segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

WWE | TLC 2015

Rusev e Del Rio ajudam Sheamus a reter o título; Dean Ambrose novo campeão intercontinental



Data: 13 de dezembro de 2015
Arena: TD Garden
Localidade: Boston, Massachusetts



Triple threat tag team ladder match pelo WWE Tag Team Championship:
The New Day (Big E e Kofi Kingston) (c) vs. The Usos (Jimmy Uso e Jey Uso) vs. The Lucha Dragons (Kalisto e Sin Cara)
Combates de escadote entre três equipas trazem à memória os confrontos entre Edge & Christian, Dudleys e Hardys no início do milénio.
Enquanto os Usos e os Lucha Dragons começaram por voar no início do combate, os New Day procuraram obter vantagem sem tanto espetáculo mas com mais eficácia, utilizando o escadote como arma.
Num belo spot, Sin Cara, do topo de um escadote, atirou-se em Splash para cima de Kofi Kingston agarrado a um escadote. Outros spots o antecederam e outros o seguiram. São bem-vindos. É um combate com um regulamento e intervenientes que a isso propiciam. E num dos spots mais arrepiantes que já vi, Kalisto aplicou um Sliced Bread do topo de um escadote num dos Usos para cima de outro escadote.
A dada altura, o mesmo Kalisto subia lentamente o escadote, mas Xavier Woods atirou-lhe com o seu trombone. Isso deu tempo a Kofi Kingston para aparecer em ringue, subir ao escadote e retirar os títulos.
Vencedores: The New Day (Big E e Kofi Kingston)
Nota: 9/10


Ryback vs. Rusev
Combate entre dois pesos pesados da WWE. Ryback começou por dominar, atirando o búlgaro contra a barreira de proteção e ao tapete nos primeiros minutos do duelo.
Contudo, o big guy errou ao procurar esmurrar Rusev no banco, acabando por se colocar numa posição vulnerável para ser elevado pelo seu oponente. Esse foi o ponto de viragem, com o lutador europeu a partir daí a assumir as despesas da contenda.
Ryback ainda conseguiu o seu comeback, teve a intenção de aplicar o seu finisher, mas Rusev ia conseguindo sempre escapar. A dada altura, o búlgaro fugiu do ringue, ainda foi intercetado mas uma distração de Lana permitiu-lhe aplicar um Superkick em Ryback.
De volta ao ringue, Rusev venceu via submissão, com um Accolade, terminando assim uma contenda que passou ao lado dos fãs.
Vencedor: Rusev
Nota: 5/10


Chairs match pelo United States Championship:
Alberto Del Rio (c) vs. Jack Swagger
Ambos não perderam tempo: foram até fora do ringue, agarraram cadeiras e levaram-nas para o ringue, onde tentaram atingir o outro com esse objeto metálico.
Mais matreiro, Del Rio foi capaz de contrariar o ímpeto inicial de Swagger e foi dominando-o com a ajuda de cadeiras. O All American American ainda conseguiu o seu comeback, mas viu mais uma vez o seu ímpeto ser contrariar pelo mexicano, sempre muito calculista.
Contudo, Swagger ainda conseguiu um bom momento da parte final, culminado com um Ankle Lock aplicado com a ajuda de uma cadeira. Del Rio chegou às cordas, mas o combate era sem desqualificações, por isso, em desespero, teve de tentar sair do ringue para romper a manobra.
Swagger ainda aplicou o seu Splash, trouxe cadeiras para o ringue, mas saiu derrotado, após ter caído com a nuca em cima dessas mesmas cadeiras depois de Del Rio, com os dois pés, ter caído em cima de si.
Vencedor: Alberto Del Rio
Nota: 5,5/10


8-man tag team elimination tables match:
Team ECW (Bubba Ray Dudley, D-Von Dudley, Tommy Dreamer e Rhyno) vs. The Wyatt Family (Bray Wyatt, Braun Strowman, Luke Harper e Erick Rowan)
A Team ECW começou por causar danos com caixotes do lixo e kendo sticks, mostrando bastante conforto com essas armas. Com alguma naturalidade, Erick Rowan foi eliminado via 3D numa mesa.
Embora em desvantagem, a Wyatt Family até pareceu mais forte, levando os adversários ao tapete e conseguindo dominar. Apesar da boa réplica que Rhyno deu, acabou por partir uma mesa após sofrer um Big Boot de Luke Harper.
Depressa os Wyatts se colocaram numa situação de vantagem, quando Bray Wyatt apanhou Devon desprevenido e plantou-o em cima dela, fazendo-a partir.
Em situação de dois contra três, Dreamer e Bubba Ray optaram por enterrar Strowman debaixo de um monte de mesas. De nada valeu, pois Harper voou para cima de Dreamer, fazendo-o partir uma mesa fora do ringue.
Restou Bubba Ray sozinho contra três adversários. Ainda tentou pegar fogo a uma mesa, mas acabou plantado na mesma por Strowman, que deu a vitória à Wyatt Family.
Sobreviventes: Bray Wyatt, Braun Strowman e Luke Harper (The Wyatt Family)
Nota: 5,5/10


