segunda-feira, 19 de julho de 2010

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Um grande OBRIGADO, 12º C!



No ano passado, por esta altura, tinha acabado de tomar uma das decisões mais difíceis da minha vida, a vinda para a Alfredo da Silva.

Foram quase dois meses a pensar, a ver os prós e os contras, a tentar perceber se me deveria tentar aventurar no desconhecido ou sendo eu alguém tímido, ficar-me por onde já tenho um maior à vontade.

Tive medo do que poderia acontecer, tive medo de ficar numa turma cheia de grupinhos e conflitos, tive medo de me isolarem, tive medo de passar um ano infeliz, tive medo de que mesmo mudando a casa de banho (leia-se escola), a merda seria a mesma... mas arrisquei!

Haviam três possibilidades de turma, e confesso que na altura aquilo que mais desejava era a turma B, conhecia de lá uma pessoa, mas logo em segundo lugar, a turma C, da qual já tinha ouvido falar muito bem (João Rodrigues cof cof).

Acabei por ficar na C, e se não me adaptei logo, a culpa foi minha!
Toda a gente foi simpática para mim, todos me quiseram rapidamente me integrar, se apresentaram, não me deixaram para os restos nas escolhas de grupos de trabalhos, no entanto, nos primeiros tempos, deixei-os um pouco de lado, para pouco tempo depois perceber, para pessoas que até nem valiam a pena...

No 2º Período decidi descobrir melhor o tesouro que eu ali tinha chamada turma e gabava-a a toda a gente, nunca tinha visto uma turma assim sem grupinhos (epa, não pensem naquele... esse não conta, é excepção!), uma turma unida, sem conflitos aparentes, onde não há alguém que não goste de outrém, e que quando é para se combinar alguma coisa, não deixam a, b ou c de fora, vai mesmo tudo!

Quando me aproximei da turma até fiquei frustrado, porque razão não tinha começado a ser assim logo de inicio? Nunca tive tanta vontade de ter tanto um 13º ano como agora... vocês valem ouro meus amigos!
Quando aproximei-me de vocês, apesar de saberem que isso também se deveu a separações de certas amizades que eu pensava ter, aceitaram-me e fizeram-me sentir bem.

Ganhei ali amigos sobre os quais falo sobre tudo, e nem vou referir nomes, vocês sabem quem são... até ganhei uma mãe aí dentro!

A partir do 3º Período mudei um pouco, houve uma pessoa que surgiu (embora já a conhecesse desde Janeiro) que me mudou um pouco, tornei-me mais animado e foi aí que perdi de vez a timidez e que descobri e descobriram em mim o verdadeiro David, aquele que diz que transpira sensualidade, aquele que avacalha, aquele que pega num micro e faz coisas que sei lá... já não me sentia assim tão solto e alegre há mais de três anos.

A vossa união, o espírito de grupo, a qualidade das pessoas leva-me a dizer com toda a convicção e sinceridade, e mesmo sabendo que há aqui gente a ler que pode ficar magoada... Vocês foram a melhor turma que eu já tive!

Um grande OBRIGADO, 12º C!

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Sporting 1-1 Nice

Mais um jogo de pré-época do Sporting, onde não voltei a ver nada de especial.

Sei que os jogadores estão cansados, sei que faltam alguns, mas cedo cheguei à conclusão que só muito bem espremida esta equipa conseguirá ficar nos dois primeiros lugar da Liga.

Há coisas que não cabem na minha cabeça, como o treinador estar a testar dois esquemas que vêm a contradizer noticias que circulam na comunicação social desde que Paulo Sério assumiu o cargo.
Falou-se que a nova equipa seria construida em torno de Matías Fernandez e não vejo como este possa jogar num 4-3-3 com um vértice mais defensivo no meio campo ou num 4-4-2 tradicional quando ele é um "10".
É um grande jogador, e vejo que passará mais um ano sem se revelar.
Outra coisa que questiono é estar-se a treinar num 4-4-2 tradicional e falar-se da saída de Yannick Djaló, é que de extremos só temos para além dele o muito verde Salomão e alguém que ainda está a conhecer a realidade do clube chamado Jaime Valdés.
Pensando bem, se calhar o melhor é voltar-se ao losango, não?



Falando de outros temas relacionados com o futebol, o Benfica perdeu com o 5º da última liga suiça quando dois dias antes o Sporting venceu o 2º, o que me leva a crer que em termos comparativos, até nem estamos muito mal.
Já o FC Porto empatou com uns amadores da Alemanha, também não mostrou estar muito melhor.



