domingo, 15 de dezembro de 2019

ROH | Final Battle 2019


PCO, Dragon Lee e Jay Lethal e Jonathan Gresham novos campeões



Data: 13 de dezembro de 2019
Arena: UMBC Event Center
Localidade: Baltimore, Maryland




Villain Enterprises (Marty Scurll e Flip Gordon) vs. Bandido e Flamita
Início a todo o gás, com os ágeis e talentosos Flip Gordon e Flamita a protagonizarem sequências muito aprazíveis no interior do ringue. Marty Scurll procurou arrefecer o ritmo, mas os velozes e furiosos Bandido e Flamita não deixaram.
A reta final ficou marcada por grande imprevisibilidade. Os Villain Enterprises estiveram perto do triunfo após um Sliced Bread Powerbomb, mas também passaram por grandes sobressaltos e acabaram mesmo por sair derrotados após uma combinação de 619 por parte de Flamita e um German Suplex de Bandido, sendo que tanto Scurll e Gordon sofreram os golpes, ainda que tenha sido Scurll a sofrer o assentamento.
Vencedores: Bandido e Flamita
Nota: 7,5/10


Matt Taven vs. Vincent
Autêntico grudge match, com ambos os lutadores a não esperarem pelo soar da sineta para se atacarem um ao outro. A dada altura Matt Taven aplicou o Climax, mas Vincent tinha um pé debaixo da corda. Taven executou outro no centro do ringue, mas Vincent conseguiu surpreendentemente o kick out no último instante.
Frustrado, Taven foi buscar um machado por baixo do ringue, mas Vincent evitou ser atingido e ripostou com o Sliced Bread que deu a vitória.
Vencedor: Vincent
Nota: 6/10


Street Fight:
Mark Haskins vs. Bully Ray
Bully Ray não perdeu tempo e atacou Mark Haskins pelas costas com uma mesa envolta em arame farpado enquanto Haskins fazia a sua entrada. Foi apenas o início de uma ofensiva impiedosa por parte do múltiplas vezes campeão mundial de tag team.
Confortável com o amasso que estava a dar no adversário, Bully Ray provocou e enfureceu Haskins, que ripostou, mas Bully Ray parecia sempre encontrar forma de retomar o controlo das operações.
A dada altura, Bully Ray aplicou um Powerbomb do topo de um dos cantos para cima de uma mesa envolta em arame farpado, depois atirou-se por duas vezes para cima de Haskins e em seguida avançou para o assentamento, mas Haskins conseguiu o kick out.
Quando Bully Ray se preparava para voltar à carga, Vicky Haskins apareceu em cena para atacar as partes baixas de Ray com um ralador de queijo, Mark Haskins aproveitou para plantar o adversário numa mesa e logo a seguir para lhe aplicar o Diving Double Foot Stomp que haveria de lhe dar a vitória.
Vencedor: Mark Haskins
Nota: 6/10


Alex Shelley vs. Colt Cabana
Combate bastante técnico, mas sem monotonia, pois foi entretido e disputado a um ritmo elevado. O duelo nunca abandonou essa toada tecnicista e Alex Shelley alcançou o triunfo através de um pin fall surpreendente.
Vencedor: Alex Shelley
Nota: 6,5/10


Angelina Love vs. Maria Manic
A mais poderosa Maria Manic começou por dominar, atacando Angelina Love ainda antes de a sineta soar, e nunca perdeu esse domínio, vencendo via submissão, através de um Torture Rack, num autêntico squash match.
Vencedora: Maria Manic
Nota: 4/10


ROH World Television Championship:
Shane Taylor (c) vs. Dragon Lee
Combate pausado, com domínio internacional por parte do campeão e mais poderoso Shane Taylor, mas com Dragon Lee a aproveitar cada oportunidade para voar sobre o adversário, utilizando a força da gravidade a seu favor.
A reta final foi emocionante, com várias near falls para cada lado. Dragon Lee colocou uma corrente em torno da canela e pontapeou Taylor, mas o campeão safou-se. Foi preciso mais, mas Lee conseguiu vencer e conquistar o título, tendo obtido o triunfo após um Running Knee.
Vencedor: Dragon Lee (novo campeão)
Nota: 7/10


ROH World Tag Team Championship:
The Briscoe Brothers (Jay Briscoe e Mark Briscoe) (c) vs. Jay Lethal e Jonathan Gresham
Combate que se transformou numa batalha campal, com ambas as equipas a digladiarem-se fora do ringue e a protagonizarem vários momentos a quatro, desrespeitando a regra de haver apenas um elemento de cada tag team em ringue ao mesmo tempo.
Se o combate já estava a ser intenso, as coisas ainda aqueceram ainda mais na parte final, com o perigo a surgir de todos os lados. Jay Briscoe aplicou um Jay Driller em Lethal, mas Gresham puxou a perna ao árbitro. Lethal ripostou ao atingir Jay Briscoe com um cinturão, mas este conseguiu o kick out. Seguiram-se várias tentativas de colocar um ponto final ao combate, fosse através de submissão ou de projeções, strikes e voos de alto impacto.
A dada altura os Briscoes procuraram executar o Doomsday Device, mas Gresham impediu o golpe e Lethal aproveitou para aplicar o roll up que deu a vitória e o título à sua equipa.
Vencedores: Jay Lethal e Jonathan Gresham (novos campeões)
Nota: 7/10


ROH World Championship:
Rush (c) vs. PCO
Combate entre dois pesos pesados da ROH, com direito à utilização de objetos. Rush começou por dominar, usando uma cadeira, um cabo e o próprio corpo para o efeito.
Numa fase em que Rush estava no controlo das operações, Destro apareceu em cena para eletrocutar PCO através da bateria de um carro, fazendo-o ganhar energia para enfrentar o resto do combate.
Com energias renovadas, PCO aplicou um Chokeslam em Rush para cima do capô do carro e logo a seguir executou um Leg Drop, mas acabou por ser atirado desde o tejadilho para o chão.  
No regresso ao ringue, Rush levou duas portas para o squared circle, despejou alguns golpes potentes em PCO e utilizou as portas para magoar o adversário, mas este teimava em resistir.
Depois foi a vez de PCO fazer Rush atravessar uma porta e aplicar um PCOsault, mas o campeão conseguiu o kick out. Entretanto Rush voltou ao ataque e perdeu algum tempo com Destro fora do ringue, tendo sofrido um Chokeslam e um PCOsault quando se encontrava deitado numa mesa, perdendo o combate em seguida via assentamento.
Vencedor: PCO (novo campeão)
Nota: 7/10




















#ROH #ROHTVTitle #ROHTagTitles #ROHWorldTitle #FinalBattle

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...