WWE Intercontinental Championship:
Kevin Owens (c) vs. Dean Ambrose
Kevin Owens, mais robusto, conseguiu dominar nos primeiros minutos do combate, mantendo Ambrose no tapete e prendendo-o em submissões. O mesmo foi acontecendo quando o duelo foi até fora do ringue, sempre com KO no domínio.
Ambrose safou-se de uma desqualificação por Count-out no último momento, e a partir daí ganhou algum ímpeto para finalmente poder causar algum dano a Owens. Tentou o pin fall após um Diving Elbow, mas sem sucesso.
Ambrose aplicou depois o Dirty Deeds, mas Owens chegou com dois dedos à corda e interrompeu a contagem. Depois deu-se uma fase emocionante. Owens foi para o Pup-up Powerbomb, mas o Lunatic Fringe inverteu para um Hurricanrana com pin e conseguiu surpreender o agora ex-campeão.
Vencedor: Dean Ambrose (novo campeão)
Nota: 6,5/10


WWE Divas Championship:
Charlotte (c) vs. Paige
Foi incontornável a presença de Ric Flair ao lado do ringue. Charlotte copiou alguns dos gestos habituais do seu pai, enquanto Paige, quando tinha oportunidade, gozava com o 16 vezes campeão mundial.
A dada altura, Charlotte prendeu Paige numa submissão completamente inofensiva. O que pretendia? Que os fãs começassem a incentivar a heel? E as taunts que se seguiram, era para ser vaiada? É que neste duelo houve bastantes momentos em que não dava para perceber quem era a face e quem era a heel.
A candidata principal prendeu a campeã num Figure Four, mas esta última acabou por reverter a submissão. O combate continuou, com bons golpes para ambas, mas o fim tardava.
Paige aplicou uma espécie de DDT, mas Ric Flair colocou o pé da filha nas cordas, impedindo a sua derrota. Praticamente de seguida, Charlotte atirou a cara da britânica contra um dos cantos e aproveitou para fazer o pin fall.
Final pouco credível para um combate que não entusiasmou ninguém.
Vencedora: Charlotte
Nota: 3,5/10


Tables, Ladders and Chairs match pelo WWE World Heavyweight Championship:
Sheamus (c) vs. Roman Reigns
O começo do combate foi uma autêntica demonstração de raivas de ambos os lutadores, a disferirem strikes fortes um no outro. Passada essa fase, começaram a entrar em ação os escadotes, as cadeiras e, por fim, as mesas.
Roman Reigns foi o primeiro a ver o seu corpo atravessar uma mesa, e logo por duas vezes, ambas fora do ringue. E como não há duas sem três, um pouco mais à frente na contenda, o candidato principal atravessou nova mesa, desta feita ao sofrer um White Noise.
Apesar de já ter sofrido muito, Reigns arranjou forças para se manter de pé, levantar Sheamus e projetá-lo para cima de um escadote. Pouco depois, aplicou o Superman Punch mas com uma cadeira na mão e após alguns minutos, um Samoan Drop em cima de um escadote, partindo-o ao meio.
Os fãs, que aproveitavam qualquer momento de menor intensidade para gritar por CM Punk, Daniel Bryan, John Cena ou NXT, iam-se rendendo aos spots que viam, ainda que nem a vitória de Sheamus nem a de Reigns lhes trouxesse alegria.
Ambos foram procurando cada vez mais subir ao escadote e agarrar o cinto. Sheamus pareceu muito perto de o conseguir, mas sofreu um Superman Punch e caiu de cabeça numa mesa. Posto, Reigns foi subindo o escadote, mas apareceram Rusev e Del Rio para tentarem impedir vitória do ex-Shield. Reigns ainda deu conta dos dois, mas no regresso ao ringue sofreu um Brogue Kick.
O irlandês não se fez rogado e, mesmo muito desgastado, ascendeu ao topo do escadote e retirou o cinto.
Após o combate, Reigns brindou Sheamus, Del Rio e Rusev com umas dolorosas cadeiradas. E como se não bastasse, deu a mesma dose a Triple H, depois de lhe ter disferido um Superman Punch e antes de o ter plantado numa mesa de comentadores com um Powerbomb e um Diving Elbow. E quando se pensava que ia ficar por aí, ainda lhe aplicou um violento Spear.
Vencedor: Sheamus
Nota: 7/10









Sem comentários:

Enviar um comentário