A minha primeira memória de... um jogo ao vivo no Estádio do Bonfim

Primeiros dois golos que vi no Bonfim foram de Jorginho
Antes de mais, uma nota de contextualização. Fui a Lisboa nascer mas sou natural do Barreiro, terra onde cresci e ainda resido. A paixão pelo futebol bateu-me aos oito anos, em meados de 2000, mas bateu forte. Da Liga dos Campeões aos distritais, consumia tudo o que me aparecia à frente - e ainda hoje sou assim.

Certo dia, durante um passeio em Setúbal com pais, tios e primos no verão do ano seguinte, entrei no Bonfim para a assistir a um treino do Vitória, orientado por Jorge Jesus. Aí iniciei uma relação de grande simpatia pelo emblema sadino, que acabava de regressar à I Liga.

domingo, 17 de fevereiro de 2019

Karim Benzema, o subvalorizado goleador altruísta

Benzema está no Real Madrid desde o verão de 2009
Zero presenças nos melhores onzes anuais da FIFA, da UEFA ou até da liga espanhola e zero presenças entre o Top15 da Bola d’Ouro, mas quatro Ligas dos Campeões no currículo e todas na condição de titular – indiscutível, acrescentou eu. Com a concorrência de Higuaín (2009 a 2013) e Morata (2010 a 2014 e em 2016/17), tantos avançados por aí e tanto dinheiro para gastar, o Real Madrid ainda não abdicou dele e já passaram quase dez anos desde a sua contratação: eis Karim Benzema.

sábado, 16 de fevereiro de 2019

Vitória de Setúbal venceu pela última vez o FC Porto há 30 anos. E Mészáros ganhou 100 contos

Aparício foi o herói da última vitória sadina sobre o FC Porto
Estádio das Antas, 7 de maio de 1989. A tarde era supostamente de festa para o FC Porto, que estreava o painel eletrónico da sua casa e ainda sonhava ultrapassar o Benfica na liderança do campeonato, na antepenúltima jornada do campeonato. Mas o Vitória de Setúbal, de Manuel Fernandes, tinha outras ideias e venceu por 1-0, com um golo de Aparício, aos 55 minutos. Foi o último triunfo dos sadinos em jogos com os dragões.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

A minha primeira memória de... uma Elimination Chamber

John Cena resistiu às investidas de Carlito e Chris Masters
A primeira Elimination Chamber de que tenho memória foi uma que... não cheguei a ver. E passo a explicar: o combate ocorreu no New Year's Revolution 2006, precisamente o último pay-per-view a não ser transmitido em Portugal, numa altura em que eu ainda não tinha Internet. Porém, lembro-me perfeitamente dos Monday Night Raw que antecederam o evento, do desfecho do mesmo e do que se seguiu.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

FC Porto perde 27 jogos depois mas Adrián deixa eliminatória com AS Roma em aberto

Pepe e Felipe em duelo aéreo com romanos De Rossi e Fazio
Nem deu para perder o norte. O FC Porto sofreu o 0-2 aos 75 minutos, já sem o lesionado Brahimi, mas o substituto Adrián López reduziu pouco depois e deixou tudo em aberto para a segunda mão, no Dragão, a 6 de março. Uma vitória por 1-0 na sua fortaleza bastará à equipa de Sérgio Conceição para seguir para os quartos de final.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

A minha primeira memória de… um jogo entre Sporting e Villarreal

Romeno Niculae num jogo disputado em Nyon, na Suíça
Ainda sem duelos oficiais a registar até aos 16 avos de final da Liga Europa 2018/19, Sporting e Villarreal apenas se tinham defrontado em jogos particulares. O mais recente é de 26 de julho de 2016, quando os leões de Jorge Jesus empataram a zero com el submarino amarillo de Marcelino Toral, em Badajoz, com triunfo espanhol nas grandes penalidades.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Alfa Semedo, um diamante para polir no Espanyol

