segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

Rafael Barbosa de volta à II Liga para dar Paços em frente na carreira

Rafael Barbosa chegou à Capital do Móvel no mercado de inverno
Após uma temporada em que brilhou ao serviço do Sporting B, apesar da despromoção ao Campeonato de Portugal, Rafael Barbosa estreou-se na I Liga ao serviço do Portimonense, tendo participado em quatro jogos pela equipa principal antes de terminar abruptamente a passagem pelo Algarve.

As várias versões contradizem-se, mas todas admitem, no mínimo, uma altercação entre o jogador e Rodiney Sampaio, presidente da SAD do emblema de Portimão, no final de um jogo da Liga Revelação com o Benfica, a 29 de setembro. O futebolista regressou prontamente ao Sporting, clube que o tinha emprestado, mas até ao final de dezembro que se limitou apenas a treinar com a formação sub-23. Ou seja, já são mais de três meses sem competir em qualquer partida e quase quatro – desde 2 de setembro – sem participar num desafio de uma liga profissional.

domingo, 30 de dezembro de 2018

Um olhar sobre os primeiros reforços do Corinthians para 2019

Richard, Ramiro e Sornoza são os reforços mais sonantes do timão
Depois de um desapontante 13.º lugar no Brasileirão em 2018, que quase nem dava direito a participar nas competições internacionais, o Corinthians tem sido um dos clubes mais ativos no mercado de transferências em terras de Vera Cruz. A principal contratação terá sido mesmo o treinador Fábio Carille, um homem da casa que regressa ao Itaquerão depois de meio ano nos sauditas do Al Wehda.

sábado, 29 de dezembro de 2018

Ricardo Pereira deu um salto no futebol inglês

Ricardo Pereira está na primeira época ao serviço do Leicester
Se dúvidas houvessem acerca do seu valor, estão a ser dissipadas esta época ao serviço do Leicester City. Tal como Cédric Soares quando há três anos e meio trocou o Sporting pelo Southampton, também Ricardo Pereira cresceu muito em poucos meses enquanto lateral direito no futebol inglês.

Se o ex-FC Porto já tinha evidenciado qualidade para fazer a posição no Nice – onde foi orientado pela primeira vez por Claude Puel, seu atual treinador - e no Dragão, juntando capacidade ofensiva a asserto posicional, em Inglaterra ganhou intensidade, agressividade, rapidez de pensamento e mais experiência a fazer a posição numa equipa que oferece um contexto em que nem sempre pode fazer vaivéns de área a área.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Um Estoril assimétrico e com ideias próprias

Luís Freire deixou o Mafra para assumir o comando do Estoril
Na supercompetitiva e caótica II Liga, onde quem normalmente leva a melhor não é quem tem mais qualidade, mas sim quem erra menos, ainda há espaço para um futebol mais elaborado e esteticamente mais aprazível associado a resultados desportivos. É o caso do Estoril de Luís Freire, um clube e um treinador que vinham de realidades distintas, mas que estão a funcionar bem em conjunto à beira do final da primeira volta, com os canarinhos a praticarem bom futebol e a estarem envolvidos na luta a três pela subida ao primeiro escalão, juntamente com Famalicão e Paços de Ferreira.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

WWE | Os 10 melhores combates de 2018

Gargano e Ciampa roubaram o espetáculo em 2018
Concluído 2018 no que a PPV’s da WWE diz respeito, apresentamos a nossa seleção das dez melhores contendas do ano que está prestes a terminar, contabilizando apenas aquelas que ocorreram em eventos especiais.

Se no ano passado AJ Styles e Roman Reigns terminaram empatados como lutadores com mais aparições neste Top 10 (com três citações), agora volta a surgir uma igualdade, mas desta feita entre Johnny Gargano e Tommaso Ciampa (quatro citações), curiosamente dois elementos do NXT, a suposta brand de desenvolvimento da WWE. Os nomes de Becky Lynch, Charlotte Flair e Velveteen Dream também aparecem mais do que uma vez.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

Três jogadores do Athletico Paranaense para a Europa ter em conta

Bruno Guimarães e Renan Lodi revelaram-se em 2018
Recém-coroado vencedor da Copa Sul-Americana, o agora denominado Club Athletico Paranaense aliou a conquista do seu primeiro título internacional a uma vitória do próprio projeto desportivo, apresentando uma equipa recheada de jovens, muitos deles da formação do clube. Sob o comando técnico de Tiago Nunes, contrato em abril de 2017 para assumir a equipa de sub-23, mas que em junho de 2018 acabou por render Fernando Diniz à frente do time principal, a aposta na juventude foi uma imagem de marca.

