Mostrar mensagens com a etiqueta Benfica. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Benfica. Mostrar todas as mensagens

terça-feira, 23 de junho de 2020

As minhas primeiras memórias de... jogos entre Benfica e Santa Clara

Benfiquista Mantorras em luta pela bola com o 'açoriano' Vítor Vieira
É complicado dizer com rigor qual o primeiro jogo entre Benfica e Santa Clara de que tenho memória. Uma coisa é certa: não podia ser antes de 12 de setembro de 1999 porque as duas equipas nunca se tinham defrontado até então. Mas também não podia ser nenhum dos dois encontros de 1999-00 porque ainda não acompanhava futebol.

Tenho uma vaga ideia do duelo entre as duas equipas na primeira volta da I Liga em 2001-02, no Estádio da Luz, a contar para a 13.ª jornada. Lembro-me de na antevisão do encontro se ter falado que o número 13 tinha sido de sorte para o Benfica no ano anterior, pois significou uma vitória expressiva sobre o Sporting em casa (3-0). E também me recordo que os açorianos eram orientados por Manuel Fernandes, antiga glória dos leões, e tinham como um dos principais jogadores o espanhol Toñito, cedido precisamente pelo emblema de Alvalade.

domingo, 15 de março de 2020

Os 10 brasileiros com mais jogos pelo Benfica na I Divisão

Dez futebolistas brasileiros que deixaram marca no Benfica 
Anunciado recentemente como reforço do Benfica para 2020-21, Pedrinho deverá juntar-se às mais de oito dezenas jogadores brasileiros que atuaram pelos encarnados em jogos da I Divisão.

Curiosamente, a história da presença canarinha no clube da Luz não é tão antiga como nos principais rivais. Tudo porque, até uma assembleia geral em julho de 1978, os estatutos das águias proibiam a contratação de futebolistas estrangeiros. Um ano depois, é contratado ao Boavista o avançado brasileiro Jorge Gomes, o primeiro estrangeiro a jogar pelo Benfica.

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Os 10 jogadores com mais jogos pelo Benfica na I Divisão

Dez figuras míticas da história centenária do Sport Lisboa e Benfica
Fundado a 28 de fevereiro de 1904 por antigos alunos da Casa Pia na Farmácia Franco, em Belém, o Sport Lisboa fundiu-se com o Sport Clube de Benfica a 4 de setembro de 1908, no início de uma história centenária e repleta de conquistas.

Depois de ter demonstrado a sua força no Campeonato de Lisboa e no Campeonato de Portugal nas primeiras décadas de existência, o emblema encarnado não só foi um dos clubes que esteve na primeira edição na I Divisão, em 1934-35, como esteve em todas as edições da prova e é recordista de títulos (37).

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

A minha primeira memória de… um jogo entre Benfica e Shakhtar

Avançado paraguaio Óscar Cardozo brilhou no frio da Ucrânia
Não tinha muito por onde escolher. A minha primeira memória de jogos entre o Benfica e o Shakhtar Donetsk remonta ao final de 2007, quando os dois clubes se defrontaram na fase de grupos da Liga dos Campeões. Os dois encontros entre águias e ucranianos foram, até fevereiro de 2020, os únicos de cariz oficial entre as duas equipas em toda a história.

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

A minha primeira memória de… um jogo entre Benfica e Gil Vicente

Gilista Douala em luta com o lateral benfiquista Armando Sá
Benfica e Gil Vicente já protagonizaram mais de quatro dezenas de encontros desde o início da década de 1990, entre os quais a final da Taça da Liga em 2011-12.

