segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

WWE | Royal Rumble 2019

Seth Rollins e Becky Lynch vencem Rumbles; Lesnar e Bryan continuam campeões



Data: 27 de janeiro de 2019
Arena: Chase Field
Localidade: Phoenix, Arizona




WWE SmackDown Women's Championship:
Asuka (c) vs. Becky Lynch
Combate mais rico na vertente tática do que propriamente em termos de espetacularidade, com ambas a mostrarem conhecimento mútuo da adversária.
A dada altura, Asuka decidiu arriscar e aplicar um golpe de impacto superior quando executou uma espécie de Neckbreaker a partir da borda do ringue para o tapete fora do ringue. Becky Lynch respondeu de forma semelhante, com um Super Back Exploder Suplex.
Depois de se terem embrulhado em tentativas de Asuka Locks, a campeão levou a melhor, fazendo a adversária desistir.
Vencedora: Asuka
Nota: 7/10


WWE SmackDown Tag Team Championship:
The Bar (Cesaro e Sheamus) (c) vs. The Miz e Shane McMahon
Começo a todo o gás por parte de Shane McMahon, a atingir Sheamus com um Spear. Ainda assim, os The Bar conseguiram dar a volta ao texto, colocando-se numa posição dominante durante alguns minutos.
Quando tudo levava a crer que os The Bar, Sheamus acertou em Cesaro com um Brogue Kick e Shane aproveitou os restos e executou um Shooting Star Press vitorioso no suíço.
Vencedores: The Miz e Shane McMahon (novos campeões)
Nota: 6/10


Raw Women’s Championship:
Ronda Rousey (c) vs. Sasha Banks
Grande desempenho de Sasha Banks, a conseguir contrariar os atributos de Ronda Rousey e levá-la várias vezes ao tapete. Ainda assim, a campeã conseguiu levar a água ao seu moinho através do seu jogo de submissões, fazendo Sasha desistir, mas fora do ringue, onde não era possível alcançar a vitória.
Sasha também tentou, e de forma persistente, alcançar o triunfo via submissão, mas Ronda resistiu e alcançou o assentamento vitorioso após uma projeção.
Vencedora: Ronda Rousey
Nota: 7/10


Royal Rumble match feminino:
 (vencedora terá direito a uma oportunidade por um título feminino na WrestleMania 35)
Lacey Evans e Natalya abriram as hostilidades. Seguiram-se Mandy Rose e Liv Morgan, mas esta última durou apenas segundos no ringue, antes de ser atirada borda fora por Natalya.
Depois foram a vezes de Mickie James, Ember Moon, Billie Kay, Nikki Cross, Peyton Royce e Tamina entrarem em cena, ainda que Billie Kay tenha demorado bastante tempo a subir ao ringue, esperando pela amiga Peyton Royce.
Enquanto Xia Li se preparava para aparecer, Mickie James era eliminada por Tamina. Seguiram-se Sarah Logan e Charlotte, antes das eliminações das The Iconics e Xia Li, as três promovidas precisamente por Charlotte.
Kairi Sane foi a senhora que se seguiu, enquanto Tamina era eliminada por Charlotte. Logan foi despachada por Natalya, e nos entretantos surgiram Maria Kanellis e Naomi, que eliminou Mandy Rose, que por sua vez decidiu vingar-se e eliminar Naomi.
Imediatamente a seguir, Charlotte elimina Lacey Evans e Candice LeRae entra em cena, seguida por Alicia Fox – que eliminou Maria -, Kacy Catanzaro, Zelina Vega e Ruby Riott, que afastou Alicia Fox e LeRae, a última com a ajuda das Riott Squad.
Dana Brooke entrou com o número 22, mas quem continuava lançada continuava Riott, que afastou Kairi Sane. Io Shirai e Rhea Ripley foram as senhoras que se seguiram, tendo Ripley eliminado Kacy Catanzaro.
Sonya Deville entrou em grande estilo e eliminou Dana Brooke, seguindo-se uma aparição de Hornswoggle, que obrigou Zelina Veja a subir ao ringue e ser eliminada por Ripley.
Alexa Bliss foi a senhora n.º 26 e regressou à competição em grande, promovendo a eliminação de Deville. Seguiu-se Bayley, que atirou Ruby Riott e Ripley de uma assentada pela corda superior, e Lana, bastante limitada, não chegando a subir ao ringue. Para dissipar as dúvidas, Nia Jax atacou a russa enquanto fazia a viagem para o ringue.  
Nia não precisou de muito tempo para eliminar Io Shirai e Natalya, antes da entrada de Carmella, a n.º 30.
Quando já se pensava que não haveria mais participantes, Becky Lynch prontificou-se para substituir Lana e obteve permissão por parte de Finlay. Entretanto, Alexa Bliss eliminou Ember Moon e foi eliminada por Bayley.
Carmella e Bayley foram afastadas por Charlotte, que ficou para o fim com Becky Lynch e Nia Jax. Becky aproveitou uma ida de Jax à borda do ringue para lhe puxar a perna e consequentemente eliminá-la, discutindo a vitória no Rumble com Charlotte. Mas antes, Becky foi atacada pela vingativa Jax, enquanto Charlotte ria no ringue.
Mesmo a coxear, Becky voltou ao ringue e enfrentou Charlotte, que não teve piedade e atacou a perna esquerda lesionada da irlandesa, que mesmo bastante limitada conseguiu a vitória, para delírio da multidão em Phoenix.
Vencedora: Becky Lynch
Nota: 7/10


