terça-feira, 31 de janeiro de 2017

WWE | Royal Rumble 2017

Orton vence o Rumble e Cena iguala os 16 títulos mundiais de Ric Flair



Data: 29 de janeiro de 2017
Arena: Alamodome
Localidade: San Antonio, Texas


WWE Raw Women's Championship:
Charlotte Flair (c) vs. Bayley
Mais forte fisicamente e experiente nestas andanças, Charlotte Flair controlou os primeiros momentos do combate, conseguindo levar a melhor do que Bayley. Contudo, a alma da candidata principal acabou por vir ao de cima, respondendo bem à adversidade inicial.
O poderio de Charlotte voltou a fazer-se valer, com a campeã a manter a oponente no tapete, desgastando-a com strikes e submissões. Mesmo desgastada, Bayley tornou a ter alma para dar luta e protagonizar uma reta final de combate recheada de emoção.
Apesar dos esforços de Bayley, o triunfo sorriu a Charlotte, após um Natural Selection na borda do ringue. E a onda invicta de combates pelo título em PPV’s já vai em 16-0.
Vencedora: Charlotte Flair
Nota: 6/10


No DQ match pelo WWE Universal Championship:
(Chris Jericho suspenso numa jaula sobre o ringue)
Kevin Owens (c) vs. Roman Reigns
Mesmo com o amigo Jericho suspenso sobre o ringue, Kevin Owens teve capacidade para criar alguns danos no adversário e formar um autêntico castelo de cadeiras fora do ringue, com o intuito de fazer com que Reigns lá esbarrasse. Contudo, Reigns impediu com que isso acontecesse.
Após vários minutos de equilíbrio, Owens subiu ao terceiro andar – leia-se topo de um dos cantos - e mergulhou sobre Reigns, que se encontrava fora do ringue deitado numa mesa, que inevitavelmente acabou partida.
O equilíbrio voltou a sentir-se e mais uma vez foi quebrado por Owens, que atirou a cabeça do adversário contra uma cadeira presa num dos cantos. De seguida, Owens tentou atingir Reigns com uma soqueira, mas o candidato principal evitou o golpe. Não evitou, no entanto, sofrer um… Superman Punch.
Mas Reigns também causou danos. Assim que teve oportunidade, aplicou um Samoan Drop em Owens para cima de uma cadeira e introduziu uma mesa no ringue. Tentou fazer com que Owens a atravessasse com um Spear, mas acabou por sofrer um Stunner.
O campeão voltou a lembrar-se de fazer Reigns esbarrar no castelo de cadeiras, mas acabou por ser o próprio Owens a ali embater numa queda resultante de um Superman Punch. Mas Reigns não se ficaria por aí e logo a seguir executou um Powerbomb sobre uma mesa de comentadores.
No entanto, quando se pensava que a vitória já não fugiria ao ex-Shield, Braun Strowman apareceu para lhe aplicar um Chokeslam numa mesa de comentadores e um Running Powerslam numa mesa. Owens só teve de colher os frutos e avançar para o assentamento vitorioso.
Vencedor: Kevin Owens
Nota: 8/10


WWE Cruiserweight Championship:
Rich Swann (c) vs. Neville
Combate que Rich Swann quis dominar através de manobras aéreas e que Neville quis controlar junto ao tapete, apesar de toda a qualidade que também possui a voar. E numa das poucas vezes que voou, foi direito à sola da bota de Swann, que o atingiu com um Superkick.
Depois de muito tempo em que a luta foi taco-a-taco, Neville conseguiu marcar a diferença ao vencer via submissão, depois de causar estragos com um Superplex.
Vencedor: Neville (novo campeão)
Nota: 5,5/10


WWE Championship:
AJ Styles (c) vs. John Cena
Combate muito dividido. Depois de tantos duelos no ano passado, ambos mostraram a lição bem estudada, estando preparados para reverter os principais golpes do adversário.
A dada altura, Styles procurou o Flying Forearm, mas Cena desviou-se e aplicou o AA. Ainda assim, não conseguiu o triunfo. AJ respondeu com um Flying Forearm, alguns minutos depois, mas Cena não permitiu que o assentamento chegasse ao fim.
Frustradas as tentativas de deixarem o adversário KO através de projeções, ambos partiram para as submissões. Até deu para ver AJ Styles executar um STF e um Cross Armbreaker e Cena aplicar um Figure Four Leg Lock.
De volta às projeções, o campeão conseguiu o Styles Clash, mas o pin fall não chegou aos três. Cena respondeu com alguns golpes menos habituais, mas tão ou mais eficientes dos que costuma aplicar, mas não foi com eles que alcançou a vitória. Frustrado, executou um AA a partir da corda superior de um dos cantos, mas Styles arranjou forças para evitar a derrota.
Styles ripostou com o Styles Clash e ia completar ofensiva com um Flying Forearm, mas Cena antecipou-se e aplicou-lhe dois AA’s seguidos, para depois igualar Ric Flair com 16 títulos mundiais.
Vencedor: John Cena (novo campeão)
Nota: 8,5/10


