quarta-feira, 19 de agosto de 2020

A minha primeira memória de… um jogo entre Bayern Munique e Lyon

Se o Bayern Munique é uma presença constante nas principais competições europeias e na fase adiantada das mesmas a introdução da Taça dos Campeões Europeus em 1955, o Lyon viveu o seu período dourado na primeira década do século XXI, conquistando sete campeonatos seguidos em França e apresentando-se sempre bastante competitivo na Liga dos Campeões. Nesse período, as duas equipas defrontaram-se por dez vezes e já só nos últimos duelos é que os bávaros mostraram a sua superioridade.


Bayern - Lyon (05.11.2003)
Creio que não terei assistido a algum desses jogos, mas recordo-me bem de ambos os conjuntos se terem defrontado nas meias-finais da Champions em 2009-10, numa altura em que o Lyon até já tinha perdido a hegemonia doméstica.

Ainda assim, a minha primeira memória de um encontro entre bávaros e franceses remonta a uns antes. Já não me recordava a época ao certo nem o resultado, mas lembro-me perfeitamente de um fantástico golo do médio brasileiro Juninho Pernambucano a Oliver Kahn em pleno Estádio Olímpico de Munique, reproduzido em vídeo no início desse texto.

Felizmente, há toda uma Internet que nos pode fornecer mais detalhes. O jogo em questão remonta a 5 de novembro de 2003, contava para a 4.ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões e teve como desfecho a vitória dos gauleses, então orientados por Paul Le Guen, no terreno dos germânicos de Ottmar Hitzfeld, por 2-1.

O tal golaço de Juninho Pernambucano inaugurou o marcador aos seis minutos. Roy Makaay empatou aos 14’. E, já no segundo tempo, Élber, de regresso a Munique, devolveu a vantagem ao Lyon (53’).


Bayern e Lyon voltaram a defrontar-se na fase de grupos da Champions em 2008-09, com dupla vitória dos bávaros em jogos dos quais não tenho qualquer memória, e nas meias-finais da competição na temporada seguinte.
Lyon - Bayern (27.04.2010)

Enquanto os favoritos Barcelona (de Guardiola) e Inter (de Mourinho) se digladiavam na outra semifinal, o Bayern de Van Gaal carimbou o apuramento para a final com duas vitórias sobre o Lyon de Claude Puel, por 1-0 em casa na primeira-mão e por 3-0 fora no encontro de França.

“Super Olic acaba com sonho gaulês. O avançado croata fez um hat-trick e impôs ao Lyon a primeira derrota caseira na pior altura”, destacou o jornal O Jogo no dia seguinte à partida da segunda-mão. “O sonho do Lyon em atingir a primeira final da Champions da sua história terminou e da pior forma possível. A equipa de Claude Puel apostava tudo no fator casa, pois em seis jogos somava cinco vitórias e um empate. Somava, pois com o que o treinador francês não contava era com a inspiração de... Olic, o herói inesperado graças a um hat-trick, e a uma bem delineada estratégia de Van Gaal, que anulou por completo os principais trunfos dos gauleses”, podia ler-se no arranque do texto.
















Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...