Mostrar mensagens com a etiqueta AC Milan. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta AC Milan. Mostrar todas as mensagens

sábado, 16 de março de 2019

As minhas primeiras memórias de… dérbis entre Inter e AC Milan

Córdoba e Shevchenko disputaram lance que sentenciou eliminatória
A época de 2002/03 não foi particularmente feliz para os clubes portugueses na Liga dos Campeões. Tanto o Sporting, na condição de campeão nacional, como Boavista, enquanto segundo classificado do campeonato da temporada anterior, não foram além da terceira pré-eliminatória, onde caíram aos pés dos italianos do Inter de Milão e dos franceses do Auxerre, respetivamente.

Assim sendo, a RTP, que tinha o direito de transmitir um jogo por jornada, virou agulhas para os dois principais futebolistas portugueses daquela altura: Luís Figo do Real Madrid e Rui Costa do AC Milan.

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Rui Costa venceu a única Champions sem clubes portugueses: Foi assim que aconteceu... há 15 anos

Pela primeira e única vez desde que se chama Liga dos Campeões (1992-93), a prova não contou com a presença de qualquer equipa portuguesa na fase de grupos em 2002-03. Nessa época, o campeão Sporting precisou de jogar a terceira pré-eliminatória, mas foi afastado pelo Inter de Milão. O vice-campeão Boavista também esteve na fase preliminar, mas depois de eliminar os malteses do Hibernians acabou por cair na terceira pré-eliminatória, aos pés dos franceses do Auxerre. Ambos foram recambiados para a então Taça UEFA, que acabou por ser conquistada pelo... FC Porto.

domingo, 2 de março de 2014

Serie A | AC Milan 0-2 Juventus

Juve reforça liderança


uefa.com
Esta noite, no Estádio Giuseppe Meazza, em Milão, a Juventus derrotou o AC Milan por 2-0, na 26ª jornada da Serie A. Llorente e Tévez foram os autores dos golos.

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Liga dos Campeões | AC Milan 0-1 Atlético Madrid

Diego Costa desbloqueou o nulo


uefa.com
Esta noite, no Estádio Giuseppe Meazza, em Milão, o Atlético Madrid venceu o AC Milan por 1-0, na primeira-mão dos Oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Diego Costa marcou o único golo do encontro.

domingo, 14 de abril de 2013

Serie A | AC Milan 1-1 Nápoles

uefa.com
Esta noite, no Estádio Giuseppe Meazza, AC Milan e Nápoles empataram 1-1, num jogo a contar para a 32ª jornada da Serie A. Flamini deu vantagem aos rossoneri, mas Pandev empatou para os azzurri.
                                      

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Liga dos Campeões | AC Milan 2-0 Barcelona


Esta noite, no Estádio Giuseppe Meazza, o AC Milan derrotou o Barcelona por 2-0, num jogo a contar para a primeira mão dos Oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Boateng e Muntari marcaram os golos.
                                      

domingo, 6 de maio de 2012

Serie A | Inter 4-2 AC Milan


Esta noite, em San Siro, o Inter venceu o AC Milan por 4-2, num “derby” a contar para a 37ª (e penúltima) jornada da Serie A. Diego Milito (3, dois de grande penalidade) e Maicon marcaram para os “nerazzurri” e Ibrahimovic (um de grande penalidade) ambos os tentos dos “rossoneri”.

terça-feira, 3 de abril de 2012

Liga dos Campeões | Barcelona 3-1 AC Milan



Esta noite, em Camp Nou, o Barcelona venceu o AC Milan por 3-1 e carimbou assim a passagem às meias-finais da Liga dos Campeões. Messi por duas vezes, ambas de grande penalidade, e Iniesta marcaram para os catalães, e Nocerino para os milaneses.

quarta-feira, 28 de março de 2012

Liga dos Campeões | AC Milan 0-0 Barcelona



Esta noite, no Estádio Giuseppe Meazza, AC Milan e Barcelona empataram a zero, na primeira mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões. Fica tudo por decidir em Camp Nou, na próxima terça-feira.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Liga dos Campeões | AC Milan 4-0 Arsenal



O AC Milan venceu esta noite o Arsenal por 4-0, em San Siro, obtendo vantagem nos Oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Boateng, Robinho (2) e Ibrahimovic fizeram os golos.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Serie A | AC Milan 4-1 Parma



O AC Milan venceu esta noite o Parma por 4-1, em San Siro, num jogo a contar para a Liga Italiana.


