terça-feira, 27 de outubro de 2020

WWE | Hell in a Cell 2020

Data: 25 de outubro de 2020
Arena: Amway Center
Localidade: Orlando, Flórida
 

Hell in a Cell “I Quit” match pelo WWE Universal Championship:
Roman Reigns (c) vs. Jey Uso
(Se Jey perder, ele e Jimmy Uso tornam-se subordinados de Roman Reigns)
Roman Reigns entrou a dominar, encostando Jey Uso às cordas ou atirando-o para o tapete. E quando parecia que Jey Uso tinha soltado as amarras, Roman Reigns atingiu-o com um violento Spear.
Se nos primeiros minutos tanto Reigns como Uso pareciam mais preocupados em magoar o adversário do que em procurar desde logo a vitória, essa tendência começou a mudar quando Jey Uso introduziu em ringue um cinto de cabedal.
Mesmo tendo sofrido mais um violento Spear, Jey Uso manteve a estratégia de pé e voltou a fazer uso do cinto de cabedal, enrolando-o inclusivamente à volta da garganta de Reigns. Porém, foi Reigns quem esteve quase sempre um passo à frente, mais próximo da vitória.
A dada altura Reigns utilizou umas escadas para atingir a cabeça de Jey Uso, colocando o primo sem condições para dizer “I Quit”. O árbitro quis parar o combate, mas Reigns não deixou. O campeão quis arremessar a escada para cima de Jey, mas Jimmy Uso colocou-se à frente e impediu-o.
Jimmy Uso apelou ao coração de Reigns, que até lágrimas derramou, mas afinal eram lágrimas de crocodilo, pois Reigns prendeu Jimmy num Guillotine. Ao ver o irmão a sofrer, Jey Uso disse “I Quit” e deu a vitória a Reigns.
Vencedor: Roman Reigns
Nota: 5,5/10
 
 
Jeff Hardy vs. Elias
Combate que Elias conseguiu dominar durante os minutos iniciais. De vez em quando Jeff Hardy conseguiu contra-atacar, mas Elias encontrava sempre forma de travar o ímpeto do adversário.
A dada altura Hardy aplicou um Whisper in the Wind e um Twist Of Fate, mas, quando avançava para o Swanton Bomb viu Elias sair do ringue e ir ao encontro da sua guitarra. Porém, Hardy intercetou-o e utilizou a guitarra para atingir Elias, acabando por causar a própria desqualificação.  
Vencedor: Elias (por desqualificação)
Nota: 5/10
 
 
Combate pelo contrato Money in The Bank:
Otis (detentor do contrato) vs. The Miz
Otis utilizou o seu poderio físico para tentar dominar o combate, enquanto The Miz tentou fazer uso da agilidade para contra-atacar. Otis estava a conseguir sobressair até certo ponto, quando Tucker traiu o amigo e atingiu-o com a mala Money in the Bank, já depois de John Morrison ter sido expulso das imediações do ringue.
Vencedor: The Miz (novo detentor do contrato Money in the Bank)
Nota: 5/10
 
 
                Hell in a Cell match pelo WWE SmackDown Women's Championship:
Bayley (c) vs. Sasha Banks
Autêntico grudge match, no qual não faltaram intensidade, objetos e golpes de alto impacto.
A dada altura, Sasha Banks aplicou um Powerbomb em Bayley para cima da cela, mas no regresso ao ringue Bayley fez a cabeça de Sasha embater numa cadeira.  
Depois os kendo sticks ganharam protagonismo. Primeiro foi a campeã a utilizá-los, depois Sasha. Entretanto, também um escadote e duas cadeiras foram introduzidas no ringue, com Sasha a ficar perto do triunfo depois de um Belly to Bayley em cima do escadote.
Bayley respondeu com um Belly to Bayley no centro do ringue, mas Sasha fez o kick out e respondeu com um Bank Statement com a ajuda de uma cadeira, voltando assim a sagrar-se campeã.
Vencedora: Sasha Banks (nova campeã)
Nota: 7/10
 
 
WWE United States Championship:
Bobby Lashley vs. Slapjack
Combate intenso, com Bobby Lashley a fazer uso do seu poderio físico, mas com Slapjack a não ficar muito atrás. Embora Lashley tivesse conseguido a vitória por submissão, através de um Full Nelson, os restantes membros dos Retribution subiram ao ringue para atacar o campeão, ainda que os MVP, Shelton Benjamin e Cedric Alexander tenham corrido rapidamente para fazer o save.
Vencedor: Bobby Lashley
Nota: 5,5/10
 
 
Hell in a Cell match pelo WWE Championship:
Drew McIntyre (c) vs. Randy Orton
Randy Orton atacou Drew McIntyre ainda durante a entrada do campeão, ganhando logo aí uma preciosa vantagem. Ainda assim, o escocês conseguiu contrariar o ímpeto do adversário e utilizou a estrutura da cela para fazer estragos.
O duelo foi sempre bastante equilibrado, com períodos alternados de domínio dos dois lutadores. Para ilustrar esta ideia, a dada altura McIntyre fez Orton atravessar uma mesa, mas logo a seguir sofreu o típico DDT do Viper.
Pouco depois Orton abriu a porta da cela e depois de atacar McIntyre subiu ao topo da estrutura, mas o escocês não se sentiu intimidado e foi ao encontro do candidato principal. Após terem trocado alguns strikes, iniciaram a descida, mas a meio do trajeto McIntyre foi projetado para cima de uma das mesas dos comentadores, ficando em muito mau estado.
Em posição vantajosa, Orton guiou McIntyre até ao interior do ringue, mas o tempo demorado durante o trajeto fez o escocês recuperar algum fôlego. Tanto assim foi que no regresso ao ringue o campeão aplicou um Claymore.
Depois McIntyre procurou um segundo Claymore, mas Orton desviou-se e aplicou o RKO que lhe haveria de dar o 14.º título mundial da carreira.
Vencedor: Randy Orton (novo campeão)
Nota: 7,5/10



 

 


#WWE #SDLive #Raw #UniversalChampionship #UniversalTitle #HIAC #WWEChampionship #MITB #WomensTitle #SDWomensTitle #USTitle

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...