sábado, 24 de março de 2012

Liga ZON Sagres | Sporting 1-0 Feirense



Esta noite, no Estádio José Alvalade, o Sporting venceu o Feirense por 1-0, num jogo a contar para a Liga ZON Sagres, ascendendo provisoriamente ao 4º lugar. Diego Capel, de grande penalidade, marcou o único golo da partida.



Eis a constituição das equipas:

Sporting



Os leões continuam a oscilar entre vitórias e derrotas na Liga ZON Sagres, e na última jornada foram perder a Barcelos por 2-0, num encontro que ficou marcado pela contestação à arbitragem de Bruno Paixão.
Nesse encontro frente ao Gil Vicente, Schaars viu o cartão vermelho e por isso é baixa para este jogo, tal como Bruno Pereirinha, Onyewu, Rodríguez e Rinaudo, mas estes por lesão.
Surpreendentemente, Matías Fernández fica fora dos 18 eleitos.


Feirense



O Feirense até tem dado a conhecer bons futebolistas e um futebol atractivo, no entanto, ocupam a lanterna vermelha da Liga ZON Sagres, têm o pior ataque da prova, ainda não venceram em 2012 (3 empates e 7 derrotas) e apenas têm um triunfo fora, diante do Olhanense (1-2), conseguido em Setembro.
Henrique e Rabiola, lesionados, não jogam.


A primeira ocasião de perigo apareceu ainda nos cinco minutos iniciais, num lance confuso na área do Feirense, os defesas não conseguiram despachar o esférico de zona perigosa e esta sobrou para Wolfswinkel que já na pequena área atirou por cima.

Á chegada do quarto de hora, Ludovic foi lento a aliviar a bola, Insúa acabou por ser mais rápido a recuperá-la e o luso-francês derrubou-o, e foi marcada uma grande penalidade, que Diego Capel converteu em golo.

A partida manteve-se com um ritmo muito morno, com muitas faltas e cartões, e só aos 37’ voltou a haver uma oportunidade para marcar, com Izmailov a progredir pelo flanco direito e a cruzar para o primeiro poste onde apareceu João Pereira mas Paulo Lopes desviou para canto.

Ao intervalo, Quim Machado trocou Uanderson por Carlos Fonseca. Já Sá Pinto também efectuou uma substituição, fazendo entrar Carrillo para o lugar de Jeffrén.

Nos minutos iniciais do segundo tempo, Renato Neto falhou a recepção a um passe de Insúa e a bola sobrou para Ludovic que rematou ao lado.

Aos 53’, Carlos Fonseca driblou Polga e atirou forte e perigoso, mas Rui Patrício respondeu com uma boa defesa.

Doze minutos depois, João Pereira cruzou pela direita e no coração da área Capel antecipou-se a Mika e cabeceou por cima.
Logo a seguir, o lateral português voltou a estar em evidência ao servir Wolfswinkel mas este demorou alguns segundos a executar, Luciano reduziu-lhe o espaço e o holandês rematou cruzado ao lado.

Aos 71’, Buval chutou rasteiro mas sem acertar na baliza.

Perto dos descontos, Izmailov atirou forte para defesa de Paulo Lopes e na recarga Wolfswinkel fez golo, mas o melhor marcador dos leões estava fora-de-jogo e o tento foi-lhe anulado.

No último minuto de compensação, André Martins (tinha rendido Elias) rematou do meio da rua mas o guardião do Feirense respondeu com uma intervenção fantástica.

Foi jogo disputado a um ritmo baixo, e na primeira parte, com o Feirense a não mostrar grandes argumentos, o Sporting mesmo sem jogar muito bem conseguiu colocar-se em vantagem de grande penalidade, após um erro de Ludovic, e a toada morna da partida continuou.
No segundo tempo, viu-se mais dos forasteiros e os leões acabaram por apanhar alguns sustos, mas o 1-0 permaneceu até ao fim.

Fazendo uma análise aos atletas, começando pela formação leonina…
Rui Patrício falhou na saída a um cruzamento mas de resto esteve bem quando foi chamado a intervir, João Pereira foi provavelmente a melhor unidade em campo, pela qualidade das suas intervenções e pelo espírito guerreiro que manteve mesmo quando os seus colegas foram “adormecendo”, Polga e Xandão não tiveram grandes falhas e Insúa ganhou a grande penalidade num lance de esforço individual.
Renato Neto mostrou argumentos para lutar pela titularidade, mas tal como Elias, acabou com queixas físicas, e Izmailov fez mais um jogo completo, mostrando a sua qualidade.
Jeffrén não esteve ao nível exibido nas mais recentes partidas que disputou, Diego Capel nunca virou a cara à luta, procurou sempre soluções ofensivas, foi dos mais inconformados, e ainda que de “penalty”, marcou o golo da vitória, e Wolfswinkel teve duas boas oportunidades, mas não concretizou nenhuma.
Carrillo não mostrou brio, Daniel Carriço esteve bem como recuperador de bolas e André Martins deu outra dinâmica à equipa.


Quando aos jogadores do Feirense…
Paulo Lopes teve algumas intervenções de bom nível, o sector defensivo foi pressionante mas nem sempre conseguiu aliviar da melhor forma os lances e na zona central do meio-campo viu-se alguns desentendimentos a nível do posicionamento.
Ludovic ficou directamente ligado ao resultado por ter cometido a grande penalidade mas tentou redimir-se na segunda parte, Diogo Cunha nunca conseguiu ser criativo e Uanderson esteve apagado.
Buval das poucas vezes que apareceu rematou ao lado.
Das substituições efectuadas, Carlos Fonseca mexeu com a equipa e com o jogo, Pedro Queirós veio fazer o mesmo que Mika e Miguel Pedro não teve tempo para resolver muito.


Com este resultado, fica assim disposta a classificação da Liga ZON Sagres:

3 comentários:

  1. Hola, soy administrador de http://www.mistergol.com/, le gustaría intercambiar links con nosotros? Espero su respuesta, un saludo

    ResponderEliminar
  2. Ya estás en mi lista de enlaces, http://www.mistergol.com/p/webs-amigas.html avísame cuando yo este en tu lista, un saludo!

    ResponderEliminar
  3. Buenas, soy Antonio del blog Amor Sevillista, era para informarte que al igual que el año pasado
    han dado comienzo desde hoy la II EDICCIÓN DE PREMIOS AMOR SEVILLISTA

    !! Espero tu presencia !!

    GRACIAS.

    ResponderEliminar