Eis a constituição das equipas:

AC Milan



Já há uns bons anos que não vejo um jogo do AC Milan. São os actuais campeões italianos, acabando com a hegemonia do Inter que já durava há algum tempo, começaram mal o campeonato este ano, no entanto, estão-se a erguer e já estão a pouco pontos da liderança.
Na Liga dos Campeões estão a fazer uma óptima campanha, conseguindo empatar em Camp Nou e ganho os restantes dois jogos.
Boateng é neste momento o melhor marcador da equipa, após um “hat-trick” frente ao Lecce no último fim-de-semana (vitória por 4-3, após estar a perder por 0-3).


Parma



Do Parma à entrada para este jogo ainda sei menos. Praticamente desconhecia quem fazia parte do plantel à excepção de Jaime Valdés, chileno emprestado pelo Sporting, que até marcou no mais recente jogo da sua equipa, frente ao Atalanta (derrota por 1-2).
Na época passada ficou em 12º na Serie A, e em 2011/2012 para já foi ocupando posições semelhantes na tabela classificativa.
Giovinco parece ser um jogador apetecido por alguns dos principais emblemas europeus.


O Milan, com muitas ausências, entrou mal no jogo, permitiu que o Parma atacasse muitas vezes e trocasse a bola no seu meio-campo. Foi assim durante os primeiros 15/20 minutos, sempre com Giovinco como principal dínamo dos forasteiros, ainda que com Valdés no apoio.

Foi mesmo dos pés do italiano que apareceu a primeira ocasião de golo, num remate que saio ao lado da baliza de Abbiati, aos 14’.

Após este susto, os “rossoneri” acordaram, ainda que lentamente, e poucos minutos depois, Taiwo subiu pelo flanco esquerdo e rematou cruzado ao lado.
Aos 26’, Zlatan Ibrahimovic de muito longe atira rasteiro mas a bola acabaria por passar perto da malha lateral.

O Parma haveria de responder, na sequência de um canto, Zaccardo cabeceia para uma grande defesa de Abbiati que impediu a bola de ir para a zona de finalização onde estava Valdés. No entanto, o guarda-redes italiano não ficou bem na fotografia porque não conseguiu sacudir o esférico num primeiro instante.

Se o Milan tinha respondido bem ao primeiro lance perigoso do seu adversário, então a este ainda respondeu melhor, com um golo. Aquilani ainda no seu meio-campo bombeia a bola para as costas da defesa para Ibrahimovic que a controlou, contemporizou e assistiu Nocerino, que após se ter antecipado aos defesas e ter ganho um ressalto, com um toque subtil fez o 1-0 aos 30’.

Ainda se celebrava o golo e Nocerino já fazia o 2-0, mas que remate! Após uma bola cortada de cabeça pelos centrais do Parma, a bola sobrou para Nocerino que á entrada da área a amorteceu com o peito e de pé esquerdo atirou forte para o fundo das redes.

Nos minutos após o tento, os comandados por Franco Colomba acusaram a situação desfavorável, até porque há alguma frustração já que não estavam a jogar mal, e só conseguiram reagir perto do intervalo por um remate de Jaime Valdés que não passou muito por cima da baliza milanesa.


Na segunda parte, a equipa de Milão tinha como principal objectivo gerir a vantagem através de uma elevada posse de bola sobretudo dos seus jogadores do meio-campo, ter disciplina táctica a defender e se se proporcionar, marcar mais.

Nesta fase, o jogo tornou-se um pouco aborrecido, mas melhorou ligeiramente quando o AC Milan sentiu confiança em avançar no terreno e procurar o terceiro, sobretudo após dois remates perigosíssimos de Aquilani para duas grandes defesas de Mirante, o primeiro num cabeceamento após canto de Cassano e o segundo num tiro de longe, após largos segundos de posse de bola por parte dos “rossoneri”.

Depois, um jogador que eu até desconhecia o seu valor, Abate, lateral-direito dos campeões italianos, teve uma grande jogada no flanco direito, assistiu Ibrahimovic para a entrada da pequena área e este atrasou para Cassano, no entanto, o avançado italiano complicou muito e acabou por atirar por cima.

Aos 73’, finalmente novo golo do Milan. Mais uma bola bombeada pelo ar para os jogadores mais ofensivos é cabeceada por Cassano que assim isolou Ibrahimovic que ganhou a luta corporal com Feltscher e na cara de Mirante não perdoou.

