quinta-feira, 2 de abril de 2020

Os 10 jogadores mais valiosos infetados pelo novo coronavírus

Covid-19 atingiu este grupo de jogadores avaliado em €278 milhões
O novo coronavírus nasceu na cidade de chinesa de Wuhan no final do ano passado e não só veio para ficar como se tem alastrado por todo o mundo. Na hora do contágio, ninguém tem escapado: novos, velhos, ricos, pobres, famosos, anónimos, banqueiros e sim, também jogadores de futebol.


Em Itália, o país que reportou mais mortes, o futebol começou a ser disputado à porta fechada. Depois os campeonatos foram suspensos. E posteriormente foram anunciados os primeiros casos de futebolistas infetados, incluindo três companheiros de Cristiano Ronaldo na Juventus. Porém, também em Espanha, Inglaterra e na Alemanha alguns craques avaliados em dezenas de milhões de euros foram contaminados.

Em alguns casos os clubes optaram por não revelar a identidade dos seus jogadores infetados, mas vale a pena conhecer a lista de futebolistas mais valiosos da atualidade que revelaram estar a contas com o novo coronavírus, segundo o transfermarkt. No total, esta lista restrita está avaliada em 278 milhões de euros.


10. Wu Lei (10 milhões de euros)

Cerca de três meses depois de o novo coronavírus ter sido noticiado na China, o melhor e mais mediático futebolista chinês da atualidade foi infetado… em Espanha. A 17 de março o Espanyol anunciou seis casos positivos de covid-19 entre jogadores e equipa técnica, sem revelar o nome dos infetados, mas quatro dias depois o extremo de 28 anos assumiu ser um dos contaminados.
“Olá, queridos adeptos. Como sabem, estou infetado com covid-19. Estou em casa para iniciar o período de quarentena. Mentalmente estou bem e quase já não tenho sintomas. Fizeram-me uma série de exames aos pulmões e um TAC. Os resultados das provas foram muito bons. Agradeço-vos pelas mensagens de carinho e apoio. Não se preocupem. Quero que tomem consciência do vírus. Ainda não o vencemos, por isso, sigam as indicações das autoridades de saúde, lavem as mãos regularmente e não saiam de casa. Acredito que venceremos a covid-19”, anunciou Wu Lei nas redes sociais.



9. Manolo Gabbiadini (12 milhões de euros)

O segundo jogador da Série A infetado com covid-19, anunciou a Sampdoria a 12 de março. Num curto comunicado, o clube de Génova disse que o avançado internacional italiano de 28 anos tinha febre, mas que estava bem.
“Também testei positivo por coronavírus. Quero agradecer a todos as mensagens que já me chegaram e dizer que estou bem, não se preocupem. Siga todas as regras, fique em casa que tudo vai resolver-se”, escreveu Manolo Gabbiadini no Twitter.
Um dia depois, a Samp informou que há mais cinco infetados pelo novo coronavírus: os futebolistas Omar Colley, Albin Ekbal, Antonino La Gumina e Morten Thorsby e o médico Amedeo Baldari.



8. Blaise Matuidi (13 milhões de euros)

Em isolamento em casa desde 11 de março, Blaise Matuidi tornou-se seis dias depois o segundo caso positivo de coronavírus no plantel principal da Juventus – já lá vamos ao primeiro… e ao terceiro. O médio internacional francês de 32 anos, porém, encontra-se assintomático e bem de saúde.
“Sou portador assintomático do vírus, ciente do privilégio de ser jogador de futebol profissional e, como tal, beneficiar de um acompanhamento médico regular e excelente. Se não fosse assim, provavelmente nunca o saberia”, reconheceu o companheiro de equipa de Cristiano Ronaldo, que deixou uma recomendação aos fãs através das redes sociais: “Vamos manter-nos disciplinados e unidos para que possamos abraçar nossos filhos em breve, abraçar os nossos pais, estar com os nossos irmãos e irmãs e celebrar golos com nossos companheiros de equipa. Eu sou positivo, nós faremos isso.”








