domingo, 24 de fevereiro de 2019

WWE | Elimination Chamber 2019

Bayley e Sasha Banks sagraram-se as primeiras campeãs femininas de tag team; Daniel Bryan retém o WWE Championship apesar do grande desempenho de Kofi Kingston



Data: 17 de fevereiro de 2019
Arena: Toyota Center
Localidade: Houston, Texas




Elimination Chamber match pelo WWE Women's Tag Team Championship:
Nia Jax & Tamina vs. The Riott Squad (Liv Morgan e Sarah Logan) vs. Mandy Rose & Sonya Deville vs. The IIconics (Billie Kay e Peyton Royce) vs. Bayley & Sasha Banks vs. Naomi & Carmella
Bayley & Sasha Banks e Mandy Rose & Sonya Deville abriram as hostilidades. Seguiram-se as Riott Squad, que deixaram Sasha e Bayley em mau estado antes de medirem forças com Mandy e Deville.
Com as três duplas caídas no ringue, entraram em ação as IIconics, procurando colher frutos. Ainda assim, não acontecer quaisquer eliminações antes da entrada de Naomi & Carmella, eliminadas em poucos minutos pelas IIconics.
Por último, surgiram as poderosas Nia Jax e Tamina, que foram devastando tudo o que encontravam pela frente, afastando as IIconics da decisão ao fim de poucos minutos e as Riott Squad pouco depois.
O próprio ímpeto haveria de trair Nia Jax, que se espetou contra a cápsula onde se aguarda pela entrada em ringue. Quem aproveitou foram as restantes concorrentes, que aproveitaram para derrotar Tamina e consequentemente também Nia Jax.
Para fim, sobraram as duplas que abriram as hostilidades: Bayley e Sasha Banks de um lado, Mandy Rose e Sonya Deville de outro. A dada altura Mandy e Deville tiveram a vitória muito bem encaminhada depois de terem plantado Bayley contra uma das cápsulas e de Mandy Rose ter aplicado um golpe de alto impacto em Sasha no interior do ringue, mas Sasha safou-se, conseguiu que Deville acertasse em Mandy Rose com uma espécie de Spear e prendeu Deville com um Bank Statement, fazendo-a desistir.
Vencedoras: Bayley & Sasha Banks (primeiras campeãs)
Nota: 8/10


WWE SmackDown Tag Team Championship:
The Miz & Shane McMahon (c) vs. The Usos (Jey Uso e Jimmy Uso)
Combate em que os campeões mostraram grande entendimento, trabalhando muitíssimo bem em equipa durante os minutos iniciais. Entretanto, os Usos perceberam o que estava a correr mal e conseguiram responder, dando início a uma reta final emocionante, em que a vitória podia cair para qualquer dos lados.
Miz e Shane pareciam encaminhados para o triunfo quando Shane acertou com um Leap Of Faith em Jey Uso, mas no ringue Jimmy Uso aproveitou um assentamento negligente de The Miz após um Skull Crushing Finale para reverter num pin fall rápido e alcançar o triunfo e garantir a conquista dos títulos.
Vencedores: The Usos (Jey Uso e Jimmy Uso) (novos campeões)
Nota: 7/10


Handicap match pelo WWE Intercontinental Championship:
Bobby Lashley (c) & Lio Rush vs. Finn Bálor
Sem precisar da ajuda de Lio Rush, Bobby Lashley foi dominando Finn Bálor durante um longo período. O domínio era tal que Rush, ao ver Bálor caído, resolver fazer um blind tag em Bálor e tentar resolver o combate, mas Bálor aproveitou o facto de o frágil Lio Rush ser o homem legal para o derrotar após um Coup de Grâce.
Vencedor: Finn Bálor (novo campeão)
Nota: 5,5/10


WWE Raw Women's Championship:
Ronda Rousey (c) vs. Ruby Riott
Início de combate a todo o gás, com Ruby Riott a não perder tempo a atacar Ronda Rousey. Mas quem não perdeu muito tempo a arrumar o assunto foi Ronda Rousey, perante o olhar atento de Charlotte Flair, adversária da campeã do Raw na Wrestlemania.
Seguiram-se ataques insanos de Becky Lynch com muletas. Primeiro a Charlotte, depois a Ronda.
Vencedora: Ronda Rousey
Nota: -


Combate sem desqualificações:
Braun Strowman vs. Baron Corbin
Baron Corbin procurou desde cedo fazer-se auxiliar por um kendo stick para magoar Strowman, que por sua vez preferiu utilizar apenas as próprias mãos.
Depois de algum tempo a ser dominado, Strowman procurou uma mesa para causar estragos e acabou por plantar lá Baron Corbin com um Powerslam. No entanto, Lashley e McIntyre apareceram munidos de cadeiras e desataram a atacar o Monster Among Men, criando uma situação de três contra um à qual Strowman não teve argumentos para responder. Um Triple Powerbomb sobre duas mesas arrumou com ele.
Vencedor: Baron Corbin
Nota: 4/10


Daniel Bryan (c) vs. AJ Styles vs. Jeff Hardy vs. Randy Orton vs. Samoa Joe vs. Kofi Kingston
Daniel Bryan e Samoa Joe abriram as hostilidades com um jogo do gato e do rato, com Joe desde início a procurar arrumar o campeão e este a tentar responder através de golpes rápidos.
Seguiu-se a entrada de Kofi Kingston e, depois de algum tempo, a fuga de Daniel Bryan para cima de uma das cápsulas, tendo caído de lá e levado com Kofi em cima.
AJ Styles foi o senhor que se seguiu, elevando para quatro o número de participantes já em cena. Por poucos minutos, uma vez que Styles eliminou Samoa Joe ainda antes da entrada de Jeff Hardy. Hardy também não durou muito tempo, após ter sido acertado por um Running Knee de Daniel Bryan depois de aplicar um fantástico Swanton Bomb em Styles, a partir do topo de uma das cápsulas para cima do adversário, que estava deitado em cima da corda superior.
Com Styles, Bryan e Kofi já muito desgastados, foi a vez de surgir Randy Orton, que afastou Styles depois de intercetar um Springboard com um impactante RKO.
Orton parecia lançado para ganhar o combate, mas foi surpreendentemente eliminado por Kofi Kingston, após um Trouble in Paradise que deixou a decisão para Bryan e Kofi. Kofi esteve próximo do triunfo após um SOS, mas Bryan safou-se. O campeão sentia bastantes dificuldades perante um público empolgado pela possibilidade de ver Kofi conquistar pela primeira vez um dos títulos principais, mas parecia ter conseguido arrumar o assunto quando atirou Kofi contra uma das cápsulas e depois lhe aplicou um Running Knee, só que o membro dos The New Day safou-se. Kofi aplicou um Trouble in Paradise e Bryan um Yes Lock, mas nenhuma das manobras garantiu a vitória. Depois ambos subiram ao topo de uma das cápsulas, com Bryan a cair sem grande impacto e Kofi a atirar-se lá de cima mas sem acertar no alvo, tendo o campeão aproveitado para executar o Running Knee vitorioso.
Vencedor: Daniel Bryan
Nota: 8/10






















Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...