domingo, 26 de abril de 2020

Os 10 jogadores com mais jogos pelo AC Malveira no Campeonato de Portugal

Os jogadores com mais jogos pelo Malveira no Campeonato de Portugal
Fundado a 26 de abril de 1940, o Atlético Clube da Malveira nasceu da fusão do Grupo Desportivo Recreativo Os Malveirenses e da Orquestra Típica da Malveira, por insistência de responsáveis de Os Malveirenses, que se queixavam da falta de condições da sua sede. Assim, em Assembleia Geral realizada no Cine-Teatro Beatriz Costa, nasceu o emblema do concelho da Mafra.


Em termos futebolísticos, o clube passou grande parte da sua história nos distritais da AF Lisboa, tendo competido pela primeira vez nos campeonatos nacionais em 1979-80, então na III Divisão. Após várias descidas e subidas, conseguiu estabelecer-se nas competições sob a égide da Federação Portuguesa de Futebol na década de 1990, tendo inclusivamente participado por duas vezes na II Divisão B, em 1992-93 e 1996-97. Na década seguinte, entre 2006 e 2008, teve o antigo internacional português António Veloso como treinador.

Sempre um candidato à subida quando compete no Pró-Nacional da AF Lisboa, como é o caso da época que recentemente foi dada como concluída, ou candidato à descida quando disputa os campeonatos nacionais, o Atlético da Malveira participou de forma consecutiva em três edições do Campeonato de Portugal, entre 2014-15 e 2016-17.

Vale por isso a pena recordar os dez futebolistas com mais jogos pelos malveirenses no Campeonato de Portugal.


10. Leo Morais (34 jogos)

Leo Morais
Extremo já com alguma experiência de campeonatos nacionais ao serviço de Sacavenense e Cova da Piedade, foi contratado pelo Atlético da Malveira em dezembro de 2013 e ajudou a equipa a sagrar-se campeão distrital da AF Lisboa logo na época de estreia.
Na temporada seguinte, já no Campeonato de Portugal, assumiu um papel importante ao apontar nove golos que ajudaram os malveirenses a assegurar a permanência, entre os quais um no playoff de manutenção diante do Mineiro Aljustrelense, tendo participado nos 34 jogos (32 a titular) do campeonato.
Depois deixou o clube, mas tem prosseguido a carreira no Campeonato de Portugal. Após ter passado por Loures e Torreense, veste atualmente a camisola do Pinhalnovense, aos 28 anos.



9. Zé Maria (43 jogos)

Zé Maria
Médio formado no Loures, teve duas passagens pelo Atlético da Malveira.  Primeira em 2012-13 e 2013-14, contribuindo na altura para a subida ao Campeonato de Portugal com quatro golos em 24 jogos.
Na época seguinte manteve-se no Pro-Nacional da AF Lisboa com a camisola do Lourinhanense, mas logo em janeiro de 2015 voltou ao Estádio das Seixas para ajudar os malveirenses não só a alcançarem a permanência nessa temporada como na seguinte. No total, disputou 43 encontros no Campeonato de Portugal e marcou um golo, numa receção ao União de Montemor em maio de 2015.
No verão de 2016 mudou-se para o Barreirense e depois voltou ao Loures, mas não chegou a jogar pelo emblema que o formou. Desde 2018 que está sem clube.



8. Raphael Cruz (45 jogos)

Raphael Cruz
Mais um caso de um jogador com ligação a Atlético da Malveira e Loures. Ainda assim, este guarda-redes chegou ao Estádio das Seixas proveniente do vizinho Mafra no verão de 2015, tendo ajudado os malveirenses a assegurar a permanência com um registo de 23 golos sofridos em 27 jogos.
No final dessa época voltou ao Loures, mas aos malveirenses em dezembro de 2016, tendo participado em 18 encontros e sofrido 29 golos no campeonato, sem conseguir evitar a despromoção aos distritais.
Porém, convenceu o Mafra a repescá-lo, contribuindo para a subida dos mafrenses à II Liga, embora só tivesse sido utilizado num jogo do Campeonato de Portugal. Em 2018-19 acompanhou a equipa no segundo escalão, mas nesta temporada voltou ao Campeonato de Portugal pela porta do Loures, ainda que sem a utilização desejada.


7. Gonçalo Silva (50 jogos)

Gonçalo Silva
Médio de características ofensivas formado em grande parte no Belenenses, chegou à Malveira no verão de 2015 depois de três épocas consecutivas de grande utilização na II Divisão B com a camisola do Pinhalnovense.
Rapidamente se tornou um dos indiscutíveis no onze malveirense então às ordens de Luís Silva, tendo disputado 24 encontros (22 a titular) e marcado dois golos em 2015-16 e participado em 27 jogos (todos a titular) e faturado por uma vez na época seguinte.
Após a descida de divisão continuou no Campeonato de Portugal ao serviço do… Loures. A ligação terminou no último verão, quando regressou ao Pinhalnovense.



6. Pedro Pedroso (51 jogos)

Pedro Pedroso
Central de elevada estatura (1,92 m), chegou à Malveira no seu primeiro ano de sénior, no verão de 2015, proveniente do Sacavenense. Apesar da juventude, rapidamente conquistou um lugar no onze, tendo disputado 29 jogos e marcado dois golos, frente a Torreense e Coruchense, na época de estreia, ajudando a equipa a assegurar a permanência.
Na temporada seguinte manteve a titularidade, tendo participado em 22 encontros (21 no onze inicial) e marcado um golo, ao Lusitano VRSA, insuficiente para evitar a despromoção.
Desde então que tem continuado no Campeonato de Portugal ao serviço de Armacenenses, Desp. Chaves Satélite e Real SC.