Je suis positif. Habituellement j’aime penser que je suis positif. Quelqu’un qui essaie d’irradier de bonnes ondes autour de lui, ma famille, mes amis, mes coéquipiers. Aujourd’hui je reste positif. Je suis porteur asymptomatique du virus, conscient d’avoir le privilège d’être un footballeur professionnel et de bénéficier à ce titre d’un suivi médical régulier et excellent. Si ce n’était pas le cas, je ne l’aurais sans doute jamais su. Je suis positif, je suis fort, le moral est bon, celui de ma famille aussi. Je suis positif, nous ressortirons collectivement plus forts de cette épreuve, elle va nous apprendre à mieux nous connaitre, à être plus solidaires, plus généreux, meilleurs. Je vous remercie pour vos messages d’amitié et de soutien. Restons disciplinés et unis pour pouvoir bientôt faire des câlins à nos enfants, prendre nos parents dans les bras, checker nos frères et soeurs et célébrer des buts avec nos coéquipiers. Je suis positif, nous allons le faire. Blaise ____ Sono positivo. Abitualmente amo pensare che sono positivo perché sono una persona che cerca di irradiare buone sensazioni attorno a sé, alla mia famiglia, ai miei amici ai miei compagni. Oggi resto positivo. Sono portatore asintomatico del virus, cosciente di avere il privilegio di essere un calciatore professionista e di beneficiare per questo motivo di un monitoraggio sanitario regolare e eccellente. Se non lo fossi stato, forse non avrei mai saputo di esserlo. Sono positivo, sono forte, il mio morale é alto come quello della mia famiglia. Sono positivo, usciremo collettivamente più forti da questa prova, che ci insegnerà a conoscerci meglio, a essere più solidali, più generosi, migliori. Ringrazio tutti voi per i vostri messaggi di amicizia e di sostegno. Restiamo disciplinati e uniti per poter presto tornare a fare le coccole ai nostri figli, abbracciare i nostri genitori, dare la mano ai nostri fratelli e sorelle e festeggiare i gol con i nostri compagni. Sono positivo, ce la faremo. Blaise
Uma publicação partilhada por Blaise Matuidi Officiel (@blaisematuidiofficiel) a


7. Daniele Rugani (15 milhões de euros)

O responsável – ainda que involuntário – por ter feito disparar os alarmes nos principais campeonatos europeus. A 11 de março, a Juventus anunciou que o central internacional italiano de 25 anos foi diagnosticado com coronavírus, ainda que assintomático.
“Imagino que tenha lido a notícia de que estou infetado, quero tranquilizar todos os que possam estar preocupados comigo, estou bem. Peço a todos que respeitem as regras, porque o vírus não faz distinções”, escreveu no Twitter, a viver dias de grande ansiedade pois a namorada encontra-se grávida.
O clube de Turim ativou de imediato todos os procedimentos de isolamento requeridos por lei tanto ao jogador como a todos os que estiveram contacto com ele, nomeadamente todo o plantel, incluindo Cristiano Ronaldo que na altura já se encontrava no Funchal para estar com a mãe, que tinha sofrido um AVC há poucos dias.
Também o Inter de Milão, que dias antes tinha defrontado a Juventus, decidiu suspender todas as atividades e colocar o plantel de quarentena.



6. Patrick Cutrone (17 milhões de euros)

Patrick Cutrone chegou à Fiorentina apenas em janeiro, por empréstimo do Wolverhampton, e só tinha disputado nove jogos e marcado um golo quando o novo coronavírus lhe bateu à porta, anunciou o clube de Florença a 14 de março.
“Obrigado a todos pelo apoio e pelas mensagens de afeto. Estou bem, em casa e a seguir o protocolo que me indicaram. Recomendo que sigam escrupulosamente as instruções que as autoridades nos dão todos os dias. Obrigado. Patrick”, escreveu o avançado internacional italiano de 22 anos no Instagram.