Se o médio criativo Raphael Veiga, que estava emprestado pelo Palmeiras, garantiu o bilhete de regresso ao verdão, e se o ponta de lança Pablo se transferiu para o São Paulo por seis milhões de euros, outros valores apareceram e já conseguiram captar a atenção de clubes europeus. Saiba quem são.

segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

Fome do Benfica deu em fartura frente a Sp. Braga irreconhecível

Pizzi deu o mote para a goleada com um golo aos 19 minutos
Costuma dizer-se que não há fome que não dê em fartura e o Benfica que o diga. Depois de quatro vitórias pela margem mínima e exibições pálidas frente a V. Setúbal, AEK, Marítimo e Montalegre, as águias deixaram-se embalar pelo apetite da quadra natalícia e encheram a barriga de golos (6-2) frente a um Sp. Braga que apareceu na Luz com sinais de indisposição, completamente irreconhecível.

domingo, 23 de dezembro de 2018

ROH | Os 10 melhores combates de 2018

The Briscoes e The Young Bucks voltaram a dar espetáculo
Concluído 2018 no que a iPPV’s da ROH diz respeito, apresentamos a nossa seleção das dez melhores contendas do ano que está prestes a terminar, contabilizando apenas aquelas que ocorreram em eventos especiais. Tal como no ano passado, os Young Bucks (Matt e Nick Jackson) foram os que deram mais espetáculo, aparecendo por quatro vezes na lista, seguidos dos So Cal Uncensored (Scorpio Sky, Christopher Daniels e Frankie Kazarian), com três citações. Com duas aparições neste surgem os The Briscoes (Jay Briscoe e Mark Briscoe), Marty Scurll e Cody.


sábado, 22 de dezembro de 2018

As minhas primeiras memórias de… jogos entre Sporting e V. Guimarães

Acosta brilhou nos duelos de Guimarães e Alvalade
As minhas primeiras memórias de jogos entre Sporting e Vitória de Guimarães remontam à temporada 2000/01, para a qual os leões partiram na pele de campeões nacionais mas encerraram em terceiro lugar e na qual os vimaranenses não foram além da 15.ª posição, apenas uma acima da zona de despromoção.

Os dois confrontos entre os dois clubes nessa época ficaram marcados por hat-tricks de Beto Acosta, então veterano avançado argentino de 34 anos que no que a campeonato diz respeito marcou quase tantos golos aos minhotos (seis) como às outras 16 equipas (oito).

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

A minha primeira memória de… um jogo entre Benfica e Sp. Braga

Tiago, Dani, Barroso e Poborsky no duelo de outubro de 2000
Ainda o Sp. Braga não era o Sp. Braga que é hoje na única época em que ficou à frente do Benfica no campeonato, em 2000/01, quando fechou a I Liga no quarto lugar e as águias em sexto, a pior classificação de sempre dos encarnados. E foi precisamente o primeiro duelo entre ambas as equipas nessa temporada, no antigo Estádio da Luz a 2 de outubro de 2000, o primeiro encontro de que tenho memória entre benfiquistas e bracarenses.

Numa fase em que o campeonato estava apenas na 6.ª jornada, ainda se estava longe de se imaginar que os encarnados, então orientados por José Mourinho, terminassem em posição tão baixa, apesar do mau arranque. Já a formação orientada por Manuel Cajuda, por alguns considerado o pai do Sp. Braga atual, tinha entrado nessa ronda como líder isolado.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

ROH | Final Battle 2018

The Briscoes vencem Ladder War e sagram-se campeões pela 10.ª vez; Lethal retém o título diante de Cody e terá Marty Scurll como futuro adversário



Data: 14 de dezembro de 2018
Arena: Hammerstein Ballroom
Localidade: Nova Iorque, Nova Iorque


quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

WWE | TLC: Tables, Ladders & Chairs 2018

Ronda Rousey ajuda Asuka a conquistar o título feminino do Smackdown; Dean Ambrose novo campeão intercontinental; Braun Strowman garante o direito de enfrentar Brock Lesnar pelo WWE Universal Championship



Data: 16 de dezembro de 2018
Arena: Target Center
Localidade: Minneapolis, Minnesota


terça-feira, 18 de dezembro de 2018

As minhas primeiras memórias de… José Mourinho

Mourinho e Maniche nos tempos de ambos no Benfica
2000 foi o ano em que me tornei adepto de futebol e também o ano que marcou o arranque da carreira de treinador principal de José Mourinho, que até então apenas tinha assumido as funções de adjunto na alta-roda do futebol.

