quarta-feira, 31 de março de 2021

Os 11 melhores combates de sempre pelo WWE Intercontinental Championship

Título Intercontinental é o terceiro mais antigo da WWE
Instituído a 1 de setembro de 1979, o Intercontinental Championship é um dos mais antigos e e prestigiados títulos da World Wrestling Entertainment (WWE), apesar das sucessivas mudanças de design e de ter perdido algum protagonismo depois da brand split de 2002.
 
Com Pat Patterson como primeiro detentor, o cinturão esteve 454 dias consecutivos na posse de The Honky Tonk Man e foi conquistado nove vezes por Chris Jericho, recordistas de duração e número de reinados, respetivamente.
 
Vale por isso a pena recordar os onze melhores combates de sempre pelo WWE Intercontinental Championship.
 
 
WWF Intercontinental Championship:
Randy Savage (c) vs. Ricky Steamboat
Randy Savage defendia o título diante de Ricky Steamboat num evento em novembro de 1986 quando decidiu utilizar uma campainha para lesionar seriamente o adversário, afastando-o dos ringues durante vários meses.
A rivalidade foi sendo alimentada e culminou na Wrestlemania, com George “The Animal” Steele no canto de Steamboat, enquanto Savage fazia-se acompanhar por Miss Elizabeth.
 
 
 
Monday Night Raw (19 de julho de 1993) 
WWF Intercontinental Championship:
Shawn Michaels (c) vs. Marty Jannetty
À procura de se afirmar individualmente depois de trair o antigo companheiro de equipa Marty Jannetty, Shawn Michaels tornou-se num vilão arrogante e metrossexual.
Embora tenha falhado a conquista a conquista do título mundial frente a Randy Savage no UK Rampage em abril de 1992 e diante de Bret Hart no Survivor Series 1992, venceu o título intercontinental após vitória sobre The British Bulldog no Saturday Night's Main Event XXXI, em novembro, e manteve-o até maio de 1993, quando perdeu para Marty Jannetty.
Porém, HBK voltou a conquistá-lo no mês seguinte com a ajuda do seu guarda-costas Diesel e a 19 de julho de 1993 defendeu-o diante de Jannetty durante o Monday Night Raw.
 
 
 
WrestleMania X (1994)
Ladder match pelo Undisputed WWF Intercontinental Championship:
Razor Ramon (c) vs. Shawn Michaels
Em setembro de 1993, o então presidente da WWE, Jack Tunney, anunciou que Shawn Michaels ia ficar se o título intercontinental por não o defender com frequência.
Entretanto, Razor Ramon ganhou o título após competir numa battle royal e bater o outro finalista Rick Martel num combate.
Porém, Shawn Michaels recusou-se a reconhecer a mudança de título e insistiu tratar-se do verdadeiro campeão. E para incomodar Ramon, atacou-o e ajudou Irwin R. Schyster a roubar-lhe as correntes de ouro. HBK também interferiu num combate entre Ramon e Schyster no Royal Rumble, mas Ramon ainda assim conseguiu vencer. 
 
 
 

In Your House 2: The Lumberjacks (1995)
WWF Intercontinental Championship:
Jeff Jarrett (c) vs. Shawn Michaels
Dois meses antes, em maio de 1995, o campeão intercontinental Jeff Jarrett e o seu companheiro Roadie foram derrotados por Razor Ramon num Handicap match. Depois do combate, um homem desconhecido, mais tarde revelado como Savio Vega, atacou Jarrett e The Roadie antes de ser escoltado até ao backstage.
Mais tarde, no episódio de 26 de junho do Monday Night Raw, Vega e Jarrett defrontaram-se num combate pelo título quando Roadie empurrou Vega para cima de Shawn Michaels, que desempenhava o papel de comentador convidado. Em resposta, HBK empurrou Roadie com mais força e depois atacou tanto Roadie como Jarrett.
Entretanto, na semana seguinte foi anunciado que Jeff Jarrett, que na altura também estava dedicado à sua carreira musical, deu a Shawn Michaels uma oportunidade de lutar pelo WWF Intercontinental Championship no In Your House 2.
 