30-Man Royal Rumble match:
(O vencedor vai disputar um título mundial na Wrestlemania 33)
Royal Rumble começou com um duelo entre Big Cass e Chris Jericho. Kalisto juntou-se a eles pouco depois, e Mojo Rawley, Jack Gallagher e Mark Henry seguiu-lhe as pisadas. Gallagher foi o primeiro a ser eliminado, ainda antes de Braun Strowman entrar em cena.
Strowman iniciou a limpeza, ao eliminar Rawley, Kalisto, Big Cass e até Mark Henry. Sami Zayn entrou para lhe fazer frente, mas sem grande sucesso. Strowman parecia invencível, mas eis que a entrada de Big Show o colocou em sentido. Por pouco tempo, uma vez que Strowman viria mesmo a eliminar Big Show.
Como nº 10, eis o Perfect Ten, Tye Dillinger, que depressa se aliou a Sami Zayn para tentar arrumar Strowman. Foi só mesmo tentar, porque Strowman teve força para aplicar um Double Suplex e plantar ambos no tapete.
James Ellsworth foi o 11.º a ser anunciado, mas só depois de Dean Ambrose aparecer como nº 12 é que ele entrou em ringue. Ambrose também demorou a entrar, apenas depois de Strowman afastar Ellsworth, naquela que foi a sexta eliminação por parte do gigante.
Baron Corbin foi o 13º, mas sua entrada coincidiu com a saída de Tye Dillinger, em mais um afastamento promovido por Strowman. Strowman, contudo, havia de ser travado por Corbin, que o atirou pela corda superior através de uma potente Clothesline.  
Já com Kofi Kingston, The Miz, Sheamus, Big E, Rusev, Cesaro e Xavier Woods em ringue, o pavilhão escureceu e os fãs acenaram com os telemóveis para acompanhar a entrada de Bray Wyatt.
Apollo Crews entrou como 22º, e logo de seguida Sheamus e Cesaro eliminaram os três membros dos The New Day. O irlandês e o suíço tiveram pouco tempo para festejar, uma vez que Chris Jericho os afastou do combate imediatamente depois.
E foi com um ringue um pouco mais vazio que Randy Orton entrou em cena, distribuindo logo RKO’s em Baron Corbin, Rusev e Sami Zayn e aliando-se a Bray Wyatt. Seguiu-se Dolph Ziggler, que espalhou Superkicks, e Luke Harper, que completou a Wyatt Family e eliminou Apollo Crews com alguma rapidez.
Num combate em que cada um lutava por si, Harper virou-se contra Wyatt e até lhe tentou aplicar um Sister Abigail, mas Orton apanhou-o com um RKO.
Para o final, ficaram as presenças mais esperadas. Primeiro Brock Lesnar, como nº 26, que depressa despachou Dean Ambrose e Dolph Ziggler e distribuiu Suplexes por outros. Enzo Amora foi o senhor que se seguiu, mas tanto depressa entrou como no ringue como saiu, com cortesia do The Beast.
Com Lesnar a reinar, Goldberg entrou em cena como antepenúltimo homem, para o encarar. Com uma velocidade furiosa, Goldberg atingiu Lesnar com um Spear e eliminou-o em seguida. Orton e Wyatt tentaram travar Goldberg, mas este atingiu-os com um Spear duplo.
Goldberg estava em alta nem a entrada de Undertaker lhe parecia roubar protagonismo. O ex-WCW atingiu o Deadman com um Spear, mas este vingou-se ao eliminá-lo, numa fase em que homens como Baron Corbin e Rusev foram sendo eliminados.
Como nº 30, Roman Reigns. Depois de encarar Undertaker, ambos trocaram socos. Reigns acertou no Deadman com um Superman Punch, mas este respondeu com um Chokeslam, antes de afastar The Miz e Sami Zayn.
O Phenom estava carregado de ímpeto, mas foi atirado por cima da corda superior por Roman Reigns, num dos momentos mais marcantes do Royal Rumble. Depois de Undertaker, Reigns ajustou contas com Jericho, afastando-o também.
No final, Reigns teve de lidar com os aliados Orton e Wyatt, que o castigaram com os seus principais golpes. Ainda assim, o ex-Shield arranjou forças para eliminar Bray Wyatt. Contudo, nada pôde fazer para evitar o RKO de Randy Orton, que logo a seguir o viria a eliminar para vencer o Rumble.
Vencedor: Randy Orton
Nota: 6,5/10







#RoyalRumble #WWE #UniversalTitle #205Live #WWEChampionship

Sem comentários:

Enviar um comentário