Praticamente um autêntico desconhecido do grande público, chegou ao Benfica como escolha de Vale e Azevedo para substituir Jupp Heynckes praticamente um mês depois do início da temporada 2000/01, e não se pode dizer que tenha tido um começo propriamente auspicioso. À derrota no Bessa (0-1) na estreia oficial, seguiu-se um empate no antigo Estádio da Luz diante da modesta equipa sueca Halmstads (2-2), que ditou a eliminação da então Taça UEFA.

sábado, 15 de dezembro de 2018

Ryan Gauld em Faro a ganhar balanço

Ryan Gauld está em Portugal desde 2014
Ao cabo de mais de quatro anos em Portugal, Ryan Gauld já é visto por muitos como uma promessa adiada, que tarda em singrar apesar dos diversos contextos em que esteve inserido. Para reforçar essa tese, o empréstimo desta época ao Farense, da II Liga, soa a despromoção. Afinal, o médio escocês já teve períodos em que apareceu a espaços (e sem propriamente desiludir) na equipa principal do Sporting e duas cedências a equipas de I Liga, o Vitória de Setúbal (2016/17) e o Desportivo das Aves (2017/18). Olhando para os seus números e para o seu currículo, é o que se conclui.

No entanto, o outrora apelidado de Baby Messi ou de Scottish Messi completa apenas 23 anos a 16 de dezembro de 2018 e, agora que volta a ter alguma sequência de jogos e muitos minutos de competição, torna a exibir uma qualidade que não cabe no contexto qualitativo do segundo escalão do futebol nacional.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Lucho ainda mexe à beira dos 38 anos

Ex-portista Lucho González é capitão do Atlético Paranaense

Provavelmente muitos já julgavam que estivesse retirado, mas a verdade é que Lucho González não só ainda joga futebol, como o faz a um nível bastante aceitável e poderá estar a 90 minutos de erguer uma competição internacional, no caso a Copa Sul-Americana, ao serviço do Atlético Paranaense, equipa da qual é capitão.

É verdade que é notório que os reflexos já não são os mesmos de antigamente e que tem dificuldades em manter-se fisicamente disponível durante os 90 minutos – é raro o jogo em que os cumpre -, mas o médio argentino mantém, a pouco mais de um mês de completar 38 anos, muitos dos atributos que fizeram dele internacional pelo seu país por 45 vezes e campeão português por seis.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

A minha primeira memória de… um dérbi entre Barreirense e Fabril

Dérbi de dezembro de 2007 foi o primeiro em mais de 24 anos
Natural (embora não nascido…) e criado no Barreiro – onde, aliás, ainda resido -, desde a viragem do milénio que boa parte das minhas tardes de domingo foram passadas no Estádio Alfredo da Silva, casa do Grupo Desportivo Fabril, antes conhecido como CUF e Quimigal. E em alguns casos, quando os fabrilistas jogavam fora, ia ao D. Manuel de Mello e mais tarde à Verderena assistir aos encontros do Barreirense.

Vivenciei vitórias suadas, goleadas, derrotas inesperadas, empates comprometedores e até subidas e descidas de divisão dos dois históricos clubes da minha cidade. Habituei-me a ver o Fabril a deambular entre a antiga III Divisão e a I Distrital da AF Setúbal e o Barreirense como uma das principais equipas da então II Divisão B – Zona Sul.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Vai ser bastante divertido ver o Sporting jogar

Holandês Marcel Keizer continua invicto de leão ao peito

Ao cabo de três jogos como treinador do Sporting, Marcel Keizer soma outras tantas vitórias, uma em cada competição, 13 golos marcados e três sofridos. Do ponto de vista estatístico e resultadista, é um começo fantástico. Mas a julgar pela amostra de modelo de jogo e capacidade para a operacionalizar, é brilhante. Só o tempo dirá se os leões ficarão ou não mais perto de serem campeões com o holandês ao leme, mas arrisco desde já adiantar uma certeza: vai ser bastante divertido ver o Sporting jogar.