 
 
Ladder match pelo WWF Intercontinental Championship: 
Shawn Michaels (c) vs. Razor Ramon
Shawn Michaels tinha ganho o título ao bater Jeff Jarrett no PPV anterior, o In Your House 2. Nesse evento, HBK também foi um lumberjack no combate pelo WWF Championship entre Diesel e Sycho Sid, tendo ajudado o primeiro a reter o título, pelo que foi inicialmente agendado para o SummerSlam 1995 um duelo entre Michaels e Sid.
No entanto, esse combate foi desmarcado, com Razor Ramon a ser anunciado como candidato ao título, numa reedição do fantástico combate da Wrestlemania X. Entretanto, também o comentador Jerry Lawler manifestou vontade de lutar pelo cinturão, o que levou Michaels a lutar contra ele na edição de 14 de agosto do Monday Night Raw, com Sid a tentar interferir a favor de Lawler e Ramon a ajudar Michaels. Porém, HBK e Ramon brigaram em seguida, com Ramon a levar a melhor.
 
 
 

Ladder match pelo WWF Intercontinental Championship:
Chris Benoit (c) vs. Chris Jericho
A rivalidade entre os dois começou a caminho da Wrestlemania 2000, quando Chris Benoit e Chris Jericho desafiaram Kurt Angle pelos dois títulos que este detinha, o intercontinental e o europeu, num combate a duas falls. Benoit derrotou Jericho pelo título intercontinental e Jericho retribuiu o favor para conquistar o cinturão europeu.
Depois disso, Chris Benoit conseguiu três vitórias consecutivas sobre Y2J, incluindo uma num combate à melhor de três no SummerSlam.
Na edição de 4 de janeiro do SmackDown!, Benoit defendeu o título intercontinental frente a Jericho, mas a interferência de Perry Saturn e Dean Malenko, membros do grupo The Radicalz, deu a vitória por desqualificação a Y2J.
Quatro dias depois, no RawIs War, Jericho uniu forças com os The Hardy Boyz para vencer os The Radicalz, ao conseguir o assentamento vitorioso em Benoit. Embalado por esta vitória, Jericho exigiu um combate pelo título no Royal Rumble, com Benoit a aceitar e a dar a oportunidade a Jericho para escolher a estipulação, com Y2J a optar por um combate de escadote.
 
 
 
Backlash 2004
Hardcore match pelo WWE Intercontinental Championship:
Randy Orton (c) vs. Cactus Jack
Tudo começou quase um ano antes, quando Mick Foley foi homenageado no Monday Night Raw de 23 de junho de 2003. Após a cerimónia, Randy Orton e Ric Flair atacaram-no no backstage e atiraram-no escadas abaixo.
Seis meses depois, no episódio de 15 de dezembro do Raw, Foley regressou à televisão para substituir Steve Austin como co-general manager e deu a ele próprio uma oportunidade pelo título intercontinental na posse de Orton. No entanto, Foley abandonou o combate e não chegou a enfrentar o Legend Killer depois de este lhe ter cuspido na cara.
No mês seguinte, Foley entrou no Royal Rumble match e eliminou Orton antes de se autoeliminar.
A rivalidade entre os dois continuou e, no episódio de 1 de março do Raw, The Rock juntou-se a Mick Foley para regressar os Rock 'n' Sock Connection e desafiar Orton e outros dois membros dos Evolution, Batista e Ric Flair, para um combate handicap na WrestleMania XX.
No maior evento do ano, os Evolution venceram após Orton ter aplicado um RKO e consequente assentamento em Foley. No entanto, duas semanas depois Foley desafiou Orton para um Hardcore match pelo título intercontinental no Backlash e fez voltar o seu alter-ego mais violento, Cactus Jack.
 
 
 
The Bash (2009)
Title vs. Mask match pelo WWE Intercontinental Championship:
Chris Jericho (c) vs. Rey Mysterio
Após perderem para Jeff Hardy num combate para determinar o candidato principal ao World Heavyweight Championship no episódio de 1 de maio do SmackDown, na semana seguinte o campeão intercontinental Rey Mysterio lançou um desafio aberto a quem quisesse entrar no ringue com ele e Chris Jericho respondeu afirmativamente.
O combate entre os dois teve lugar no Judgment Day, com Mysterio a sair vitorioso.
Porém, Y2J continuou a perseguir Mysterio, acusando-o de ser desonesto com os fãs ao usar uma máscara e não mostrar o rosto, tendo-o ainda atacado depois de se ter mascarado com uma das máscaras de Mysterio e de ter fingindo que era um fã na plateia.
Isto levou a mais um combate entre os dois no Extreme Rules, com Jericho a conquistar o título num No Holds Barred match após ter tirado a máscara a Mysterio.
No episódio de 15 de junho do Raw, Mysterio teve direito a uma desforra, mas não conseguiu sair vitorioso. No entanto, quatro dias depois, no SmackDown, foi anunciado que ambos se iriam defrontar no The Bash num combate em que estaria em jogo o título de Jericho e a máscara de Mysterio.
 