Alfa Semedo foi emprestado ao Espanyol até final da época
Oriundo do Vilafranquense (Campeonato de Portugal) e com passagem pela formação do Benfica, Alfa Semedo chegou há um ano e meio à I Liga pela porta do Moreirense, pegou de estaca na equipa, foi uma das revelações do campeonato e adquiriu o bilhete de regresso à Luz no início da temporada. Viveu na sombra de Fejsa, acabou por perder espaço até para Samaris, ao ponto de ser emprestado em janeiro ao Espanyol, mas ninguém duvida que ainda poderá ser bastante útil ao clube encarnado.

domingo, 10 de fevereiro de 2019

Bruno Varela. A história e os atributos do novo guarda-redes do Ajax

Bruno Varela chega à capital holandesa aos 24 anos
Reforço de inverno do Ajax, o guarda-redes internacional sub-21 português Bruno Varela chega por empréstimo do Benfica para competir com o camaronês André Onana e o grego Kostas Lamprou por um lugar na baliza da equipa de Amesterdão.

A longa passagem de Varela pela formação benfiquista é bem notória na forma de atuar do futebolista. É um produto do século XXI, em que o treino do guarda-redes evoluiu em termos de quantidade e qualidade, havendo profissionais especializados para o ministrar. A era em que os exercícios se limitavam a adjuntos a bater bolas já acabou. Hoje há exercícios específicos que estimulam reflexos, agilidade, velocidade, impulsão e jogo de pés, entre outras capacidades que o guardião moderno tem que possuir. Varela tem isso tudo e ostenta-o de uma forma ortodoxa, como que a provar que passou horas e horas a fios a ser aperfeiçoado. Não é apenas mais um guarda-redes com reflexos apurados. Tem escola e talento.

sábado, 9 de fevereiro de 2019

Rúben Semedo no Rio Ave à procura da reabilitação

Rúben Semedo vai vestir de verde e branco no Rio Ave
Não é fácil descrever Rúben Semedo enquanto defesa-central. Uns dirão que é um futebolista ágil, rápido, com boa impulsão e capacidade para sair a jogar, vaticinando-lhe, pelo menos até à transferência para o Villarreal no verão de 2017, a titularidade da seleção nacional nos próximos anos. Outros lhe apontarão críticas, pela frequência com que lhe pára o cérebro – algo também notório na vida dele para lá das quatro linhas. E, em minha opinião, ambos estão corretos.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

Pelé, o construtor, para o meio-campo do Nottingham Forest

Pelé emprestado ao Nottingham Forest até junho de 2019
Não foi uma das revelações da I Liga em 2017/18 porque já há várias épocas que andava pelo campeonato português, mas Pelé foi certamente um dos jogadores que mais evolui durante a última temporada, beneficiando da ideia de jogo do Rio Ave de Miguel Cardoso.

À frente da defesa, integrado num duplo pivot geralmente formado com Tarantini, era o internacional guineense que tinha como missão baixar entre os centrais para iniciar a construção dos ataques, funcionando como um organizador de jogo a partir de zonas recuadas.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Gelson no Mónaco para amadurecer e reconquistar confiança

Gelson Martins vai ajudar o Mónaco a lutar pela permanência
Gelson Martins era, indubitavelmente, o jogador mais desequilibrador deste Sporting. A sua qualidade individual servia para ultrapassar e contornar defesas, abrindo espaços e caminhos para a baliza adversária, dando um plus ao ataque leonino.

O extremo de 23 anos tinha, como nenhum outro no plantel de Jorge Jesus, um vasto reportório de fintas, contrastando com as características de Acuña – com quem partilhava a titularidade -, que recorria ao drible a partir do corredor esquerdo.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

A minha primeira memória de… um dérbi entre Benfica e Sporting para a Taça de Portugal

O dérbi ficou marcado pelo túnel de Paíto a Luisão
A data é impossível de esquecer: 26 de janeiro de 2005. No dia em que completei 13 anos de vida Benfica e Sporting defrontaram-se no Estádio da Luz para um jogo eletrizante a contar para a Taça de Portugal.

