sexta-feira, 31 de julho de 2020

As 10 finais da Taça de Portugal mais marcantes de sempre

Taça de Portugal foi criada em 1938-39 e teve 13 vencedores diferentes
A Taça de Portugal é prova rainha do futebol português e a sua final é o fechar com chave de ouro da temporada futebolística. É a competição das surpresas, da imprevisibilidade, dos tomba-gigantes e da democracia, que já coroou 13 clubes vencedores e teve um total de 25 finalistas diferentes.

Implementada em 1938-39 para suceder ao Campeonato de Portugal, por sua vez criado em 1922, a Taça de Portugal teve como primeiro detentor do troféu a Académica, que deu o pontapé de saída numa história de finais marcada por triunfos improváveis, jogos intermináveis, desfechos imprevisíveis e também por tragédias e polémicas.

quinta-feira, 30 de julho de 2020

Os 10 jogadores com mais jogos pelo Moura no Campeonato de Portugal

Dez jogadores que ganharam um lugar na história do Moura
Promovido ao Campeonato de Portugal por decisão da Federação Portuguesa de Futebol em virtude de se encontrar no primeiro lugar da I Divisão Distrital da AF Beja à data da suspensão das competições devido à pandemia, o Moura Atlético Clube vai regressar a um patamar competitivo no qual competiu por seis vezes – só falhou a época que recentemente terminou.

Fundado a 17 de janeiro de 1942, o emblema aurinegro surgiu da aglutinação de vários clubes de Moura, como o Moura Futebol Clube e o Sport 9 de Abril (fundados em 1912) e o Sport Lisboa e Moura e o Sporting Clube Mourense (fundados em 1933).

quarta-feira, 29 de julho de 2020

João Santos: “No Moitense ambicionamos a conquista do título distrital”

Avançado João Santos vai ascender ao plantel principal do Moitense
Avançado luso-angolano que na época passada contribuiu para a promoção dos juniores do Moitense à I Distrital, João Santos vai ascender a sénior em 2020-21 e já sabe que vai integrar a equipa principal do clube da vila da Moita.

Sem papas na língua, o jovem atacante de 19 anos diz em entrevista que o objetivo do emblema do Juncal passa pela conquista do título distrital e consequente subida de divisão, fala da “dura e injusta” função de ponta de lança e passa em revista o seu trajeto no futebol.

terça-feira, 28 de julho de 2020

Os 10 jogadores com mais jogos pelo Portimonense na II Liga

Dez jogadores que ficaram na história do Portimonense na II Liga
Despromovido à II Liga apesar de uma assinalável recuperação pontual no regresso do campeonato após a paragem devido à pandemia de covid-19, o Portimonense Sporting Clube vai regressar a um patamar competitivo no qual participou por 19 vezes, sendo apenas superado por Desp. Aves, Penafiel e Feirense no número de presenças.

Desde que a II Liga foi implementada, em 1990-91, os algarvios competiram no segundo escalão entre 1990 e 1992, entre 1993 e 1995, entre 2001 e 2010 e entre 2011 e 2017, tendo conquistado o título em 2016-17, numa época em que tiveram Vítor Oliveira como treinador. Em 2010-11 também terminaram em zona de promoção, tendo alcançado o segundo lugar.

segunda-feira, 27 de julho de 2020

Os 10 jogadores com mais jogos pelo Alcains no Campeonato de Portugal

Alcains disputou o Campeonato de Portugal em 2018-19
Promovido ao Campeonato de Portugal por decisão da Federação Portuguesa de Futebol em virtude de se encontrar no primeiro lugar da I Distrital da AF Castelo Branco à data da suspensão dos campeonatos devido à pandemia, o Clube Desportivo de Alcains vai regressar a um patamar competitivo no qual já tinha competido em 2018-19.

Fundado a 27 de julho de 1977, o clube do concelho de Castelo Branco tem passado grande parte da sua existência nos campeonatos nacionais, tendo participado por 18 vezes na III Divisão e por sete ocasiões na II Divisão B. Em 1995-96 alcançou a melhor classificação da sua história, o quinto lugar na II B – Zona Centro. Porém, sete anos depois obteve um titulo, o de campeão da III Divisão.

domingo, 26 de julho de 2020

Ivo Vieira não merecia continuar no Vitória de Guimarães?