5. Tomás Silva (59 jogos)

Tomás Silva
Produto da formação do Belenenses, este lateral direito teve no Atlético da Malveira a sua primeira aventura no futebol sénior, em 2014-15. Apesar da inexperiência, conseguiu somar 19 encontros (dois a titular), registo até melhor do que na época seguinte, quando disputou em 15 partidas (12 a titular), ajudando a formação do concelho de Mafra a assegurar a permanência em ambas.
Em 2016-17 viveu a época de utilização mais regular, competindo em 25 jogos, todos a titular, mas não conseguiu evitar a despromoção dos malveirenses aos distritais.
O clube desceu, mas Tomás Silva não, tendo permanecido no Campeonato de Portugal ao serviço de Loures, Torreense e União de Leiria.


4. Ivo Dias (59 jogos)

Ivo Dias
Central proveniente do Loures no verão de 2014, foi um elemento muito importante para que o Atlético da Malveira assegurasse a permanência nas duas primeiras épocas no Campeonato de Portugal, em 2014-15 e 2015-16, tendo participado em 59 jogos e apontado um golo, ao Coruchense – embora tivesse disputado o mesmo número de encontros do que Tomás Silva, teve mais 400 minutos de utilização.
Depois voltou ao Loures e de lá mudou-se para o Torreense, mas a meio da época passada regressou ao Malveira, desta feita no Pro-Nacional da AF Lisboa. Porém, este regresso durou apenas meia época, tendo reforçado o Atlético no início da temporada que recentemente foi dada como terminada.


3. André Galamba (62 jogos)

André Galamba
Médio de características ofensivas, foi um dos cinco reforços oriundos dos juniores do Belenenses no verão de 2014, juntamente com o já citado Tomás Silva e também com o guarda-redes Tomás Corrêa, o lateral esquerdo Diogo André e o avançado Gonçalo Fogaça.
Durante os dois anos que passou no Atlético da Malveira não foi um titular indiscutível, mas ainda assim foi muitas mais vezes titular do que suplente e foi quase sempre utilizado, nem que seja a partir do banco. Em 2014-15 participou em 32 jogos (20 a titular) e marcou dois golos, um dos quais no terreno do Mineiro Aljustrelense no playoff que decidia a permanência.
Na temporada seguinte até disputou menos encontros (30), mas foi titular em mais (22), tendo repetido o registo goleador e voltado a ser decisivo, desta feita com golos que valeram pontos num empate no terreno do Sacavenense e numa vitória em Loures já na fase de manutenção.
Desde então que tem vindo a fazer carreira no Campeonato de Portugal, tendo passado por Atlético, Loures, Alverca e Lusitano Évora SAD, clube que representa atualmente.



2. Léo Filipe (62 jogos)

Léo Filipe
Disputou 62 jogos tal como André Galamba, mas disputou mais 1117 minutos – 4942 contra 3825 – com a camisola do Atlético da Malveira no Campeonato de Portugal. Léo Filipe, ou simplesmente Leonel, chegou ao clube do concelho de Mafra no verão de 2014 com experiência adquirida nos campeonatos nacionais ao serviço de Oeiras (III Divisão e II B) e 1º Dezembro (CP) e com o carimbo da formação do Benfica.
Na primeira época nos malveirenses este médio de características defensivas não se limitou a ser titularíssimo: foi titular nos 34 encontros do campeonato (e nos dois da Taça de Portugal), tendo apontado um golo, numa goleada caseira sobre o União de Montemor.
Na segunda temporada também foi maioritariamente utilizado a partir do onze inicial, mas perdeu alguma regularidade, tendo participado em 28 jogos (23 a titular), sem golos para amostra.
Em 2016-17 surgiu como reforço do Oriental, mas a meio dessa época voltou para o 1º Dezembro, clube que representa desde novembro de 2016.



1. Bonifácio (62 jogos)

Pedro Bonifácio
Disputou 62 jogos tal como Léo Filipe e André Galamba, mas foi utilizado em mais minutos: 5344. Quando chegou ao Estádio das Seixas, já era um ponta de lança experiente, com 29 anos e um currículo no qual constavam vários anos de II Divisão B/Campeonato de Portugal e de futebol internacional, na II Divisão do Chipre e no primeiro escalão da Macedónia.
Titular indiscutível, foi o goleador da equipa em 2014-15 e 2015-16, épocas em que apontou 13 e 15 golos, respetivamente, afirmando-se como um elemento preponderante para que os malveirenses alcançassem a permanência em ambas as temporadas, tendo participado em 31 encontros em cada uma.
Entre os golos mais marcantes estão os hat tricks que apontou a Pinhalnovense em maio de 2015 (7-3), ao Barreirense (5-2) e ao Sacavenense (3-0) em setembro de 2015 – estes dois para a Taça de Portugal -, ao Real SC em janeiro de 2016 (3-1) e o remate certeiro que valeu a permanência na segunda-mão do playoff de manutenção diante do Mineiro Aljustrelense no derradeiro jogo de 2014-15 (1-2).  Também somou quatro bis: ao União Montemor em outubro de 2014 (4-0), ao Pinhalnovense em dezembro de 2014 (2-4), ao Eléctrico em setembro de 2015 (5-2) e ao Coruchense em abril de 2016 (2-0).
Depois prosseguiu a carreira no Torreense, também no Campeonato de Portugal, e desde o verão do ano passado que está vinculado ao Sintrense.


















Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...