5. Germán Pezzella (18 milhões de euros)

O capitão da Fiorentina não escapou ao novo coronavírus, anunciou o clube italiano a 14 de março. “A Fiorentina anuncia que, devido à presença de alguns sintomas, os jogadores Patrick Cutrone e German Pezzella e o fisioterapeuta Stefano Dainelli foram submetidos a um teste e o resultado foi positivo. Todos estão de boa saúde nas respetivas casas em Florença”, escreveu o clube nas redes sociais.
Desde então que o central internacional argentino de 28 anos tem vindo a apelar à permanência em casa como forma de prevenir a propagação do coronavírus. “Por favor, tomem consciência. Isto não são férias. Fiquem em vossa casa e pensem nos outros, porque é um vírus silencioso e ninguém sabe se alguém já o tem ou não. Ajudemo-nos entre todos. Um abraço e fiquem em vossas casas”, vincou, através de um vídeo.



4. Dusan Vlahovic (18 milhões de euros)

A Fiorentina tem sido dos clubes mais afetados pelo covid-19 e Dusan Vlahovic que o diga. O emblema de Florença anunciou a 13 de março que o avançado de 20, internacional sub-21 pela Sérvia, estava infetado. “A Fiorentina informa que o jogador Dusan Vlahovic testou positivo para o coronavírus covid-19. O jogador está assintomático e em sua casa”, escreveram os responsáveis do clube viola nas redes sociais.
“Gostaria de tranquilizar todos e dizer para que não se preocupem, porque estou bem. Sei que não será este vírus que me vai travar. Eu vou marcar-lhe”, escreveu no mesmo dia nas redes sociais.



3. Callum Hudson-Odoi (35 milhões de euros)

A poderosa Premier League foi dos últimos grandes campeonatos europeus a tomar medidas preventivas em relação ao novo coronavírus e não escapou à propagação do surto. A 13 de setembro, o Chelsea anunciou que o jovem extremo internacional inglês Callum Hudson-Odoi, de apenas 19 anos, estava infetado por covid-19.
“As instalações da equipa de futebol e os campos estão encerrados. Apesar dos resultados, o Callum está bem e com vontade de regressar o mais rápido possível”, explicou o clube em comunicado.
Já o jogador, garantiu estar bem: “Olá, malta. Como sabem, estou infetado há alguns dias com o vírus, do qual estou a recuperar. Apenas tenho de seguir as recomendações e isolar-me de toda a gente durante uma semana. Espero ver-vos a todos e voltar aos relvados brevemente. Cuidem-se”, afirmou nas redes sociais.



2. José Gayà (50 milhões de euros)

A noite de 19 de fevereiro foi de muito má memória para o Valência. Não só pela goleada sofrida às mãos do Atalanta em San Siro (1-4) como pelas consequências que esse jogo e essa eliminatória tiveram no clube espanhol, que a 17 de março anunciou que 35 por cento do seu plantel testou positivo para o novo coronavírus.
O emblema valenciano não divulgou os jogadores infetados, mas o lateral esquerdo internacional espanhol de 24 anos revelou ser portado de covid-19 a 15 de março. “Encontro-me isolado em casa e totalmente assintomático. Por isso quero aproveitar esta rede social para deixar um aviso: que não colapsemos o nosso sistema de saúde. Agora são os mais velhos que mais precisam e são os casos sérios que devem ser atendidos pelos nossos heróis de saúde. Eles são os verdadeiros heróis desta pandemia. Todos juntos vamos sair vitoriosos”, escreveu nas redes sociais.



1. Paulo Dybala (90 milhões de euros)

A relação entre Paulo Dybala e o novo coronavírus começou com uma notícia falsa avançada por um jornal venezuelano que a Juventus e o próprio jogador se viram obrigados a desmentir. “Olá a todos, queria confirmar que estou bem e em isolamento voluntário. Obrigado a todos pelas mensagens e espero que estejam bem”, tweetou a 13 de março o companheiro de equipa de Cristian Ronaldo, que está entre os 30 futebolistas mais valiosos do mundo.
Porém, uma semana depois o avançado argentino de 26 anos testou positivo. “Olá a todos. Queria informar-vos que acabei de receber os resultados dos testes de Covid-19 e eu e a Oriana [mulher dele] acusámos positivo. Felizmente, estamos em perfeitas condições. Obrigado a todos pelas mensagens”, escreveu no Twitter.














Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...