WWE Championship:
Daniel Bryan (c) vs. AJ Styles
Início de combate bastante técnico, com ambos a apostarem em submissões para causar danos no adversário.
Já numa fase em que se apostava nos strikes e nas projeções, Erick Rowan interveio e aplicou um Chokeslam em AJ Styles, aproveitando um período em que o árbitro estava KO devido a um pontapé na cara. Quem também aproveitou foi Daniel Bryan, que se limitou a fazer o assentamento vitorioso.
Vencedor: Daniel Bryan
Nota: 6/10


WWE Universal Championship:
Brock Lesnar (c) vs. Finn Bálor
Finn Bálor não perdeu tempo a atacar Lesnar, mas não demorou muito a cair nas garras do campeão universal. Embora tivesse Bálor dominado, Lesnar começou a queixar-se da zona das costelas, o que o limitou para o resto do combate e deu uma oportunidade ao britânico.
A dada altura, Bálor aplicou o Coup de Grâce, mas logo de seguida ficou preso no Kimura, acabando por desistir.
Vencedor: Brock Lesnar
Nota: 7/10


Royal Rumble match masculino:
 (vencedor terá direito a uma oportunidade por um título mundial na WrestleMania 35)
Elias e Jeff Jarrett abriram hostilidades. Elias criou a expetativa de ambos formarem um duo musical, mas a música que se ouviu foi a pancada do próprio Elias em Jarrett e consequente eliminação do fundador da TNA.
Posto isto, o vencedor do ano passado, Shinsuke Nakamura, entrou em cena. Seguiram-se Kurt Angle e Big E, com o campeão olímpico a resistir poucos minutos, não chegando a cruzar-se em ringue com Johnny Gargano e tão pouco com Jinder Mahal. O indiano foi rapidamente afastado por Gargano, antes da entrada de Samoa Joe, que despachou Big E.
Curt Hawkins e Seth Rollins foram os senhores que se seguiram, com The Architect a eliminar rapidamente Elias, pouco antes de surgir Titus O’Neill, que se divertiu com Hawkins debaixo do ringue, mas por pouco tempo, antes de ser eliminado pelo próprio Hawkins, que por sua vez foi eliminado por Joe.
Depois, foram as vezes de Kofi Kingston e Mustafa Ali entrarem em cena, com Ali a conseguir eliminar Nakamura imediatamente antes do surgimento de Dean Ambrose, que não demorou a atirar Gargano pela corda superior.
Como n.º 16, apareceu No Way Jose, rapidamente despachado por Samoa Joe, que não estava para festas. Quem também não estava muito bem-disposto era Drew McIntyre, que deu uma cabeçada em No Way Jose e atacou os amigos dele antes de subir ao ringue.
Seguiu-se Xavier Woods, que rapidamente se aliou a Kofi Kingston, mas por poucos segundos, uma vez que McIntyre eliminou ambos num ápice. Por falar em britânicos, Pete Dunne foi o próximo a entrar em cena, seguindo-se Andrade, Apollo Crews e Aleister Black, que surpreendeu ao eliminar Ambrose.
Um veterano destas andanças, Shelton Benjamin, entrou como n.º 22. Pouco depois, Mustafa Ali surpreendeu ao atirar Joe pela corda superior, imediatamente antes de Baron Corbin surgir e afastar Apollo Crews.
Jeff Hardy, Rey Mysterio (vencedor de 2006) e Bobby Lashley foram os senhores que se seguiram. Paralelamente, Corbin eliminou Aleister Black, enquanto Drew McIntyre afastou Pete Dunne. E o próprio Lashley só durou segundos no ringue, vingando-se em Rollins, destruindo-o completamente numa mesa de comentadores.
Entretanto, Braun Strowman entrou em cena e promoveu as eliminações de Baron Corbin, Shelton Benjamim e Jeff Hardy. Seguiram-se Dolph Ziggler, que despachou o ex-amigo Drew McIntyre, Randy Orton e o já esperado n.º 30, R-Truth, atacado brutalmente durante a entrada em ringue por Nia Jax, que tomou o lugar dele.
Nia Jax não perdeu tempo a atacar Ziggler, Mysterio, Andrade e Ali, eliminando este último antes de ficar frente a frente com Randy Orton, que ameaçou aplicar-lhe um RKO. Depois de um período de compaixão inicial por parte dos lutadores masculinos, Nia sofreu um Superkick de Ziggler, um 619 de Mysterio e um RKO de Orton. E foi necessário Orton e Mysterio juntarem forças para que Nia fosse eliminada. Depois dela, foi a vez de Mysterio por intermédio de Orton e de Orton por parte de Andrade.
Sobraram Andrade e Ziggler no ringue, antes de surgir Strowman a atacar ambos, verificando que Seth Rollins estava caído fora do ringue mas ainda não eliminado. Ou seja, um desses quatro teria de vencer o Royal Rumble. Ziggler, Rollins e Andrade juntaram forças contra Strowman, mas este eliminou Ziggler e Andrade. Sobrou Rollins, que apesar da diferença de forças fez das tripas coração e alcançou o triunfo.
Vencedor: Seth Rollins
Nota: 6,5/10





















Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...