sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Estoril ganha reforço para toda a linha ofensiva

André Claro assinou pelo Estoril até junho de 2020
Numa posição instável na tabela classificativa, com escassos três pontos de vantagem sobre a primeira equipa abaixo da linha de água, o Estoril arregaçou as mangas e foi ao concorrente Vitória de Setúbal contratar André Claro. O jogador até terminava contrato no final da temporada, mas em fase de aflição, a SAD estorilista não olhou a meios e despendeu uma verba para o contratar já.

O treinador espanhol Pedro Gómez Carmona ganha assim um futebolista mais do que familiarizado com o principal patamar do futebol português, no qual já tem três épocas e meia de experiência – e não mais um brasileiro de qualidade duvidosa e habituado a jogar apenas a 10 km/h. Depois de duas temporadas intermitentes no Arouca, o futebolista de 24 anos viveu à beira-Sado o melhor período da carreira, no qual apontou 18 golos em 58 jogos. Ninguém marcou tanto nos sadinos quanto ele nos últimos 18 meses.


Mas mais do que números, a formação do concelho de Cascais terá agora ao seu dispor alguém capaz de alinhar em qualquer posição do ataque. Em Setúbal, André Claro alinhou como extremo – preferencialmente do lado esquerdo, a fazer diagonais para o meio -, falso ponta de lança e como segundo avançado. Foi neste último posto, no apoio a Suk, que mais se notabilizou, tendo feito uma dupla temível com o sul-coreano.

Com alguma qualidade, mas sem ser um fora de série, é um atacante com grande facilidade de remate, capaz de atirar com perigo à baliza adversária a média distância. Não sendo um expoente máximo nas suas características, é rápido, bom finalizador, bom cabeceador e dotado tecnicamente. No Vitória de Setúbal, exibiu a sua melhor versão a atuar solto, como um vagabundo, fazendo a ponte entre o meio-campo e Suk no 4x1x3x2 de Quim Machado. Com essa liberdade, mostrou ter apetência para fazer diagonais da esquerda para o meio, com a bola controlada no pé direito.

Agora no Estoril, pode fazer uma perninha em qualquer posição do ataque, mas ao olhar para o perfil de ponta de lança de Kléber, tem condições para ser a muleta ideal para o brasileiro. Contém também com ele para a execução de grandes penalidades. Tem condições para ser titular a breve prazo e até para ser bastante útil, mas deverá procurar corrigir a irregularidade exibicional. Haverá jogos em que será decisivo, mas haverá outros em que passará ao lado do jogo, e ainda haverá um terceiro tipo de encontros em que, mesmo passando ao lado do jogo, conseguirá ser decisivo.








1 comentário:

  1. Votem na sondagem sobre os melhores defesas-centrais da Primeira Liga em https://galaxiafutebolistica.blogspot.pt/

    Abraços

    ResponderEliminar