Ivo Vieira ficou apenas uma temporada no D. Afonso Henriques
O casamento entre o Vitória de Guimarães e Ivo Vieira chegou ao fim e a principal causa terá sido o não cumprimento do objetivo de apuramento para as competições europeias. Para os mais desatentos, pode parecer um falhanço uma vez que os vimaranenses terminaram o campeonato no 7.º lugar, duas posições abaixo relativamente à época anterior; não conseguiram compensar essa menor regularidade na Taça de Portugal, sendo até humilhantemente eliminados pelo modesto Sintra Football; e tinham um plantel equilibrado, competitivo e de qualidade.

sábado, 25 de julho de 2020

Cinco ocasiões em que o Vitória FC garantiu a permanência na última jornada

Auri e Ricardo Chaves festejam permanência na Figueira da Foz em 2009
Ver o Vitória de Setúbal a lutar pela permanência até ao final do campeonato já é um clássico da I Liga. O clube que outrora batalhava por lugares europeus tem estado no século XXI quase sempre arredado de outras ambições que não a da salvação. Tem sido assim ano após um ano.

Ininterruptamente na I Liga desde 2004-05, os sadinos têm quase sempre assegurado a manutenção ainda antes da última jornada, mas houve cinco ocasiões em que partiram para a derradeira ronda com hipóteses matemáticas de ser despromovido. Em duas vezes, tal como vai acontecer esta temporada, os setubalenses entraram na última jornada em zona de despromoção e ainda assim conseguiram manter-se entre a elite do futebol português.

sexta-feira, 24 de julho de 2020

Os 9 jogadores portugueses que jogaram na Super Liga Chinesa

Os nove jogadores portugueses que atuaram na Super Liga Chinesa
Seguindo a tendência de campeonatos de vários países de todo o mundo que regressaram à atividade devido à pandemia de covid-19, agora é na China, onde o vírus nasceu, que terá a sua Super Liga de volta.

Criada em 2004 de forma a reformular a antiga Chinese Jia-A League, o campeonato chinês já foi disputado por 31 clubes e coroou sete como campeões: Guangzhou Evergrande (8), Shandong Luneng (3), Beijing Guoan, Shanghai SIPG, Shenzhen Jianlibao, Dalian Shide e Changchun Yatai.

quinta-feira, 23 de julho de 2020

Leonardo Leiro: “O Grandolense está a crescer e o treinador manifestou interesse em mim”

Médio ofensivo Leonardo Leiro é reforço do Grandolense para 2020-21
Anunciado recentemente como reforço do Grandolense para 2020-21, o médio ofensivo luso-angolano Leonardo Leiro vai procurar dar sequência em Grândola a um bom arranque no futebol sénior dado no Moitense, clube pelo qual marcou sete golos na temporada passada.

Numa entrevista em que revelou ambição, vontade em integrar-se da melhor forma com os novos companheiros e o sonho de chegar a uma I Liga, o jovem centrocampista descreve-se como jogador, fala do passado e das ambições que tem na carreira e opina sobre o que entende ser racismo.

quarta-feira, 22 de julho de 2020

Os 10 melhores combates da carreira de Shawn Michaels

Shawn Michaels é considerado um dos melhores wrestlers de sempre
Considerado um dos melhores wrestlers da história, Shawn Michaels iniciou a carreira em 1984 e desde 1988 que se fixou na WWE, protagonizando combates memoráveis durante mais de duas décadas.

Nascido a 22 de julho de 1965 com o nome Michael Shawn Hickenbottom, é também conhecido pelas alcunhas Heartbreak Kid e Mr. WrestleMania, sagrou-se campeão mundial por quatro vezes, venceu o Royal Rumble em dois anos consecutivos (1995 e 1996) e protagonizou por 11 vezes o melhor combate do ano para o Pro Wrestling Illustrated.

terça-feira, 21 de julho de 2020

Hélder Martins: “Fusão entre Sintra e Estrela tem muito potencial para resultar”

Médio defensivo Hélder Martins renovou contrato com o Sintra Football
Hélder Martins é filho de pai angolano, mas nasceu e cresceu na Amadora. E quis o destino que o clube que vai representar pela segunda temporada seguida, o Sintra Football, se tivesse fundido precisamente com o Estrela da Amadora, um projeto que conta com a aprovação deste médio defensivo que tem a alcunha de Latón.