Uma palavrinha também para a nova campeã do Mundo, a Espanha, há quem fale que a Holanda tem um futebol mais atractivo e que os "nuestros hermanos" não mereceram mas o futebol actualmente é isto, muito pragmatismo, e no fundo, se uma equipa mete mais bolas na baliza do adversário do que este na sua, se não houver casos polémicos, merece a vitória. É esta estratégia pragmática que faz de José Mourinho um vencedor, e como diria alguém que agora não me recordo quem é (se souberem digam): "Quem ganha tem sempre razão".

O futebol, feliz ou infelizmente, vai-se tornar cada vez mais um jogo pragmático, sobretudo em jogos de "tudo ou nada", e penso que mais tarde ou mais cedo os jogadores-chave de uma equipa deixarão de ser os desequilibradores como Messi, Ronaldo ou Robben e passarão a ser centro-campistas organizadores de jogo e capazes de fazer passes fantásticos a romper a defesa como Xavi, Iniesta ou Sneijder.
Depois, no ataque, há avançados que não precisam de ser um primor tecnicamente, mas que têm de ter aquele instinto matador para colocar a bola dentro na baliza na fracção de segundos que a possuem, Villa e Milito são dois avançados do género.

sábado, 10 de julho de 2010

Sporting 1-0 Young Boys



Ontem o Sporting venceu o Young Boys, o 2º classificado da última edição da Liga Suiça, pela margem mínima.

Foi a primeira vez que vi o meu clube em acção esta época, e a exibição não me convenceu mas também não me tirou a esperança de que se possa fazer uma boa campanha em 2010/2011.

Gostei da exibição do Yannick Djaló mas não me mostrou nada que estivesse à espera, ele tem fases assim, é um jogador de 8 ou 80.

O Maniche também me pareceu a bom nível, com sorte, fará esquecer Moutinho.

Gostei da atitude do Nuno André Coelho.

O resto da equipa passou despercebida, mas também não cometeram erros, falaram-me num renascido Sinama Pongolle mas não vi nada, o Postiga troca bem a bola mas são lhe pedidos golos, o Evaldo esteve "normal" e o Vitor Golas não comprometeu.
Mesmo com este golo, continuo a achar que Saleiro não é avançado para o Sporting, um empréstimo a um Sp. Braga, Vitória de Guimarães ou Maritimo faria-lhe bem.

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Espanha 1-0 Portugal



Fomos eliminados!

Criticaram muito o Queiroz nas substituições, mas ele explicou a troca de Hugo Almeida por Danny e percebi.
Ele quis desgastar a defesa espanhola, onde há jogadores extremamente cansados pela época que tiveram, com mais de 50 jogos nas pernas como Puyol e Piqué, para depois lançar em jogo alguém mais rápido, no caso de Danny. O problema foi que sofremos o golo pouco tempo depois, mas não se tratou de uma substituição defensiva nem pouco ambiciosa, eu compreendo.

Penso que não se pode atribuir as culpas a ninguém, fizemos o jogo que nos era possível fazer, há que entender que do outro lado está uma Espanha poderosa, e que ter ficado pelos Oitavos-de-final não é vergonha nenhuma, calhou-nos logo este adversário.
De Gana ou Uruguai, um destes vai às meias-finais, e são adversários que Portugal talvez conseguisse derrotar, mas calhou-nos uma Espanha, e "fomos con los porcos".

Isto não é uma prova de regularidade, ficar pelos Oitavos não significa que não pertencemos às oito ou às quatro melhores selecções do planeta, há que pensar positivo e olhar para o EURO 2012, a próxima grande competição.

WP 7: Eu vi ao vivo, vocês que vejam aqui!



sexta-feira, 25 de junho de 2010

Portugal 0-0 Brasil



Parecia que estava tudo combinado.

Parecia um jogo de solteiros e casados, sem grandes preocupações em conseguir a vitória, tanto de um lado como de outro, e embora com o Brasil a dominar ligeiramente, foi uma partida equilibrada e sem grande história.

Agora quero ouvir falar mal do que o Cristiano Ronaldo faz na selecção, foi o melhor jogador em campo nos três jogos que fez, e pareceu-me que não lhe foi atribuído esse prémio só porque é o único nome da equipa das quinas que vem à cabeça dos fãs de todo o mundo.
O homem remou contra a maré, marcou livres, rematou de longe, soube jogar em equipa, mas o golo não surgiu, também não era uma grande necessidade.