 
 
WWE Intercontinental Championship:
The Miz (c) vs. Cesaro vs. Kevin Owens vs. Sami Zayn
Na WrestleMania 32, Kevin Owens perdeu o título intercontinental para Zack Ryder num ladder match que envolveu sete lutadores, incluindo Sami Zayn e The Miz.
No Raw da noite seguinte, The Miz conquistou o cinturão depois de a sua mulher, Maryse, ter distraído Ryder.
Na semana que se seguiu, Owens interrompeu Shane McMahon e exigiu uma oportunidade pelo título, mas em vez disso Shane marcou um combate entre Owens e Cesaro para apurar o candidato principal, no qual Cesaro venceu.
No Payback, Owens bateu Sami Zayn e ficou para comentar o combate pelo título intercontinental, mas acabou por ser atacado por Zayn. A luta entre os dois foi até ao ringue, o que distraiu Cesaro, que ao tentar atirar Owens e Zayn para fora do ringue acabou por sofrer o assentamento de The Miz. Depois os quatro homens envolveram-se numa briga que terminou com Owens a levantaram o cinturão.
No Raw da noite seguinte, Owens e Cesaro voltaram a defrontar-se num combate para determinar o novo candidato principal, mas o duelo acabou em No Contest depois de The Miz, que estava na mesa de comentários, ter atacado Cesaro. Entretanto Zayn apareceu em cena e seguiu-se mais uma briga entre os quatro, que terminou com Zayn a segurar o cinturão.
Três dias depois, no episódio de 5 de maio do SmackDown, The Miz defrontou Sami Zayn e foi derrotado após interferência de Kevin Owens. Depois Cesaro juntou-se à festa e, após nova briga entre os quatro, levantou o cinturão.
Posto isto, no Raw de 9 de maio Shane e Stephanie McMahon agendaram um triple threat match para o Extreme Rules entre Owens, Miz e Cesaro. Porém, Zayn exigiu ser incluído no combate e, após ter batido The Miz mais uma vez, foi adicionado, tornando a contenda num fatal four way match.
 
 
 
Title vs. Career match pelo WWE Intercontinental Championship:
The Miz (c) vs. Dolph Ziggler
(Se Ziggler perdesse, seria forçado a retirar-se)
No episódio de 23 de agosto do Talking Smack, o campeão intercontinental The Miz teceu duras críticas ao general manager Daniel Bryan, dizendo que ele lutava como um cobarde, com medo de se magoar.
Na edição da semana seguinte do SmackDown, Dolph Ziggler confrontou The Miz e desafiou-o para um combate pelo WWE Intercontinental Championship, que Daniel Bryan agendou para o Backlash.
Nesse pay-per-view, The Miz reteve o cinturão depois de a mulher dele, Maryse, ter atirado spray de pimenta para a cara de Ziggler. E duas semanas depois, The Miz voltou a bater Ziggler após usar novamente o spray.
Na semana que se seguiu, Ziggler anunciou que colocaria a carreira em jogo se The Miz lhe desse mais uma oportunidade pelo título, algo que o campeão intercontinental aceitou, tendo sido agendado um combate entre ambos para o No Mercy.
No entanto, até ao evento The Miz foi fazendo alguns mind games, recordando os tempos em que Ziggler fazia parte dos Spirit Squad, trazendo até ao SmackDown outros dois membros da fação, Mikey e Kenny, que atacaram o antigo companheiro.
 


SmackDown (12 de junho de 2020)
WWE Intercontinental Championship:
AJ Styles vs. Daniel Bryan
A 12 de maio de 2020, o WWE Intercontinental Championship foi declarado vago depois de o campeão Sami Zayn ter escolhido abster-se de lutar durante a pandemia de covid-19.
Três dias depois, teve início um torneio de oito homens para determinar o novo campeão. Daniel Bryan chegou à final após ter vencido Drew Gulak e Sheamus nos quartos de final e na semifinal, enquanto AJ Styles bateu Shinsuke Nakamura nos quartos e ficou isento na semifinal devido a uma lesão de Elias.
Curiosamente, os dois finalistas do torneio já se tinham envolvido numa rivalidade no final de 2018, quando Bryan conquistou o WWE Championship que pertencia a Styles.
 










Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...