Em relação às minhas primeiras memórias de confrontos entre as duas equipas, tenho uma vaga ideia do empate a zero na Luz em dezembro de 2000, num jogo que maioritariamente acompanhei pela rádio numa tarde em que estive em Pinhal Novo a assistir a um Pinhalnovense-Fabril da antiga III Divisão. “Benfica triste e descrente ganhou um ponto e vá lá...”, resumiu o Record.

sábado, 25 de janeiro de 2020

A minha primeira memória de... um jogo entre Benfica e Paços de Ferreira

Guarda-redes Pinho imperial nas alturas na área dos pacenses
Tenho uma vaga ideia de o Paços de Ferreira ter ido ganhar à Luz por 3-2 em março de 2001, numa época marcado pelo regresso dos pacenses à I Liga e da pior classificação de sempre do Benfica, o sexto lugar, mas a primeira memória que eu tenho de um jogo entre as duas equipas é referente a dezembro do mesmo ano.

quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

A minha primeira memória de… um jogo entre Benfica e Desp. Aves

Benfiquista Fernando Meira conduz a bola vigiado por avense Nilton
Não assisti à transmissão do jogo, tampouco no estádio, mas lembro-me de ter acontecido e do resultado. Estávamos em janeiro de 2001, na última jornada da primeira volta, e o Benfica começava a ganhar fôlego após a chegada de Toni para o comando técnico, depois de um arranque de temporada conturbado, marcado pela saída de Vale e Azevedo e a entrada de Manuel Vilarinho para a presidência do clube e pela dança de cadeiras no banco da equipa, depois de Jupp Heynckes e Mourinho terem deixado o cargo de treinador. O Desportivo das Aves de Carlos Carvalhal, naquela que era a sua segunda presença na I Liga, levava sete jogos sem vencer no campeonato e ocupava a zona de despromoção.

sábado, 4 de janeiro de 2020

A minha primeira memória de... um jogo entre Benfica e V. Guimarães

O momento trágico do jogo de Guimarães a 25 de janeiro de 2004
Comecei a acompanhar futebol em meados de 2000 mas não me recordo nem das goleadas impostas pelo Benfica em novembro de 2000, março de 2002 e junho de 2003 nem dos desacatos do empate a um golo em Felgueiras em janeiro de 2003. Pode até parecer propositado, mas embora tenha uma vaga ideia de um ou de outro jogo, a minha real primeira memória de um jogo entre as águias e o Vitória de Guimarães remonta à fatídica noite de 25 de janeiro de 2004, marcada pela morte de Miki Fehér.

sexta-feira, 3 de janeiro de 2020

Alemães no Benfica. Um treinador e quatro jogadores antes de Weigl

Os cinco germânicos que fazem parte da história do Benfica
A amostra da presença de alemães no Benfica é curta e foi iniciada no verão de 1999, quando as águias já tinham completado 95 anos de história. Antes do médio defensivo Julian Weigl, cujo acordo com o Borussia Dortmund para a transferência (por 20 milhões de euros) foi anunciado esta segunda-feira, somente um treinador e quatro jogadores – entre os quais um do atual plantel – passaram pelo clube encarnado.

sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

Os 10 clássicos mais marcantes entre Benfica e Vitória FC

Vitória FC e Benfica na final da Taça de Portugal de 2004-05
Há muito que os jogos entre Benfica e Vitória de Setúbal ganharam o estatuto de clássico de futebol português. Afinal, ambos já se defrontaram em quase duas centenas de ocasiões, incluindo quatro finais da Taça de Portugal e uma decisão da Supertaça Cândido de Oliveira.

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

A minha primeira memória de… um clássico entre Benfica e Boavista

Benfiquista Van Hooijdonk e boavisteiro Litos em duelo aéreo
Não assisti de forma alguma ao primeiro jogo entre Benfica e Boavista de que tenho memória, mas tenho bem presente o resultado e algumas das circunstâncias que rodeavam o encontro. Realizou-se a 23 de setembro de 2000 e, mais do que o desfecho, ficou marcado pela estreia de José Mourinho como treinador principal.

sábado, 9 de novembro de 2019

10 jogos seguidos a sofrer golos fora. Benfica nunca tinha feito pior na Champions

Benfica sem andamento está com um pé fora da Champions
O Benfica estabeleceu esta terça-feira um recorde negativo na sua história. Ao perder por 1-3 em Lyon, os encarnados sofreram golos na Liga dos Campeões pelo 10.º jogo consecutivo, algo que nunca lhes tinha acontecido.

terça-feira, 22 de outubro de 2019

A minha primeira memória de... um jogo entre Benfica e equipas francesas

Miccoli perante a oposição do defesa francês Tafforeau
Ver o Benfica defrontar equipas francesas é quase um clássico de pré-época, talvez à exceção dos anos mais recentes, em que as águias têm viajado para os Estados Unidos a fim de participar na International Champions Cup. Antes da minha primeira memória de um jogo diante de formações gaulesas, houve pelo menos três jogos particulares desde que acompanho futebol: Lyon em 2000, Auxerre em 2002 e Marselha em 2004.