Agora vem aí a Espanha, que embora não esteja a brilhar neste Mundial, a qualidade dos jogadores e o seu potencial permanece e vai ser um adversário muito dificil, e que a meu ver, é o favorito.

Mas não vamos desanimar por isso, também temos as nossas hipóteses!


Basicamente, há que tentar fazer o mesmo jogo que com o Brasil, mas ter um pouco mais de atitude. Vamos enfrentar uma equipa com uma grande capacidade de posse de bola, com dois jogadores no meio-campo que já se conhecem tão bem que até jogam de olhos fechados (Xavi e Iniesta) e com pontas-de-lança que valem anualmente muitos golos (Fernando Torres e David Villa), no entanto, temos uma defesa muito forte de tal forma que ainda não sofremos golos neste Mundial.
Depois, no ataque, há que tentar explorar todas as situações, um pouco tal como aconteceu com o Brasil, como tentar remates de longe e tentar aproveitar as bolas paradas. É verdade que ainda não marcámos golos de bola parada, mas com treino vai-se lá!

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Portugal 7-0 Coreia do Norte



À hora de almoços, enchemos a barriguinha... de golos!

Quando nas últimas conferências de imprensa os jogadores e o treinador falavam que os golos haveriam de aparecer, creio que nem o mais optimista dos elementos da comitiva técnica pensaria que iriam espetar 7 na Coreia do Norte!

Aqui só está demonstrada a importância que a táctica e organização colectiva tem no futebol, e que muitas pessoas continuam tapadinhas nos olhos, e a pensar que ter melhores jogadores significa necessariamente ter mais possibilidades de vencer.

No primeiro jogo, todas as equipas jogam sem riscos, há o medo de perder para não ir ficando para trás, procura-se o golo, mas sempre tendo a certeza que a equipa está compensada lá atrás. Joga-se no erro do adversário, porque, numa fase de grupo como esta em que só há três jogos, um ponto faz toda a diferença, não são 30 jornadas, são 3 jogos! Se uma equipa perde um jogo, não perde apenas a possibilidade de ganhar 3 pontos, perde a possibilidade de ganhar 6! Três pela vitória, e os três que o adversário (que é sempre directo) não ganha!

Ora Portugal, e como tinha dito, sem grandes criticas a fazer, não arriscou assim tanto no primeiro jogo frente à Costa do Marfim.
A Coreia do Norte aguentou-se à bronca com o Brasil durante muito tempo.

O facto de o Brasil só ter vencido por 2-1 a Coreia e nós 7-0, não significa que somos melhores que o Brasil, mas fizemos coisas que o Brasil não fez, marcámos um golo logo na primeira parte, e logicamente, os argumentos do nosso adversário para nos encostar às cordas não são muitos, e logo aí começa a haver uma descrença, que então com o segundo e terceiro golo ficou acentuada. E atenção que Portugal marcou esses dois golos na altura em que o Brasil fez o 1-0 com a Coreia, ou seja, a descrença dos coreanos aumentou e quando não há motivação, as coisas não saem bem.

Se o Brasil tivesse conseguido marcar cedo frente aos coreanos, também creio que tivéssemos visto uma goleada do género, mas às vezes, é por centímetros que isso não acontece e não há nada a apontar.

Daí que acho os dois resultados plenamente normais.

Não é só colocarmos frente a frente duas equipas, vermos quem tem os melhores jogadores, a melhor equipa e apostar uma vitória que quanto maior for a diferença de qualidade, maior será a aposta numa goleada. Não há jogos iguais, cada jogo tem as suas características especiais e uma abordagem diferente pelas duas equipas.

Bem, a brincar a brincar, Portugal deu espectáculo, creio que Raúl Meireles vai ficar bem cotado no mercado e nem precisou de fazer uma grande época no FC Porto.
Cristiano Ronaldo está na sua melhor forma de sempre na selecção, e se Portugal chegar longe pode dar luta a Messi na corrida pelo melhor jogador da competição e até do Mundo.
Tiago encostou e bem Deco no banco, os nomes não jogam!
Simão não me convence mas cumpriu.
Hugo Almeida e Liedson ganharam confiança para o que aí vem.
Pedro Mendes está um senhor.
Coentrão e Ronaldo fazem Portugal ter um flanco (neste caso o esquerdo) como eu nunca me lembro de ter visto.
Miguel para o tipo que jogo que foi pareceu-me melhor que Paulo Ferreira mas o dono daquele lugar chama-se Bosingwa.
A defesa esteve muito sólida e se não se sofrer golos, não se perdem jogos, a brincar a brincar temos ao mesmo tempo a melhor defesa e o melhor ataque da prova!

domingo, 20 de junho de 2010

Não faz cara feia!