Em entrevista, o centrocampista luso-angolano passa em revista o seu trajeto no futebol, que já conta com uma aventura no estrangeiro, fala da fusão mais mediática de 2020, de racismo e da relação com o treinador Rui Santos e o presidente Dinis Delgado.

segunda-feira, 20 de julho de 2020

WWE | The Horror Show at Extreme Rules


Datas: 19 de julho de 2020
Arena: WWE Performance Center
Localidade: Orlando, Flórida

sábado, 18 de julho de 2020

Os 10 melhores combates de sempre do Extreme Rules

Edge e Jeff Hardy protagonizaram grande espetáculo em 2009
Implementado em 2009 como um pay-per-view em que todos os combates ou pelo menos os mais importantes eram disputados sob regras que não contemplavam desqualificações, o Extreme Rules sucedeu ao One Night Stand, que em 2005 e 2006 funcionou como evento de reunião da ECW e em 2007 e 2008 como um PPV regular da WWE.

Sem uma localização fixa no calendário anual, o Extreme Rules tem alternado entre os meses de abril, maio, junho e julho, mas apresentado sempre combates com estipulações hardcore, como Last Man Standing, Steel Cage e Extreme Rules matches.

sexta-feira, 17 de julho de 2020

Bruno Santos: “Viver na Moita desde criança e jogar no Moitense é simplesmente fantástico”

Médio luso-angolano Bruno Santos está no Moitense desde 2016-17
Não tem sido fácil o trajeto futebolístico do médio luso-angolano Bruno Santos. Devido a problemas com documentação, ficou privado de jogar pelo 1º de Maio Sarilhense enquanto infantil e pelo Pinhalnovense enquanto juvenil. Mas foi a tempo de se sagrar campeão distrital de juniores pela equipa de Pinhal Novo.

Desde 2016-17 ao serviço do clube da vila onde reside, o Moitense, o centrocampista viu a vida profissional retirar-lhe a possibilidade de jogar tanto quanto desejava ao fim de semana, mas renovou contrato e promete aparecer forte na próxima temporada, até porque, aos 23 anos, ainda sonha tornar-se futebolista profissional.

quinta-feira, 16 de julho de 2020

A minha primeira memória de… FC Porto campeão

FC Porto de 2002-2003 dominou campeonato de início ao fim
Tinha 11 anos de idade quando pela primeira vez vi o FC Porto campeão. Como nasci em 1992 e só comecei a ligar a futebol em 2000, não acompanhei o pentacampeonato e por isso só presenciei a festa do título portista em 2003.

Residia no Barreiro, onde os portistas tinham (e têm) uma expressão diminuta, e por isso terão sido raras ou até nenhumas as buzinadelas e cânticos que terei escutado a propósito da ocasião. Mas se a festa foi discreta pelas minhas redondezas, o título acabou por ser marcante pelo desempenho fantástico do FC Porto de José Mourinho durante toda a temporada. Basta dizer que os azuis e brancos estabeleceram o recorde de pontos na altura (86) e ganharam ainda a Taça de Portugal e sobretudo a Taça UEFA.

quarta-feira, 15 de julho de 2020

Os 10 jogadores com mais jogos pelo Santa Iria no Campeonato de Portugal

Os 10 jogadores com mais jogos pelo Santa Iria no Campeonato Portugal
Fundado a 15 de julho de 1941, o Clube de Futebol de Santa Iria nasceu num momento particularmente difícil, em plena Segunda Guerra Mundial.

Ao longo de quase oito décadas, o emblema de Santa Iria da Azóia, no concelho de Loures, tem feito praticamente todo o seu trajeto nos campeonatos distritais da AF Lisboa, tendo vencido a Taça de Honra em 1996-97 e a Taça da AF Lisboa em 2015-16 e 2016-17.

