domingo, 8 de julho de 2018

O erro que trocou as voltas ao campeonato. E outros, da FIFA à Champions

O nove que na verdade era um seis
O sorteio do calendário da I Liga 2018/19, esta sexta-feira, ficou marcado por um erro que obrigou à sua repetição. Tudo aconteceu quando uma das assistentes que tirava os números da chave que daria origem ao calendário mostrou o número nove, que na verdade era um seis. Ou seja, virou o papel ao contrário. A chave anunciada como 219894, deveria ser, na realidade, 219864.

"Este sorteio teve um erro e o calendário que foi gerado não é o correto. Haverá um novo calendário. Tivemos um erro de leitura e um número foi virado. Pedimos desculpa. Por uma questão de transparência temos de criar um novo calendário quer para a I Liga quer para a II Liga", justificou Sónia Carneiro, diretora executiva da Liga.

Contudo, desengane-se quem pensar que erros em sorteios só acontecem em Portugal. Bem pelo contrário. Também já se verificaram em torneios sob tutela da FIFA ou da UEFA, assim como no futebol inglês.

O erro mais mediático terá acontecido no sorteio do Campeonato do Mundo de 1982, que decorreu em Espanha. A única condicionante passava pelo impedimento de haver duas seleções sul-americanas no mesmo grupo. Como os cabeças de série Argentina e Brasil foram colocados nos Grupos 3 e 6, as primeiras seleções europeias do Pote B a serem retiradas da tômbola deveriam ser alojadas nesses grupos, com o intuito de Chile e Peru juntarem-se a outros. No entanto, dois dirigentes da FIFA, Sepp Blatter e Hermann Neuberger, esqueceram essa estipulação e colocaram a primeira equipa europeia a sair desse pote (Bélgica) no Grupo 1 e a segunda (Escócia) no Grupo 3. Apercebendo-se do erro, tiveram que corrigi-lo, movendo a Bélgica para o Grupo 3 e a Escócia para o Grupo 6. Na mesma cerimónia, houve mais um constrangimento, quando uma das tômbolas deixou de funcionar.


Bem mais recente foi o erro no sorteio do Mundial Feminino de 2015, mais uma vez gerado pelo impedimento de duas seleções sul-americanas se defrontarem na fase de grupos. Durante a cerimónia, a Colômbia foi colocada juntamente com o Brasil no Grupo E. "O Brasil - Colômbia será o primeiro jogo do Grupo E, em Montreal", começou por dizer o então secretário-geral da FIFA, Jerome Valcke. "Cometemos um erro", disse instantes depois, após ter sido chamado à atenção por Tatjana Haenni, vice-diretora das competições da FIFA e responsável pelo futebol feminino do organismo. Assim sendo, a Colômbia foi transferida para o Grupo F e a Coreia do Sul colocada no Grupo E.

Também na UEFA já houve gaffes, sendo uma das mais conhecidas a colocação na terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, há um ano, de uma equipa escocesa que tinha acabado de ser campeã da... II Liga. O Hibernian foi sorteado para defrontar o Salzburgo, quando na verdade quem deveria estar como adversários dos austríacos era o... Hibernians, de Malta.

Hibernian - Salzburgo na oitava linha da coluna da direita

Os escoceses, porém, não se sentiram intimidados por se tratar da mais alta instância do futebol europeu, e brincaram mesmo com a situação através das redes sociais. "Obrigado por nos incluírem numa fase adiantada da qualificação. Será possível nos colocarem logo na fase de grupos?", publicaram no Twitter.


Também no ano passado, a Liga Inglesa de Futebol (EFL) foi a Banguecoque (Tailândia) realizar o sorteio da primeira eliminatória da Taça da Liga e... trocou os pés pelas mãos. O Charlton apareceu duas vezes: a jogar fora com o Exeter e a receber o Cheltenham. A listagem de jogos também mostrou duas equipas que não eram cabeças de série, AFC Wimbledon e Swindon, a defrontarem-se. Mais tarde, um porta-voz da EFL vincou que não foi um erro do processo sorteio, mas sim um erro no gráfico que apresentava a listagem de jogos.

Charlton em repetido (segunda e penúltima linhas)

Além dos erros assumidos, há a teoria das bolas quentes. Em abril deste ano, depois de a Roma ter eliminado o Barcelona nos quartos de final da Liga dos Campeões, publicitou os bilhetes para o jogo da segunda mão das meias-finais, em casa com o Liverpool, ainda antes de sequer saber que ia jogar com os reds, pois o sorteio das meias-finais ainda não tinha acontecido!

Roma - Liverpool publicitado ainda antes de ser sorteado

De regresso a Portugal, o insólito aconteceu no sorteio dos quartos-de-final da Taça de Portugal em 2013/14. A assistente responsável por baralhar as bolas e retirar os nomes das equipas anunciou o Penafiel quando, na verdade, tinha retirado um papel em que se podia ler... Benfica. "Desculpem... Benfica", disse logo a seguir. Segundos depois, retirou o papel com o nome do adversário do Benfica, o... Penafiel.









1 comentário:

  1. A batota no futebol contínua o 1 sorteio não servia os interesses dos corruptos azuis e o MP e a judiciária não investiga estas trafulhices porquê

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...