segunda-feira, 23 de outubro de 2017

WWE | TLC 2017

Regresso de Kurt Angle aos ringues coroado com vitória épica



Data: 22 de outubro de 2017
Arena: Target Center
Localidade: Mineápolis, Minnesota



Asuka vs. Emma
Grande ovação para Asuka, a dar os primeiros passos no roster principal. Contudo, apesar do estatuto de favorita da japonesa, Emma foi dando conta do recado, neutralizando a adversária durante algum tempo.
Com o passar dos minutos, Asuka foi soltando as amarras e foi trilhando o caminho para a vitória, via Asuka Lock.
Vencedora: Asuka
Nota: 5,5/10


Cedric Alexander e Rich Swann vs. The Brian Kendrick e Gentleman Jack Gallagher
Combate entretido, com quatro atletas muito ágeis e voadores, ainda que sem grande carisma. Kendrick e Gallagher tentaram controlar as operações através de uma estratégia de tags frequentes, de forma a manterem-se frescos e desgastarem os adversários. Já Swann e Alexander procuraram aproveitar as oportunidades para a sua ofensiva mais explosiva.
Cedric Alexander acabou por dar o triunfo à sua equipa, após um Lumbar Check em The Brian Kendrick.
Vencedores: Cedric Alexander e Rich Swann
Nota: 5,5/10


WWE Raw Women’s Championship:
Alexa Bliss (c) vs. Mickie James
Duelo entre uma novata campeã e experientíssima candidata principal. Apesar da experiência de Mickie, Alexa Bliss dominou boa parte da contenda, ainda que tenha pagado sempre que acusou excesso de confiança.
Depois de algumas voltas e reviravoltas, Alexa Bliss venceu depois de um DDT, numa fase em que os fãs se entretinham a entoar “we want tables!”.
Vencedora: Alexa Bliss
Nota: 4,5/10


WWE Cruiserweight Championship:
Kalisto (c) vs. Enzo Amore
Combate por um título mas que ainda assim não suscitou grande interesse no público. Na verdade, o card do PPV até então bem podia ser o de um house show, tal a fraca composição do alinhamento.
Só que, ao contrário do que habitualmente acontece em house shows, houve mudança de campeão, com Enzo Amore a fazer valer um dedo no olho e um finisher ao nível da divisão feminina para reconquistar o cinturão.
Vencedor: Enzo Amore (novo campeão)
Nota: 4,5/10


Finn Bálor vs. AJ Styles
Combate equilibrado entre dois dos mais entusiasmantes wrestlers dos quadros da WWE. O duelo, tal como se imaginava, também ele foi muito entusiasmante. Taco-a-taco, ambos mostraram o melhor de si na procura da vitória.
A vitória, essa, acabou por sorrir a Finn Bálor, que conseguiu aplicar o Coup de Grâce, pouco tempo depois de ter sofrido um Super Hurricanrana e de se ter desviado de 450 Splash.  
Vencedor: Finn Bálor
Nota: 8,5/10


Jason Jordan vs. Elias
O típico popcorn match, sem grande interesse. Durou demasiado tempo e foi vencido por Jason Jordan, que surpreendeu Elias com um inside cradle.
Vencedor: Jason Jordan
Nota: 4/10


5-on-3 handicap Tables, Ladders and Chairs match:
Dean Ambrose, Kurt Angle e Seth Rollins vs. Braun Strowman, The Miz, Kane, Cesaro e Sheamus
O grande combate da noite, que começou em grande logo durante a entrada dos The Shield, feita a partir da bancada e com os três membros vestidos a rigor, inclusivamente o honorário Kurt Angle.
Para fazer frente à força dos números, desde bem cedo que Ambrose, Angle e Rollins se fizeram acompanhar de cadeiras e… claro, de uma adrenalina impressionante. De forma a equilibrarem as contas, os The Shield colocaram em prática uma estratégia que visava arrumar os gigantes Strowman e Kane, os mais temíveis entre o quinteto adversário.
Contudo, após um voo simultâneo de Ambrose e Angle para cima dos gigantes desde o topo de escadotes para as mesas de comentadores, os quatro ficaram caídos, o que deu a The Miz, Cesaro e Sheamus a possibilidade de ficarem numa situação de três contra um diante de Kurt Angle. Mas quando parecia que estavam encaminhados para arrumar com o antigo campeão olímpico, os The Shield fizeram o save.
Seguiu-se um momento de brilho por parte de Kurt Angle, com vários German Suplexes em The Miz e um Ankle Lock em Kane, mas a interferência de Strowman ditou o fim do entusiasmo. E porque Strowman não é homem de se contentar com pouco, plantou Angle numa mesa, dando início a uma situação de cinco contra dois.
Ambrose e Rollins foram completamente dizimados, quase que apenas por diversão de The Miz e companhia. Contudo, depois de terem sido enviados para um camião do lixo, os dois elementos dos The Shield subiram ao topo do veículo e voaram para cima de Cesaro, Sheamus, Kane e Strowman e depois atacaram The Miz. Um fogacho que terminou com a força dos números a prevalecer e um ataque de Kane a… Strowman, que ficou KO.
Kane prosseguiu a onda de destruição com um Double Chokeslam de Ambrose e Rollins em cima de uma mesa, na zona do palco, onde a contenda se estava a disputar há vários minutos. Contudo, Strowman conseguiu levantar-se após o brutal ataque de que foi alvo e atacou os companheiros de equipa, com especial enfoque em Kane. O quarteto respondeu e enviou Strowman para o camião do lixo, regressando ao ringue numa situação de quatro contra dois.
Quando Kane se preparava para a arrumar de uma vez por todas com o assunto, Kurt Angle regressou, despachando Cesaro e Sheamus com Angle Slams, enquanto Ambrose e Rollins atiraram Kane contra a barreira de proteção. Sobrou The Miz, que esteve perto de bater Kurt Angle com um Skull Crushing Finale, mas viu o GM safar-se no assentamento. O campeão intercontinental acabou por sofrer o pin fall, após um Shield Bomb. Que batalha!
Vencedores: Dean Ambrose, Kurt Angle e Seth Rollins
Nota: 9/10



Sem comentários:

Enviar um comentário