segunda-feira, 27 de abril de 2015

WWE | Extreme Rules 2015

Rollins retém o título via… RKO



Data: 26 de abril de 2015
Arena: Allstate Arena
Localidade: Rosemont, Illinois


Dean Ambrose vs. Luke Harper (Chicago Street Fight)
Dean Ambrose começou o combate a todo o gás, aquecendo o já por si caloroso público de Chicago. Luke Harper foi equilibrando a contenda, sempre com a presença de objetos como cadeiras ou canas.
O que estava a ser um duelo que agradava a plateia depressa foi alvo de vaias, quando o seu rumo mudou para a zona do backstage e posteriormente para fora da arena, para onde os dois foram num carro conduzido por Luke Harper.
Já depois do Ziggler vs. Sheamus e do combate pelos títulos de tag team, ambos voltaram ao recinto (e ao ringue), onde continuaram a Street Fight. Luke Harper aplicou um potente Powerbomb em Ambrose, mas não passou de near fall. Praticamente de seguida, Ambrose projetou Harper para cima de um conjunto de cadeiras e executou o Dirty Deeds para a vitória.
Vencedor: Dean Ambrose
Nota: 5,5/10


Dolph Ziggler vs. Sheamus (Kiss Me Arse match)
Grande ovação para Dolph Ziggler! Muita intensidade logo no início, depois de algumas provocações assim que a campainha soou.
Sheamus regressou diferente, com um look e uma postura mais agressiva, procurando marcar a diferença e voltar ao main-event. Este combate serviu também para isso, para promover este novo Sheamus. Ziggler, com a sua capacidade de selling e qualidade no ringue, foi uma boa escolha para esse tipo de trabalho.
O que eu já não esperava era que o Show Off vencesse, sujeitando o irlandês a uma pequena humilhação. Quando se pensava que ele iria mesmo beijar o rabo de Ziggler, atacou-o com um golpe baixo e um Brogue Kick, para sair sob uma enorme vaia.
Vencedor: Dolph Ziggler
Nota: 5,5/10


WWE Tag Team Championship: Tyson Kidd & Cesaro (c) vs. The New Day (Big E e Kofi Kingston)
Tyson Kidd levou Kofi Kingston à escola nos primeiros segundos, aplicando toda a sua qualidade técnica e agilidade para se superiorizar. Depois, o ganês passou o testemunho a Big E e o canadiano fez o tag em Cesaro.
Gostei de ver Tyson Kidd e Cesaro, pela primeira vez que estão na WWE, como faces. Vestem bem essa pele pelo dinamismo que exibem e pela espetacularidade dos seus golpes. O Giant Swing de Cesaro, por exemplo, recebeu um pop notável.
Quem diria que um combate que era para acontecer no pré show acabou por encaixar muito bem no PPV e se tornar um espetáculo agradável? Aconteceu. Venceram os The New Day, uma nova stable onde se tenta aproveitar alguns lutadores que andavam perdidos.
Vencedores: The New Day (Big E e Kofi Kingston) (novos campeões)
Nota: 6,5/10


United States Championship: John Cena (c) vs. Rusev (Russian Chain match)
Já há alguns anos que não se assistia a um combate deste tipo na WWE. Não sou um grande admirador, mas confesso que há gimmick matches bem mais ridículos e que dão às contendas bastante aleatoriedade.
Cena e Rusev foram-se digladiando e procurando aqui e ali chegar aos quatro cantos, mas raramente passavam dos dois. Ao segundo AA, e numa altura em que ambos tinham tocado em três cantos, Cena alcançou o triunfo.
Vencedor: John Cena
Nota: 6/10


Divas Championship: Nikki Bella (c) vs. Naomi
O combate pouco me conseguiu prender a atenção, apesar de uma ou outra manobra mais atlética para disfarçar. Nikki venceu após intervenção de Brie.
Vencedora: Nikki Bella
Nota: 3/10


Roman Reigns vs. Big Show (Last Man Standing match)
A WWE decidiu pegar em dois lutadores do upper mid-card que têm tido dificuldades em ter bons combates (e reações) e juntá-los. Por esta ordem de pensamento, estava à partida com pouco interesse para seguir a contenda.
Para gerar reações, Reigns colocou por duas vezes uma mesa fora do ringue, mas Big Show, a jogar para a vaia, numa primeira instância colocou-a de novo por baixo do ringue, e num segundo momento, destruiu-a. Reigns trouxe uma cana para o combate, mas Big Show partiu-a.
Nem quando o antigo membro dos The Shield trouxe uma cadeira, desatou a cadeirada e em cima dela aplicou um DDT houve algum entusiasmo. Reigns ainda procurou animar a malta ao levar mesas para o ringue, mas levou um murro que o deixou KO.
Reigns resistiu à contagem de dez e aplicou um Samoan Drop em cima da mesa, mas também não alcançou o triunfo dessa forma. Depois sofreu um Spear e um Big Splash, mas conseguiu pôr-se de pé a tempo em ambas as ocasiões.
Reigns aproveitou que Big Show estava combalido no canto, sentado na terceira corda, e montou duas mesas fora do ringue para tentar lá projetar o seu adversário, mas quem acabou por ir lá parar foi ele mesmo, depois de sofrer um Chokeslam. Contudo, levantou-se antes do árbitro chegar aos dez.
Big Show acabou por atingir uma mesa quando procurava aplicar um Spear, mas também se levantou a tempo, tanto aí como quando ele próprio sofreu dois Spears, um no ringue e outro contra a barreira de proteção.
Como não há duas sem três, Reigns aplicou novo Spear, desta feita contra uma mesa de comentadores. Como Big Show se levantou, Reigns atirou-lhe para cima a outra mesa, conseguindo finalmente a vitória.
Afinal, o combate acabou por se revelar uma agradável surpresa!
Vencedor: Roman Reigns
Nota: 7/10


WWE World Heavyweight Championship: Seth Rollins (c) vs. Randy Orton (Steel Cage match; Kane como ‘cage gatekeeper’; Orton banido de usar o ‘RKO’)
Seth Rollins sentiu-se confortável na jaula, conseguindo dominar os primeiros minutos do combate. Com alguma razão, lembrou a Orton que foi o Viper que quis lutar enjaulado.
O campeão da WWE tentou escapar da jaula por várias vezes, procurando obter a vitória por essa via, mas sempre sem sucesso.
Sem poder usar o RKO, Orton fez alguns danos no oponente com um Powerslam, vários Suplexes e o habitual DDT. Para finalizar, aplicou um Pedigree, mas Seth Rollins safou-se no pin fall.
Se Orton sempre mostrou preferência por vencer por assentamento, quando quis escapar da jaula pela porta, Kane fechou-a. Durante o processo, Rollins, procurando acertar com um Dropkick em Orton, acabou por acertar na porta e fazê-la embater em Kane. O Big Red Monster, furioso, entrou em ringue, aplicou o Chokeslam em ambos e colocou Rollins por cima de Orton.
Orton safou-se no pin fall e aplicou um RKO em Kane, mas logo de seguida sofreu um RKO de Rollins, com o campeão a sair logo de seguida da jaula.
Vencedor: Seth Rollins
Nota: 7/10





Sem comentários:

Enviar um comentário