Sporting Campeão Nacional de Futsal!




Se este ano correu mal ao Futebol de 11... tinha de haver algo a compensar!

Pequenas Notas

- O Sporting sagrou-se ontem tricampeão nacional de juniores.
É sempre bom vencer, seja no que for, e por isso, fico contente, no entanto, ficaria mais contente por ver que nesta geração de campeões, alguns terão lugar na equipa principal e façam história nela, assim como também na selecção nacional.
O último bom produto dos escalões de formação do Sporting foi o Daniel Carriço, espero que lhe sigam muitos mais, sobretudo a nível de ataque, como ficámos habituados a ver Ronaldo, Quaresma, Nani e até Hugo Viana (o homem está de regresso!) no ataque.

- Os interessados poderão ler o meu post de despedida do AWP aqui.
Prometi que provavelmente iria voltar como redactor à CWO e adianto já que tenho já dois bons convites em cima da mesa.

- Amanhã é exame de Matemática, muita ansiedade em volta disso. Quero ir de férias (oficiais) o mais rápido possível, quero despachar portanto já o assunto! A ver vamos o que acontece!

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Exames e Saída do AWP

- Ontem fiz o exame de Português e correu bem. Já estive acesso à correcção da escolha múltipla e em 50 pontos possíveis tive 34, o que me deixa agradado.
Agora venha o de Matemática segunda-feira, onde o objectivo mínimo é um 8.5, será possível?

- Quase três anos depois de ter criado tal blogue, chegou a altura de abandonar o AWP.
O gosto pelo wrestling já não é o mesmo, e mesmo que o bichinho volte e haja a vontade de continuar a escrever sobre a modalidade, pretendo-o fazer noutro blogue, que me proporcione troca de ideias com pessoas com mais conhecimentos. Explicarei tudo no post de amanhã.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Dois reforços para o Sporting!



Vão ser apresentados hoje os dois mais recentes reforços do Sporting.

Um será Maniche, contratado a custo zero, que vem acrescentar experiência, qualidade e raça a um meio-campo que muitas vezes parece sonolento.

Outro será Evaldo que será a solução para um lugar onde o Sporting tem tido dificuldades para arranjar um jogador que seja regular nessa posição, desde os tempos do Rui Jorge.

Prevejo que chegue algum guarda-redes nos próximos tempos, mas espero que não vão buscar outro Ricardo Batista, que foi contratado há dois anos só para encher uma vaga, mas sim um guarda-redes que possa lutar pela titularidade com Rui Patricio, pois é isso que se vê no Benfica e no FC Porto, vários guarda-redes de qualidade a lutarem por um lugar.

Espero também que o Sporting consiga encontrar um ou dois bons defesas-centrais, independentemente das saídas de Daniel Carriço e Polga, penso que faz falta lá um matacão de 1,90 m tipo Luisão ou Bruno Alves, fala-se aí num Xandão do São Paulo, mas dele não conheço nada.

Faltará lá alguém certamente para o ataque porque o Liedson já não é o que era, o Pongolle tanto pode dar como não dar, o Saleiro não tem um potencial muito maior do que o que vemos dele e o Postiga parece entrar numa fase decadente da carreira.
Era bom ter um avançado móvel, e que soubesse mexer bem na bola, uma espécie de outro Liedson, a ver vamos.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Portugal 0-0 Costa do Marfim



Pode ter parecido um jogo fraco, é verdade, no entanto, creio que era dificil fazer melhor.

A Costa do Marfim defendeu muito bem e em termos dos nossos jogadores, creio que nenhum jogou abaixo das suas capacidades, e olhando para as opções que Carlos Queiroz tinha no banco, era dificil também tentar imaginar uma substituição muito produtiva.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Vem aí o primeiro jogo!


É já amanhã, dia 15 de Junho que Portugal disputa o seu primeiro jogo no Campeonato do Mundo de 2010.

Muitos questionam-se sobre as possibilidades de Portugal chegar longe e vencer a competição, e diria eu, que embora coloque outras selecções como favoritas, não é de deitar fora a possibilidade da equipa das quinas vir a sair vitoriosa no Mundial.

E porquê?