Pouco tempo depois, é a vez de Robinho (que entretanto entrou na partida) a surgir isolado mas o brasileiro permitiu mais uma grande defesa do guarda-redes italiano.

No minuto seguinte, Biabiany (outro que entrou na segunda parte, este para o Parma) tem um excelente trabalho no seu meio-campo ofensivo e colocou a bola em Giovinco que surgiu do lado esquerdo á entrada da pequena área e atirou para o 1-3.

Nesta fase, e com dez minutos para jogar, os forasteiros ainda tentaram qualquer coisa neste positivo, aproximando-se da baliza dos milaneses, no entanto, nunca conseguiram grandes oportunidades de reduzir a desvantagem, o tempo foi passando, e aos 90+2’, Cassano tem um grande trabalho do lado direito e de pé esquerdo picou a bola que Nocerino cabeceou para o 4-1, fazendo desta forma um “hat-trick”.

Com esta vitória, o Milan aproxima-se da liderança, somando 14 pontos (menos dois que a líder Juventus) e conseguiu dar mais um salto na classificação.


Analisando as formações, creio que os “rossoneri” têm uma equipa muito boa, com uma defesa sólida, um meio-campo bastante forte e com capacidade de circulação de bola e um ataque capaz de fazer golos.
E se olharmos para a lista de ausentes que inclui Nesta, Mexès (entrou no jogo mas ainda não estava a 100%), Seedorf, Van Bommel (habitual titular que foi poupado hoje e esteve no banco) e Alexandre Pato, penso que isto diz tudo sobre a qualidade desta formação.
Apresentaram-se com um 4-3-1-2 com uma linha de meio-campo que pouco sobe, dois laterais muito ofensivos e um jogador (neste caso Boateng) que faz a ponte entre os três médios e os dois avançados. Uma sistema diferente do que aqueles que habitualmente vemos nas principais ligas europeias.
Se tiver que destacar jogadores tenho de mencionar Nocerino claro, que marcou um “hat-trick” e foi o homem do jogo. No entanto, gostei dos pormenores do lateral Abate que mostrou agressividade e qualidade a defender e a atacar, mostrando até mais que Taiwo, que mesmo assim também esteve bem. Aquilani é impressionante, não falha um passe! Ibrahimovic parece que anda sempre chateado e que está a fazer um “frete” mas é um génio, não haja dúvidas! Cassano é de extremos, consegue complicar em demasia como também sacar lances de pura magia como a assistência para o quarto golo.

Quanto ao Parma, foi uma equipa que se bateu bem até se encontrar em desvantagem e que mostrou ter bons jogadores do meio-campo para a frente, falo sobretudo de Giovinco, a grande estrela da equipa, no entanto, Valdés e Biabiany também mostraram bons pormenores.
Penso que é uma formação para ocupar os primeiros lugares da segunda metade da tabela.

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Taça UEFA | AC Milan 1-0 Sp. Braga

Por muito que pensem aquilo que disse no nick nada tem a ver com nacionalismos e quem viu o mesmo jogo que eu vi sabe disso.

O Sporting de Braga apresentou-se em Milão sem timidez, a jogar de igual para igual e até com as principais situações de golo, houve mesmo duas oportunidades na primeira parte (de Renteria e César Peixoto) iminentes de golo.

O Braga tomou completo controlo do jogo, chegou a encostar os italianos ao seu meio-campo defensivo e prova disso foi o facto de Eduardo não ter feito uma única defesa (!).

Depois de já se falar nos comentários na Sporttv de um empate com sabor a vitória eis que veio a seis segundos de se esgotar o tempo de compensação um balde de água fria, ou seja, um (grande) golo de Ronaldinho.

Numa pequena nota, Eduardo bateu o recorde de Vitor Baía e é agora o guarda-redes português com mais minutos seguidos sem sofrer golos nas competições europeias.

Fiquem com a Ficha de Jogo:

AC Milan: Dida; Antonini, Kaladze, Senderos e Jankulovski; Emerson (Seedorf '68), Gattuso, Flamini e Alexandre Pato (Ronaldinho '63); Inzaghi e Shevchenko.

Sp. Braga: Eduardo; Frechaut, Rodríguez, Moisés e Evaldo; Vandinho, Luis Aguiar e César Peixoto (Matheus '74); Alan (João Pereira '89), Meyong (Paulo César '46) e Renteria.

Golos:

1-0 Ronaldinho '90+3

Acção disciplinar: Não houve cartões


Video do golo:





Videos dos melhores momentos:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...