Porém, tem havido exceções. Entre 1986 e 1988 participou na III Divisão (Série E) e em 2018-19 aproveitou a abertura de uma vaga ao segundo classificado do Pró-Nacional lisboeta para participar no Campeonato de Portugal. Nessa única participação, não conseguiu evitar a despromoção, terminando a competição em 15.º lugar.

terça-feira, 14 de julho de 2020

A minha primeira memória de… um jogo entre Liverpool e Arsenal

Quatro golos em Anfield: o jogo da vida de Andrei Arshavin
Quando se defrontam, Liverpool e Arsenal não só protagonizam um clássico do futebol português como reeditam duelos espetaculares, marcados por resultados à hóquei em patins. Creio que nunca me terei sentado à frente de um televisor para assistir de fio a pavio a um jogo entre estes dois colossos britânicos, mas esse não é um sinal da falta de interesse das partidas, mas sim de que sou um pecador.

A 22 de abril de 2009, fui surpreendido quando colegas de escola falavam entusiasticamente de que Liverpool e Arsenal tinham empatado na véspera a quatro golos. E tenho uma vaga ideia de à hora de almoço ter assistido à síntese do jogo no Jornal da Tarde num canal generalista.

segunda-feira, 13 de julho de 2020

Sintra + Estrela. Quando a fome se junta à vontade de comer

Presidentes Rui Silva e Dinis Delgado assinalam fusão entre clubes
Tem dado bastante que falar a fusão entre o Sintra Football e o Estrela da Amadora, aprovada este sábado em assembleia geral por 92% dos sócios. Embora a percentagem tenha sido esmagadora, não têm faltado críticos a acusar os responsáveis estrelistas de estarem a utilizar mecanismos legais para obterem com facilidade algo que poderia demorar bastante tempo a conseguir em campo: chegar ao Campeonato de Portugal e ficar mais perto das ligas profissionais.

domingo, 12 de julho de 2020

A minha primeira memória de… um jogo entre Sevilha e Maiorca

Juan Arango correu risco de vida após choque com Javi Navarro
Era preciso ter acontecido algo de muito especial para me recordar de um jogo entre Sevilha e Maiorca com mais de 15 anos. Na verdade, não vi o jogo nem me lembrava do resultado, tampouco da temporada.

Só me recordava de um incidente chocante, que envolveu o médio venezuelano do Maiorca, Juan Arango, e do defesa central do Sevilha, Javi Navarro. O jogador dos andaluzes atingiu o médio dos maiorquinos com uma violenta cotovelada que fez Arango ficar inconsciente, com parte do rosto fraturado, severos cortes na cara, a língua engolida e afastado dos relvados durante um mês. Foi este momento que retive durante o Jornal da Tarde da RTP 1 no dia seguinte, 21 de março de 2005, a contar para a 29.ª jornada da I Liga espanhola.

sábado, 11 de julho de 2020

Os 11 jogadores com mais jogos pelo Olímpico Montijo no Campeonato de Portugal

Dez jogadores que estão na história do ainda jovem Olímpico
Fundado a 11 de julho de 2007, o Clube Olímpico do Montijo ocupou na sua cidade o lugar deixo vago pelo histórico Clube Desportivo Montijo, que cessou atividade nesse ano devido às constantes dificuldades financeiras.

O Olímpico herdou as cores, as instalações desportivas e até os adeptos do clube original, que chegou a participar por três vezes na I Divisão durante a década de 1970.

Renascido das cinzas, o emblema montijense ascendeu à I Distrital da AF Setúbal logo na temporada de arranque, em 2007-08, subindo à III Divisão Nacional três anos depois. Seguiram-se cinco anos nos distritais e o regresso aos palcos nacionais em 2017-18, na primeira de três temporadas consecutivas no Campeonato de Portugal.

sexta-feira, 10 de julho de 2020

Os 10 jogadores com mais jogos pelo Moncarapachense no Campeonato de Portugal

Moncarapachense competiu no Campeonato de Portugal em 2017-18
Promovido ao Campeonato de Portugal por decisão da Federação Portuguesa de Futebol em virtude de se encontrar no primeiro lugar da I Divisão Distrital da AF Algarve à data da suspensão dos campeonatos devido à pandemia, o Lusitano Ginásio Clube Moncarapachense vai regressar a um patamar competitivo no qual já tinha competido em 2017-18.

