segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

TNA | Against All Odds 2011



Data: 13 de Fevereiro de 2011
Arena: TNA Impact! Zone
Cidade: Orlando, Florida




TNA X Division Championship - Kazarian (c) vs. Robbie E.
Belo combate de abertura, muito bem faseado e trabalhado. Sinceramente, dados os intervenientes, superou as minhas expectativas. Pena não ser este o tipo de wrestling que caracterizou a X-Division desde sempre e que tornou de certa forma a divisão e a TNA famosas, não peço “spotfest”, mas peço mais acção rápida e furiosa. A falar em rápidos e furiosos, os Generation Me faltaram ao PPV por não conseguirem chegar a Orlando a tempo, situação que não é assim tão rara na TNA. Há que começar a fazer algo em relação a isto, ou concentrações em hotéis perto da zona com alguns dias de antecedência ou então a aplicação de multas, porque isto é “main stream”.
Vencedor: Kazarian


Beer Money (James Storm e Robert Roode) e Scott Steiner vs. Immortal (Rob Terry, Gunner e Murphy)
Mais um belo combate, um que também superou as minhas expectativas já que pensei que Gunner e Murphy não fossem mais que uns cepos. Viram a prestação de Robert Roode? O homem transpira a “main-event”, e a meu ver vai ser dos maiores talentos desperdiçados dos últimos anos se um dia não chegar a campeão mundial. E a ovação para os Beer Money? Os fãs estavam sedentos para este “face turn” dos Fourtune, talvez porque temessem que um regresso dos MEM viesse tirar espaço à prata da casa.
Vencedores: Beer Money (James Storm e Robert Roode) e Scott Steiner


Samoa Joe vs. Pope
Este combate veio provar duas coisas que eu já suspeitava: Pope está feito um senhor, que esteve um excelente desempenho como “heel” durante toda a contenda, e ainda consegue dar algo diferente com toda a sua pompa e circunstância, carregando muito bem o combate e alimentando os “comebacks” de Joe que não teve a reacção esperada do público, e querem saber uma das razões porquê? A segunda coisa que eu já suspeitava e este combate veio a provar, Samoa Joe está numa forma física péssima!
Vencedor: Samoa Joe


TNA Women's Knockout Championship - Madison Rayne (c) vs. Mickie James (Last Knockout Standing match)
Já estava a achar muito estúpido esta história da luva que punha qualquer uma KO, afinal, se percebi bem, o segredo estava na soqueira que estava por baixo. Estava à espera de mais confesso, mas mesmo assim é do melhor que podemos ver em termos femininos em “main stream”.
Vencedora: Madison Rayne


Rob Van Dam vs. Matt Hardy
Este é daqueles combates que se fizerem um “videoclip” dos melhores momentos até vai parecer excelente, mas a verdade é que não é por aí que se vê bom wrestling, se bem que este até me surpreendeu pela positiva. Os dois estão bem um para o outro e pensei que fosse sair cagada, afinal saiu algo aceitável, se bem que o Matt consegue ser melhor a “face”, talvez por não ter que fazer tanto.
Vencedor: Rob Van Dam


Brother Devon vs. Bully Ray (Street Fight)
O que foi isto? Um combate que prometia devido ao que fizeram no último PPV e porque agora estariam mais no seu ambiente, com muitos objectos há mistura, e afinal, a montanha pariu o rato, com a participação dos filhos (?) de Devon, especialmente porque um deles, que nem fazia parte do combate, foi quem sofreu o “pin”.
Vencedor: Bully Ray


Kurt Angle vs. Jeff Jarrett
Grande mas grande combate! É daqueles que não se podem fazer sempre porque senão todo o arsenal de um wrestler sai descredibilizado, como foi o caso neste combate em que Angle sofreu dois “Strokes”, um deles lá de cima da corda superior, uma cadeirada e ainda estava pronto para mais luta. No entanto, isto é Kurt Angle! Alguém que quanto mais porrada leva mais força parece ter, não é ao acaso que ganhou uma medalha de ouro olímpica com o pescoço partido. Ficaram os dois bem “over”!
Vencedor: Jeff Jarrett


TNA World Heavyweight Championship - Mr. Anderson (c) vs. Jeff Hardy (Ladder Match)
Combate entretido e ficamos por aqui. Os homens entreteram o público, até tiveram um bom “selling”, mas tiveram uma pequena falha em termos de psicologia, já que durante o combate tiveram várias oportunidades para subir lá acima com o adversário inclusive fora do ringue, no entanto, preferiam castigá-lo mais. Não percebi essa, tal como não percebi o porquê de Anderson lutar de “t-shirt”, tal como não percebi o facto de o “Asshole” ter tido um reinado que nem deu para aquecer. As más noticias são: Anderson perdeu o titulo… As boas noticias são: Via aberta para AJ Styles entrar na corrida!
Vencedor: Jeff Hardy (novo campeão)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...