sábado, 22 de setembro de 2012

Segunda Liga | Desp. Aves 0-2 Benfica B


Esta tarde, no Estádio do Clube Desportivo das Aves, em Santo Tirso, o Benfica B derrotou o Desportivo das Aves por 2-0, num jogo a contar para a 7ª jornada da Segunda Liga. Miguel Rosa e Claudio Correa marcaram os golos.


Eis a constituição das equipas:

Desportivo das Aves



Os avenses ocupam a primeira metade da tabela, estando em 7º lugar, com dez pontos em seis jogos já disputados, têm a particularidade de serem a única equipa até agora que não averbou qualquer derrota, e ainda são a melhor defesa da prova, com apenas dois golos sofridos.
Mamadu (castigado) e Romaric (lesionado) são os principais ausentes.


Benfica B



A equipa B dos encarnados está atualmente na 4ª posição, com onze pontos em seis jornadas, e curiosamente, têm o melhor ataque do campeonato, com 17 golos marcados, dando uma média de quase três por jogo.
Bruno Gaspar, Hélder Costa, Fábio Cardoso, Mvom, Ivan Cavaleiro (melhor artilheiro da equipa e do campeonato) e Rúben Pinto estão lesionados.


9’ Cafú recebeu um passe para as costas da defesa, ultrapassou Marafona e depois acertou no poste, depois de a bola ter sofrido um desvio de João Paulo.

O início de jogo mostrou e anteviu para a sua restante duração, muita luta, duelos físicos, pontapés para a frente, e pouco recorte técnico e sequências de passes.

30’ Nuno Binaia, depois de um esforço individual, obrigou Bruno Varela a defesa complicada.

33’ Renato Santos teve algum espaço fora da área e rematou colocado, mas por cima.

40’ Miguel Rosa flectiu da esquerda para o meio e atirou ao lado.

Intervalo.

50’ André Gomes trabalhou bem pelo lado esquerdo, resistiu à pressão de dois adversários e serviu Miguel Rosa que á entrada da área rematou forte para o fundo das redes.


58’ José Vilaça trocou Nuno Binaia por Vasco.

61’ Renato Santos, já em esforço, atirou para defesa de Bruno Varela.

68’ Tito cedeu o seu lugar a Valdinho.
Cláudio Correa rendeu Cafú.

72’ Luís Martins foi substituído por Duarte Duarte.

74’ Miguel Rosa cruzou pela esquerda para Claudio Correa, que alargou a vantagem do Benfica B. A defesa do Desportivo das Aves não reagiu ao lance, ficando a pedir fora-de-jogo.


82’ Djibril Sarr entrou para o lugar de João Pedro.

90’ Lindelöf substituiu André Gomes, que saiu lesionado.

A primeira parte não foi muito bem jogada do ponto de vista técnica, com poucas sequências de passes e jogadas interessantes e muita luta e duelos corporais.
No segundo tempo a qualidade do futebol não melhorou, o Benfica B continuou a se superiorizar ligeiramente e conseguiu marcar logo no início, por intermédio de Miguel Rosa.
A partir daí, o Aves arriscou, colocou em campo mais jogadores de características ofensivas, chegou a apresentar quatro avançados, mas foram os encarnados que ampliaram a vantagem, por Claudio Correa.

Analisando os atletas em campo, começando pelos do Desportivo das Aves…
Marafona não foi obrigado a grandes intervenções, mas acabou por sofrer dois golos, no qual não teve responsabilidades;
Leandro viu os dois tentos nascerem pelo seu lado; João Paulo não conseguiu interceptar o cruzamento de André Gomes no primeiro golo; Élvis não acompanhou Claudio Correa no 0-2; e João Pedro não chegou a tempo para travar o remate de Miguel Rosa que valeu o 0-1;
Romeu lutou mais que jogou; Tito foi sacrificado quando era necessário correr mais riscos; e Nuno Binaia participou em lances nos quais mostrou a sua qualidade, no entanto, não conseguiu ligar meio-campo e ataque;
Renato Santos foi dos mais inconformados; Vasco Matos começou como extremo, e acabou por recuar para médio interior e posteriormente para lateral; e Rabiola esteve apagado;
Vasco, Valdinho e Djibril Sarr pouco ou nada acrescentaram.

Quanto aos do Benfica B…
Bruno Varela fez intervenções de alguma qualidade;
João Cancelo foi ofensivo e irreverente, mas nem sempre tomou as melhores decisões; Ascues e Sidnei não foram propriamente intransponíveis, mas fizeram um bom jogo, e em situações em que era preciso aliviar a bola, não a quiseram pontapear para a bancada e tiveram a preocupação de a colocar jogável num companheiro; e Carole saiu pouco da sua posição;
Luciano Teixeira e Leandro Pimenta, apesar da juventude, ganharam a luta do meio-campo; e André Gomes esteve em evidência ao fazer a assistência para o 0-1 e ter construído grande parte do 0-2, saindo com queixas na lesão abdominal;
Miguel Rosa para além da qualidade técnica, mostrou ser bom com os dois pés, marcando o 0-1 com o direito e assistindo para o 0-2 com o esquerdo; Luís Martins não gerou desequilíbrios; e Cafú não esteve em grande evidência;
Claudio Correa entrou a tempo de marcar; Duarte Duarte é forte no “1 vs. 1” mas não teve muitas hipóteses de brilhar; e Lindelöf esteve pouquíssimo tempo em campo.


Com este resultado, fica assim disposta a classificação da Segunda Liga:

3 comentários: