segunda-feira, 23 de maio de 2011

WWE | Over The Limit 2011



Data: 22 de Maio de 2011
Arena: Key Arena
Cidade: Seattle, Washington



R-Truth vs. Rey Mysterio
Começar um PPV com R-Truth a fazer uma “promo”, e sem música de entrada não me parece o modo acertado de dar o “kick off”, mas enfim, o combate foi mais ou menos, com Truth a mostrar que é melhor “heel” mas “you still suck!”. O combate foi algo parado para lutadores que costumam apostar na velocidade, apesar de uma fase final em que acelerou.
Vencedor: R-Truth
Nota: 5,5/10


Intercontinental Championship - Wade Barrett (c) vs. Ezekiel Jackson
Combate melhor do que o que se esperava, mas como eu tinha dito na minha antevisão no dia do PPV no WN, não me surpreenderia se os dois oferecessem algo decente, porque Big Zeke trabalha bem como “face” e Barrett consegue fazer bons combates. Não foi nada do outro mundo, mas com certeza que superou as expectativas dos fãs.
Vencedor: Ezekiel Jackson (DQ)
Nota: 4,5/10


Sin Cara vs. Chavo Guerrero
Isto não foi um combate, foi um “highlight” do “move-set” de Sin Cara, se bem que pela semelhança de alguns golpes por instantes pensei que o vídeo estava com um erro qualquer e repetia o que se passava à minutos atrás. A psicologia não foi muita, pelo menos não ao estilo WWE, e se até estávamos a ver movimentos com um aspecto estético muito interessante, o “finisher” foi um autêntico “botch” que borrou a pintura.
Vencedor: Sin Cara
Nota: 5,5/10


WWE Tag Team Championship - Kane e Big Show (c) vs. CM Punk e Mason Ryan
O combate até foi bom, na medida em que os lutadores foram muito fortes a nível de psicologia de ringue a construírem muito bem o “hot tag” e a deixarem todos os lutadores credibilizados, e ao mesmo tempo, sendo um combate até entretido. O “face turn” de Mason Ryan ainda não foi desta.
Vencedores: Kane e Big Show
Nota: 6/10


WWE Divas Championship - Brie Bella (c) vs. Kelly Kelly
O combate até me parecia bem estruturado, para um “comeback” muito forte de Kelly Kelly, mas é que nem isso, ela nem teve tempo de brilhar e isto roçou o “squash”. Sem Kharma, porque não foi este o “popcorn match”?
Vencedora: Brie Bella
Nota: 2/10


World Heavyweight Championship - Randy Orton (c) vs. Christian
Candidato a melhor combate do ano! Intensidade sempre muito elevada, história muito bem contada, grau de emoção e de impacto dos golpes sempre a crescer, excelentes expressões faciais, beleza em todos os movimentos, tudo o que é preciso para um combate perfeito. Não tem cinco estrelas porque já vi combates bem mais emotivos e porque se calhar o estilo WWE não permite um realismo total e absoluto nos combate, mas é certamente uma contenda para rever daqui a uns anos e para incluir em DVD’s. Isto ainda vende, venha daí mais um “rematch”!
Vencedor: Randy Orton
Nota: 8,5/10


Jerry Lawler vs. Michael Cole ("Kiss My Foot" Match)
E parece que esta história finalmente acabou! O combate teve a duração adequada, foi algo que entreteve o público e em nada foi aborrecido. Os fãs estavam sedentos de ver Cole ser espancado e humilhado, e foi isso que aconteceu. Espero que continuem a usar o homem como GM ou “manager”, o “heat” que ele gera merece ser aproveitado.
Vencedor: Jerry Lawler
Nota: 3/10


WWE Championship - John Cena (c) vs. The Miz ("I Quit" Match)
OK, pela primeira vez admito: Odiei a forma como o Cena ganhou e acho que queimaram o Miz à força toda. A forma como o combate foi conduzido deu a entender que se os dois tivessem tido um combate de um para um, Cena faria Miz dizer “I Quit” em pouquíssimo tempo, porque calculado bem o tempo, o “Champ” dominou apenas cerca de 2/3 minutos no máximo e isso bastou para vencer. Além disso venceu com a sua submissão normal que muitos já sobreviveram a ela durante muito tempo, e Cena para além de ter vencido com ela e não ter inovado como no Breaking Point 2009, venceu rapidamente. E pior, o combate não foi “singles”, foi praticamente um “Handicap”… e ainda assim, tal aconteceu, exagerado a meu ver. Acho que o Cena podia ter arrumado com o Riley num “hope spot”, e o The Miz ter continuado a dominar, isso fortaleceria a sua imagem. Eu não sou um “Cena hater”, antes pelo contrário, mas odiei este “booking”. Ainda assim, bom combate, apesar de seguir um pouco a monotonia de combates anteriores com a mesma “gimmick” que Cena tem tido nos últimos anos.
Vencedor: John Cena
Nota: 7,5/10

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...