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

"Lingrinhas" e "a render pouco". O Benfica europeu visto por José Augusto e por Simões

Benfica sofreu na Rússia a segunda derrota na Liga dos Campeões
O Benfica somou nesta quarta-feira em São Petersburgo, diante do Zenit, a segunda derrota em outros tantos jogos nesta edição da Liga dos Campeões e a 11.ª nos últimos 14 encontros realizados na prova milionária (apenas nove golos marcados e 30 sofridos), números preocupantes para quem procura reafirmar-se como um grande na Europa, como tantas vezes tem referido o presidente Luís Filipe Vieira - "sonho europeu? Não morreu, vamos lá chegar. Ninguém pode dizer quando", referiu recentemente numa entrevista à SIC.

domingo, 29 de setembro de 2019

Carlos Vinicius saltou do banco para quebrar a resistência sadina

Carlos Vinicius em disputa de bola com José Semedo
O Benfica somou este sábado a quarta vitória consecutiva para o campeonato, mas teve de suar para levar de vencida um Vitória de Setúbal (1-0) que durante pouco mais de uma hora conseguiu levar avante a sua estratégia no Estádio da Luz.

sexta-feira, 20 de setembro de 2019

A minha primeira memória de... um jogo entre Benfica e Moreirense

Nuno Gomes em duelo com João Duarte no jogo de Braga
A minha primeira memória de um jogo entre Benfica e Moreirense foi precisamente relativa ao primeiro jogo de sempre entre os dois clubes, a 14 de setembro de 2002, a contar para a 3.ª jornada da I Liga. Creio que até nem terei assistido ao encontro através da televisão, mas lembro-me do resultado e do local do encontro e tinha uma vaga ideia da marcha do marcador.

domingo, 18 de agosto de 2019

Águia voltou a levantar voo quando as asas se tocaram

Rafa foi sempre um dos mais ativos do Benfica no Jamor
O Benfica igualou este sábado o recém-promovido Famalicão na liderança da I Liga e já sabe que vai terminar a 2.ª jornada à frente dos principais rivais - resta saber qual a distância pontual para FC Porto e Sporting -, mas bem pode (voltar) agradecer à sociedade Rafa & Pizzi, especialista em engenharia do golo.

sábado, 13 de julho de 2019

Alfa Semedo, um diamante para polir no Nottingham Forest

Alfa Semedo cedido por uma temporada ao Nottingham Forest
Oriundo do Vilafranquense (Campeonato de Portugal) e com passagem pela formação do Benfica, Alfa Semedo chegou há dois anos à I Liga pela porta do Moreirense, pegou de estaca na equipa, foi uma das revelações do campeonato e adquiriu o bilhete de regresso à Luz no início da temporada passada. Viveu na sombra de Fejsa, acabou por perder espaço até para Samaris, ao ponto de ser emprestado em janeiro ao Espanyol e agora ao Nottingham Forest, mas ninguém duvida que ainda poderá ser bastante útil ao clube encarnado.

quarta-feira, 10 de julho de 2019

Krovinovic no West Brom para voltar ao nível exibido antes da lesão

Krovinovic emprestado por uma temporada ao West Bromwich
Só um jogador com muito valor consegue chegar a um clube grande e obrigar o treinador a abdicar de um sistema tático há muito enraizado na equipa para o fazer coabitar no onze com outras peças importantes. Foi assim com Filip Krovinovic, que chegou à Luz como alternativa a Pizzi num 4x1x3x2 que remontava aos tempos de Jorge Jesus, mas cuja qualidade trocou as voltas a Rui Vitória, que implementou um 4x3x3 (ou 4x1x4x1) que há muito tempo não era visto para aqueles lados.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...