Fundado a 4 de março de 1953, o clube de Moncarapacho, concelho de Olhão, só tinha disputado uma única vez um campeonato nacional, em 1972-73, quando participou na III Divisão – Série D, não indo além do 16.º e último lugar. Curiosamente, esse também foi o desfecho da participação no Campeonato de Portugal 45 anos depois.

quinta-feira, 9 de julho de 2020

David Nogueira: “Objetivo do Moitense é fazer melhor do que na época passada”

David Nogueira vai continuar como treinador do Moitense
Em época de estreia como treinador de seniores, David Nogueira levou o Moitense ao oitavo lugar da I Distrital da AF Setúbal até à paragem do campeonato devido à pandemia, o que seria a melhor classificação do clube desde 2004.

Numa entrevista em que se fala muito de futebol, o jovem técnico luso-angolano de 27 anos faz um balanço da temporada que passou, projeta a que se avizinha, recorda a passagem pela formação do Vitória de Setúbal, conta como o influenciou o trabalho de treinador e coordenador da Escola Academia Sporting Moita e revela ambições que tem para a carreira.

quarta-feira, 8 de julho de 2020

A minha primeira memória de… um jogo entre Boavista e Marítimo

Maritimista Paulo Sérgio e boavisteiro Whelliton em disputa de bola
21 de março de 2001. Uma quarta-feira, ao final da tarde. Meias-finais da Taça de Portugal. Estádio do Bessa em obras.  Transmissão televisiva a cargo da SIC. O Boavista, líder da I Liga com seis pontos de vantagem sobre FC Porto e Sporting quando estavam decorridas 25 das 34 jornadas, era claro favorito na receção ao Marítimo.

Prestes a conquistarem o primeiro título nacional da sua história, os axadrezados, orientados por Jaime Pacheco, sonhavam também com a presença no Jamor depois de terem eliminado Freamunde, Desp. Aves, Penafiel e Moreirense nas rondas anteriores.

terça-feira, 7 de julho de 2020

Os 10 jogadores com mais jogos pelo Desportivo das Aves na II Liga

Dez jogadores históricos do Clube Desportivo das Aves
Despromovido à II Liga depois de uma época para esquecer no patamar maior do futebol português, o Clube Desportivo das Aves vai regressar a um patamar competitivo no qual é recordista de participações: 25. Em 2020-21 somará a 26.ª e evitará assim que o Penafiel se colasse à liderança deste ranking.

Desde que a II Liga foi implementada, em 1990-91, os avenses só não competiram no segundo escalão em cinco ocasiões, mas por uma boa causa, pois competiam na I Liga. Foi assim em 2000-01, 2006-07 e entre 2017-18 e 2019-20. Porém, a estreia entre a elite do futebol português tinha acontecido antes, em 1985-86, então no culminar de uma ascensão meteórica, que no espaço de um ano levou o clube do concelho de Santo Tirso desde a III Divisão à I.

segunda-feira, 6 de julho de 2020

Feirense. A simplicidade e a importância do futebol de Fabrício Simões

Avançado Fabrício Simões vai jogar pelo Feirense em 2020-21
Oito golos em 28 jogos oficiais pelo Farense na temporada passada depois de ter sido uma peça importante na promoção do Famalicão à I Liga não são números extraordinários para Fabrício Simões, mas o seu contributo para o coletivo não se mede pela frieza das estatísticas.

domingo, 5 de julho de 2020

Os 10 jogadores com mais internacionalizações por Cabo Verde

Dez futebolistas que estão na história da seleção de Cabo Verde
Nação independente desde 5 de julho de 1975, Cabo Verde é representado por uma seleção nacional de futebol desde 7 de janeiro de 1979, quando os tubarões azuis disputaram o primeiro jogo da sua história, numa derrota com a Guiné-Bissau (0-3) em Bissau.

Porém, foram necessários mais anos para ver a seleção cabo-verdiana disputar uma qualificação para um Campeonato do Mundo, no caso o de 2002, tendo sido eliminada pela Argélia.

