segunda-feira, 16 de julho de 2012

WWE | Money In The Bank 2012


Data: 15 de Julho de 2012
Arena: US Airways Center
Cidade: Phoenix, Arizona



WWE Tag Team Championship: R-Truth & Kofi Kingston (c) vs. Hunico & Camacho
Bom combate para abrir as hostilidades! Sem muita história, foi um combate de tag team com uma estrutura básica, com os campeões a entrarem fortes, mas os latinos a equilibrarem e a ganhar vantagem ao deixar especialmente Kofi no chão, neutralizando-o e impedindo-o de voar, criando também “heat” para o “hot tag” de R-Truth, e a partir daí, a natural confusão com todos ao molho e os “finishers” para a vitória.
Vencedores: R-Truth & Kofi Kingston
Nota: 6/10


Damien Sandow vs. Tyson Kidd vs. Christian vs. Santino Marella vs. Tensai vs. Cody Rhodes vs. Dolph Ziggler vs. Sin Cara (World Heavyweight Championship Money In The Bank Ladder match)
Não são os oito maiores nomes da WWE, mas tinham características diferentes, talento e funcionaram muito bem: Tensai, como “monster” esteve muito bem e foi um elemento importantíssimo, Santino trouxe comédia e foi aquele “outsider” que todos gostariam que vencesse mas que ninguém estava à espera, Tyson Kidd foi um Shelton Benjamin (se é que me entendem), gostei do “dejá vu” de Sin Cara, Damien Sandow foi aquela figura que ninguém queria que ganhasse e que criava sempre “heat” quando subia degraus, Cody Rhodes era um dos favoritos e aquele em que muitos apostavam, e Dolph Ziggler, que era a minha aposta, venceu, mostrando mais uma vez um “selling” notável que ajudou a vender Tensai como monstro, e apesar de não ter feito muitos “bumps” e de ter participado num “botch”, isso não manchou a sua vitória.
Vencedor: Dolph Ziggler
Nota: 9/10


World Heavyweight Championship: Sheamus (c) vs. Alberto Del Rio
Tinha algumas reservas quanto a este combate, mas parecia-me que Sheamus estava mais motivado e Del Rio também estava em melhor forma e isso acabou por se traduzir num bom espetáculo. Com estilos diferentes, proporcionaram uma “brawl” daquelas durinhas e intensas, na qual mostraram boa química para situações interessantes como um contra-ataque ao “flying shoulder block” do Sheamus, com aquele “Armbreaker”.
Curiosa à situação envolvendo Ziggler, certamente se queixará que o mexicano lhe roubou tempo. Haverá desenvolvimentos ou será uma história que morreu ali?
Vencedor: Sheamus
Nota: 7,5/10


The Primetime Players (Darren Young & Titus O’Neill) vs. Primo & Epico
Em termos de personagens, parecia que estava a assistir a um MVP vs. Carlito em versão tag team. Young e O’Neill até nem são personagens assim tão desinteressantes como equipa, com AW a “manager”, mas os latinos têm condições para fazer bem melhor, nomeadamente se derem a Epico uma componente mais “powerhouse”, e convém estabelecerem essa diferença, até mesmo no “ring gear”, para que sejam vistos como algo mais do que uma tag team genérica. Btw, combate satisfatório.
Vencedores: Primo & Epico
Nota: 5/10


WWE Championship: CM Punk (c) vs. Daniel Bryan (No DQ, AJ como árbitra)
Combate duríssimo e espetacular, do início ao fim! Começou a todo o gás, raramente perdeu intensidade e os supostos períodos mortos, para ambos descansarem, foram preenchidos por algo envolvente a AJ. Não tenho palavras para descrever esta contenda, teve história, teve qualidade, brutalidade, tudo. Se isto não merece cinco estrelas… não sei.
Vencedor: CM Punk
Nota: 10/10


Ryback vs. Curt Hawkins & Tyler Reks
Desta vez não foi “squash”, os adversários deram luta, mas a “streak” continua. Pessoalmente, ainda estava a recuperar do combate anterior.
Vencedor: Ryback
Nota: -


Layla, Kaitlyin e Tamina vs. Beth Phoenix, Natalya e Eve Torres
Ainda estava a recuperar do Punk vs. Bryan, mais um “popcorn match”.
Vencedoras: Layla, Kaitlyin e Tamina
Nota: -


Big Show vs. Kane vs. John Cena vs. Chris Jericho (WWE Championship Money In The Bank Ladder match)
Normalmente, quando estamos prestas a combates MITB, estou ansioso porque geralmente isso significa que o vencedor é a próxima estrela em que a WWE quer apostar, será um próximo campeão mundial, maioritariamente pela primeira vez, e claro, ver sempre algo de novo, nomeadamente em termos de “spots”. Ora nada disso aconteceu! Depois, é triste ver como CM Punk e Daniel Bryan têm um combate daqueles, e os dirigentes da companhia, certamente, suspeitando do impacto do mesmo, voltam a decidir que é mais importante ver se o Cena consegue a mala pela primeira vez do que propriamente aquele que deve ser o ouro mais prestigiado da companhia e até do “business”.
Vencedor: John Cena
Nota: 7,5/10



Façam gosto da minha página de Pro Wrestling no facebook: https://www.facebook.com/prowrestlingpt

7 comentários:

  1. hola amigo: a pedido de vos, he enlazado tu blog en www.decaralgol.blogspot.com saludos

    ResponderEliminar
  2. So vais classificar o ryback quando a streak acabar? Eu acho que o combate merecia no minimo 3/10 ele aguentou 2 superstars do roster principal(+/-).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os combates dele ainda são demasiado curtos para os definir mais como combates e não como segmentos sequer.

      Eliminar
  3. David, parabéns pela postagem e pelo Blog.

    Abraços....

    ResponderEliminar
  4. Concordo em tudo, Punk vs Bryan merecem no mínimo 4 estrelas e meia e tenho certeza que seria melhor no MAIN EVENT, para mim é o melhor combate do ano e talvez de muito tempo ,Ryback vs. Curt Hawkins & Tyler Reks e Layla, Kaitlyin e Tamina vs. Beth Phoenix, Natalya e Eve Torres depois da luta entre Punk e Bryan ninguém liga se Ryback apanhou um pouco se Beth perdeu em casa ,The Primetime Players (Darren Young & Titus O’Neill) vs. Primo & Epico combate até bom pena que o público não deu a mínima e o final foi fraco

    ResponderEliminar
  5. Eu concordo com a falta de classificação do combate do Rayback, concordo que o combate foi curto e tudo o mais, mas tem uma coisa: fiquei muito feliz com esse combate. Fiquei feliz pelo monstro ter sofrido alguma resistência e ter vendido satisfatoriamente, provou que a streak não lhe subiu a cabeça, fiquei feliz por ver Curt Hawkins & Tyler Reks num PPV...

    ResponderEliminar
  6. mesmo! ele aguentou 2 superstars do roster principal, acho que merce classificaçao!

    ResponderEliminar