quarta-feira, 17 de agosto de 2016

São Patrício não caiu do céu

Rui Patrício brilhou no Euro-2016
Rui Patrício é, hoje, reconhecido como um dos melhores guarda-redes da Europa. Os seus desempenhos ao serviço do Sporting há muito que são elogiados, mas faltava-lhe aparecer numa grande montra internacional, lacuna colmatada no recente Euro-2016.

Mas a opinião da crítica era bem diferente quando, em 2008, um jovem de 20 anos era aposta persistente de Paulo Bento para a baliza dos leões. Dadas as suas falhas comprometedoras em alguns encontros, a persistência do técnico até podia ser facilmente confundida com teimosia.

Patrício não era fiável. Era desengonçado. Saía mal aos cruzamentos. Tremia e fazia tremer quando jogava com os pés. Basicamente, transmitia pouca segurança a colegas e adeptos, que reclamavam – e até assobiavam - uma melhor solução para a baliza leonina. Sabendo o que se sabe hoje, a frase anterior pode soar a crítica aos sportinguistas, mas não há que ser hipócrita: eles não tinham mesmo razões para ficarem descansados!