Cada vez mais temos jogos mais equilibrados, com poucos golos e por vezes são pequenos detalhes que decidem os vencedores. Se antigamente tínhamos uma selecção argentina que era "Maradona e mais dez" ou uma "França que era Platini" e mais dez, agora já não há esse tipo de equipas, mesmo havendo um melhor jogador aqui e ali não há quem faça a diferença, as equipas são bastante equilibradas embora hajam algumas individualidades que se destaquem.

Tudo depende da forma física e psicológica como se chega a esta grande competição, e da estratégia colectiva que visa adaptar-se às características individuais de certos jogadores e é aí que Portugal tem uma hipótese.


Portugal no meu ponto de vista tem um bom grupo de jogadores, poucos são de classe mundial, mas tem jogadores de topo, que jogam nos melhores clubes da Europa. Temos uma excelente defesa, que para mim é a melhor que já vi Portugal ter, com Bruno Alves e Ricardo Carvalho a constituírem uma dupla de centrais quase intransponível, e com Pepe sempre no apoio mas ao mesmo tempo como primeiro construtor de jogo. Logo aí, e pelo que se tem visto desde a derrota no Brasil por 6-2, é raro sofrermos um golo, e isso é meio caminho andado.

Do meio-campo para a frente, não temos as mesmas opções que uma Argentina por exemplo, que tem Messi, Aguero, Milito ou Higuain, mas mesmo a própria Argentina não marca tantos golos como isso. Ganhou 1-0 a uma modesta Nigéria no jogo de abertura.

No entanto, temos boas opções, que com Nani eram bem melhores, mas não há-de ser por isso. Cristiano Ronaldo é talvez um dos extremos/avançados mais completos do mundo, que pode jogar em qualquer sistema de jogo, pode jogar numa equipa de ataque organizado e adaptar-se bem como pode ser utilizado numa estratégia baseada no contra-ataque, e nisso, em jogadas de "um contra um", é fortíssimo, e desta vez, está melhor acompanhado no ataque!

Seria excelente se Nani lhe fizesse companhia, na minha opinião está em melhor forma do que aquela que Ronaldo estava em 2004 ou até em 2006, é outro jogador muito rápido e que para o contra-ataque quando se jogar com equipas de melhor qualidade, seria óptimo tê-lo lá. A meu ver, está melhor do que o que Figo estava em 2004 e 2006 e daquilo que Simão tem sido. Estou com a pulga atrás da orelha no que concerne a Danny, pode vir a ser uma boa surpresa.

O outro homem de ataque será certamente Liedson, e não sendo o mesmo que foi há uns anos atrás, a verdade é que não considero nem Pauleta nem Nuno Gomes, que foram donos do lugar em 2004, 2006 e 2008, melhores que ele. A meu ver Liedson tecnicamente e fisicamente é melhor que eles os dois, é um rato de área, extremamente lutador, muito bom de cabeça e com uma eficácia que muito poucos se podem orgulhar de ter.

Com uma defesa boa como a nossa e com um ataque que em contra-ataque "promete prometer", os dados estão lançados, e depois, com cada vez menos golos e jogos mais pausados, vão ganhando importância as bolas paradas, nas quais temos em termos de livres directos homens como Cristiano Ronaldo, Deco, Simão, Bruno Alves e Miguel Veloso, e mesmo em termos de cantos estamos bem servidos de cabeceadores.

É verdade que vamos apanhar pela frente logo o Brasil e provavelmente a Espanha muito cedo, que são talvez as duas melhores selecções do mundo, tento em termos individuais como colectivos, mas já não há equipas imbatíveis, embora estas sejam muito difíceis de bater, penso que com a estratégia adequada temos hipóteses!

Embora não acredite vivamente nisto, e aponte como favoritas outras equipas muito mais maduras, sólidas e com uma fase de qualificação mais bem conseguida, não atiro e peço para que ninguém atire a toalha ao chão!

sábado, 12 de junho de 2010

Já começou!



Para mim é muito dificil escolher favoritos, mas sinceramente, aposto em Inglaterra!

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Um sucesso!

Peço desculpa pela actualização mas não foi possível fazer isto mais cedo, o concurso "Desafia o teu Talento" foi um sucesso e apesar dos imensos erros que dei, toda a gente gostou da minha prestação, fiquem aqui com algumas fotos.




Eu e as minhas colegas de grupo...




"Para haver um bom espectáculo são precisos dois ingredientes, bons artistas aqui deste lado... e um bom público"




"Queria dedicar esta música a..."




No final, foi entregue uma flor a todos os elementos do júri



E ainda vos deixo com um vídeo de uma actuação que houve lá:


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...