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Conceição já foi expulso dez vezes. "O controlo emocional trabalha-se", diz psicólogo

Sérgio Conceição soma duas mãos cheias de expulsões
Ao festejar efusivamente o golo fora de horas de Hernâni virado para o banco do Boavista no dérbi da Invicta deste domingo, no Bessa, Sérgio Conceição recebeu do árbitro Hugo Miguel ordem de expulsão pela terceira vez na época, pela quarta vez desde que orienta o FC Porto e pela décima ocasião na carreira de treinador.

No calor do jogo, as emoções estão à flor da pele, mas as do técnico portista fazem-se com maior intensidade ou... então são apenas mais castigadas pelos árbitros. "Um jogo é propício a emoções e essas emoções provocam reações diferentes em função da personalidade e da experiência das pessoas, neste caso de um treinador mas também ex-jogador", começou por explicar ao DN o especialista em Psicologia Desportiva, Jorge Silvério.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Aos 60 anos, Rosa Mota vence em Macau: "Não tinha nada que fazer, resolvi participar"

Rosa Mota venceu a maratona olímpica de Seul, em 1988
Estamos em 2018 mas uma das notícias deste domingo é a vitória de Rosa Mota numa prova internacional, neste caso a mini-maratona de Macau. Aos 60 anos e três décadas depois de ter conquistado a medalha olímpica na maratona dos Jogos de Seul, na Coreia do Sul, a antiga atleta foi a primeira a cortar a meta após 5.200 metros em 22:02 minutos.

"Foi ótimo. Têm aqui a mini-maratona, não tinha nada que fazer e resolvi participar. Continuo a gostar de correr mas só faço distâncias curtas, até 10 quilómetros", sintetizou ao DN a sempre simpática ex-campeã do mundo e da Europa, que foi convidada pela organização da 37.ª Maratona Internacional para assumir o papel de embaixadora anti-doping. "Fizemos uma ação de sensibilização para os atletas e explicámos o que é o controlo antidoping. Achei muito interessante e nunca tinha visto tal noutro lado do mundo. A batota e o doping existem, mas temos de tentar acabar com eles", acrescentou, agrada com a organização.

domingo, 2 de dezembro de 2018

Benfica do "lento, lento, lento" a reentrada a todo o gás

Rafa em disputa de bola com Bruno Nascimento
O Benfica voltou este sábado às vitórias e a exibir, pelo menos durante a segunda parte, futebol de grande qualidade, na receção ao Feirense (4-0) que valeu a subida provisória ao segundo lugar, horas antes de o Sp. Braga receber o Moreirense e na antevéspera de uma difícil deslocação do Sporting a Vila do Conde.

Para encerrar uma semana atribulada, na qual Rui Vitória esteve com um pé de fora do clube, conforme assumiu Luís Filipe Vieira, os encarnados iniciaram o encontro precisamente como o seu presidente não queria: a jogar "lento, lento, lento". Durante uma primeira parte praticamente sem qualquer bruaá, fizeram-se ouvir os assobios de parte dos adeptos benfiquistas, insatisfeitos com a falta de dinâmica da circulação de bola, a incapacidade para chegar com perigo à área contrária e os contra-ataques venenosos dos fogaceiros. Um livre de Pizzi defendido por Caio Secco, aos 28 minutos, foi a única situação de perigo da etapa inicial.

sábado, 1 de dezembro de 2018

A minha primeira memória de… um jogo entre Sporting e Rio Ave

Idalécio e Silva em disputa de bola no jogo de Alvalade

Os jogos entre Rio Ave e Sporting ainda não atingiram o estatuto de clássico de futebol português, mas jamais me esquecerei do primeiro duelo que vivenciei entre ambos os clubes. Porquê? Porque assisti ao encontro ao vivo, naquela que foi a primeira vez que entrei num dos estádios construídos para o Euro 2004, no caso o Estádio José Alvalade.

Os dez novos ou remodelados recintos que Portugal ganhava por essa altura primavam quase todos pela modernidade, nomeadamente pela maior proximidade entre relvado e bancadas e pela cobertura que protege os adeptos da chuva ou do sol, entre outras funcionalidades. No caso do então também conhecido como Alvalade XXI, destacavam-se igualmente as bancas coloridas, com o propósito de dar sempre a ideia de grandes assistências, e o não menos controverso fosso entre bancadas e o relvado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...