Ainda assim, havia ainda mais e melhor para conseguir. Em 2013, Cabo Verde participou pela primeira vez numa Taça das Nações Africanas, tendo atingido os quartos-de-final. Dois anos depois voltou a participar no CAN, mas foi afastado logo na fase de grupos.

sábado, 4 de julho de 2020

O regista Pjanic e a compatibilidade com Busquets no Barcelona

Pjanic ruma ao Barça num negócio que leva Arthur para Turim
É comum ver no futebol italiano o organizar de jogo de uma equipa a atuar imediatamente à frente da linha defensiva, como médio mais recuado. Na terminologia do calcio, a essa função dá-se o nome de regista e nas últimas duas décadas teve em Andrea Pirlo um mestre a desempenhá-lo.

Tanto no AC Milan como na Juventus ou até mesmo na seleção italiana, Pirlo era simultaneamente o médio mais recuado e o mais criativo da sua equipa, algo habitual em solo transalpino, mas que no restante planeta futebolístico pareceria um contrassenso. Já imaginaram o Barcelona de Guardiola com Xavi atrás de Busquets? Ou o Real Madrid de Zidane com Modric atrás de Casemiro? Pois é.

sexta-feira, 3 de julho de 2020

Os 10 jogadores com mais jogos pelo Casa Pia na I Divisão

A equipa do Casa Pia que jogou na I Divisão em 1938-39
Fundado a 3 de julho de 1920, o Casa Pia Atlético Clube é a Associação Pós-Escolar da Casa Pia de Lisboa, uma associação de utilidade pública e membro-honorário da Ordem de Benemerência que agrega todos os indivíduos imbuídos do espírito casapiano, designadamente antigos e atuais alunos da Casa Pia de Lisboa.

Ainda assim, a primeira equipa de futebol da Casa Pia de Lisboa remonta ao final do século XIX, pelo que o clube se autointitula fundador do desporto em Portugal. "Os antigos alunos da Casa Pia de Lisboa tinham uma equipa de futebol, que era a Associação do Bem, e que estiveram na origem da implementação do futebol em Portugal, no final do século XIX. Os casapianos estiveram na fundação do Benfica [nomeadamente Cosme Damião] e um dos primeiros presidentes do Sporting [Daniel Queiroz dos Santos] era casapiano. Primeiro fundaram e estiveram entretidos noutros clubes e só depois é que fundaram o Casa Pia Atlético Clube", recordou o presidente Victor Seabra Franco ao DN.

quinta-feira, 2 de julho de 2020

A minha primeira memória de… um jogo entre Real Madrid e Getafe

Encontro de 21 de abril de 2009 marcado por cenas de violência
A minha primeira memória de um confronto entre Real Madrid e Getafe é relativa a um jogo que tinha tudo para passar discreto nos anais da história. À entrada para esse jogo de 21 de abril de 2009, os merengues estavam a seis pontos do líder Barcelona, quando faltavam apenas sete jornadas para o fim da edição de 2008-09 da I Liga espanhola. Já o Getafe estava quatro pontos acima da zona de despromoção, ocupada por Recreativo Huelva, Espanyol e Numancia.

Num encontro bem disputado, o Getafe adiantou-se no marcador aos 10 minutos, por Roberto Soldado, avançado formado precisamente no Real Madrid.

quarta-feira, 1 de julho de 2020

Os 11 jogadores com mais jogos pelo Sporting na I Divisão

Dez jogadores que ficaram na história do Sporting Clube de Portugal
Fundado a 1 de julho de 1906 por dissidentes do Campo Grande Football Clube, entre os quais José Alvalade, o Sporting Clube de Portugal teve desde sempre o objetivo de se tornar “um grande clube, tão grande como os maiores da Europa”.

Depois de ter demonstrado a sua força no Campeonato de Lisboa e no Campeonato de Portugal nas primeiras décadas de existência, o emblema verde e branco não só foi um dos clubes que esteve na primeira edição na I Divisão, em 1934-35, como esteve em todas as edições da prova e é o terceiro clube com mais títulos (18).
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...