Já via futebol há cerca de cinco anos e estava habituado a dérbis que não correspondiam às expetativas, com poucos golos e oportunidades, mal jogados e muito táticos. Na véspera dos jogos recordava-se o 7-1 e o 3-6, mas o que depois se via quase sempre era 1-0 ou 2-1. O mesmo se aplicava quando o FC Porto estava metido ao barulho.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

As 7 exibições mais marcantes da carreira de Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo será lembrado como um dos melhores
Foi com o dorsal 28 que se iniciou no Sporting, com o 17 que começou a destacar-se na seleção nacional e com o 9 que deu o pontapé de saída de quase uma década memorável no Real Madrid, mas foi com o 7 que Cristiano Ronaldo verdadeiramente se notabilizou. Por isso, no dia em que comemora mais um aniversário, recordamos as sete exibições mais marcantes da carreira de CR7. Do velhinho José Alvalade ao moderno Estádio da Juventus, das proezas nas seleções jovens ao Mundial 2018, a escolha não foi fácil.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

FC Porto perde dois pontos (e Marega) em Guimarães

Marega saiu lesionado no regresso ao D. Afonso Henriques
O FC Porto saiu com prejuízo de uma jornada marcada pelo dérbi lisboeta, empatando em Guimarães e permitindo a aproximação do Benfica, que horas antes tinha gelado Alvalade com um triunfo por 4-2. Três pontos separam agora dragões e águias, que voltam a depender de si para chegar ao título nacional.

No Estádio D. Afonso Henriques, dizia a tradição, a classificação e os desempenhos recentes do Vitória, esperava-se um jogo muito complicado para os portistas, até pela derrota na primeira volta no Dragão (2-3). E na prática, verificou-se essa dificuldade.

domingo, 3 de fevereiro de 2019

Geringonça no futebol. O deputado que é adepto do Benfica e do Sporting

Paulo Pisco posa com os almanaques de Sporting e Benfica
Há os que são adeptos de um dos três grandes, os que apoiam o clube da terra, os que conciliam as duas paixões, os que não têm clube e ainda o que se julgava ser impossível. Um adepto tanto do Sporting como do Benfica. Parece ser difícil de acreditar, mas existe. Chama-se Paulo Pisco, tem 57 anos, nasceu em Queluz e é deputado do Partido Socialista pelo círculo eleitoral da Europa.

sábado, 2 de fevereiro de 2019

Os 10 dérbis mais marcantes entre Sporting e Benfica

Francisco Stromp e Cosme Damião, lendas dos dois rivais
Rivais praticamente desde o berço, os jogos entre Sporting e Benfica fazem faísca na cidade de Lisboa, em todo o país e na diáspora portuguesa desde 1907, ainda os encarnados se chamavam apenas Sport Lisboa. Daí para cá, goleadas inesperadas, finais de taças, jogos decisivos no campeonato e outros dérbis marcados por acontecimentos extrafutebol.


sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

Mihajlovic. O conflituoso percurso de vida do novo técnico do Bolonha

Mihajlovic assinou pelo Bolonha até final da temporada
Filho de pai bósnio e mãe croata, o recém-contratado treinador do Bolonha, Sinisa Mihajlovic, nasceu na Croácia a 20 de fevereiro de 1969, junto à fronteira com a Sérvia, crescendo na problemática zona dos Balcãs, região que vivia momentos de tensão que acabaram por originar várias guerras entre 1991 e 2001.

Problemático foi também o rótulo que cedo ganhou enquanto futebolista, devido a confrontos verbais e físicos dentro e fora do campo. Nunca escondeu a amizade próxima que o ligava ao antigo líder paramilitar sérvio Zeljko Raznatovic, também conhecido por Arkan, acusado de crimes de guerra no conflito dos Balcãs. Segundo a imprensa, Mihajlovic terá pagado à imprensa do país para ser publicado um tributo relativo à morte de Arkan, em 2000.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...