segunda-feira, 30 de junho de 2014

WWE | Money In The Bank 2014

John Cena novo campeão mundial; Seth Rollins é Mr. Money In The Bank



Data: 29 de junho de 2014
Arena: TD Garden
Cidade: Boston, Massachusetts


WWE Tag Team Championship: The Usos (Jimmy e Jey Uso) (c) vs. The Wyatt Family (Luke Harper e Eric Rowan)
Velocidade e agilidade dos Usos contra a força da família Wyatt.
Depois do ímpeto inicial dos campeões, os candidatos principais, mais matreiros, conseguiram tomar conta do combate.
Contenda empolgante, com uma ponta final bastante entusiasmante, com alguns spots de grande impacto (mas cuja necessidade é questionável) e várias near falls a darem emoção.
Houve momentos em que se pensou que a vitória poderia cair para a Wyatt Family, mas acabou por serem os Usos a verem os seus braços erguidos. Gostei de ver os Usos, muito mais empolgantes e personalizados do que aquela tag team genérica que há alguns anos apareceu no Monday Night Raw com Tamina.
Vencedores: The Usos (Jimmy e Jey Uso)
Nota: 7,5/10


WWE Divas Championship: Paige (c) vs. Naomi
Na minha opinião, o melhor combate de Paige em PPV’s da WWE. Se antes ia alternando entre algum brilhantismo e alguma trapalhice, nesta contenda pouco ou nada a apontar. Naomi também exibiu todo o seu arsenal.
Foi uma contenda em que foram despejados golpes bonitos e de difícil execução como em poucas alturas nos recentes episódios da promotora. No entanto, creio que ambas se concentraram mais propriamente em despejar golpes do que em contar uma história e interagir com os fãs.
Ainda assim, nota positiva.
Vencedora: Paige
Nota: 6/10


Adam Rose vs. Damien Sandow
Combate em que Damien Sandow dominou e Adam Rose venceu. Pouco mais há a dizer.
Vencedor: Adam Rose
Nota: 4/10


Dean Ambrose vs. Dolph Ziggler vs. Jack Swagger vs. Kofi Kingston vs. Rob Van Dam vs. Seth Rollins (Money In The Bank Ladder match)
Seth Rollins com música de jobber e gear a fazer lembrar o Batman. Não se arranja nada melhor?
Dean Ambrose e Seth Rollins pegaram-se desde o início fora do ringue, deixando a ação a cargo dos outros quatro durante algum tempo.
Kofi Kingston, como já era esperado, a funcionar como monkey spot. Desde há uns tempos para cá que vive apenas para o Royal Rumble e para o Money In The Bank.
Também Rob Van Dam, solicitado a participar em combates deste género, não poderia deixar de fazer das suas.
A ausência de Dean Ambrose deixou água na boca, e sabia-se que iria voltar em grande. Voltou com uma cadeira, acertou com ela em cheio em Seth Rollins várias vezes, mas Kane apareceu para estragar os planos a Ambrose, e entregar de bandeja a mala a Rollins.
Entretido e com bons spots. Para o bem e para o mal, foi o primeiro Money In The Bank Ladder match de sempre a beneficiar tanto de uma interferência exterior para o seu desfecho.
Vencedor: Seth Rollins
Nota: 8/10


Rybaxel (Ryback e Curtis Axel) vs. Goldust & Stardust
Dói ver Cody Rhodes neste estado. Mesmo que interaja com os fãs, mesmo que pareça diferente, jamais será assim que fará jus ao seu promissor início de carreira. São sete anos passados de gimmick em gimmick, com alguns bons momentos em algumas, mas acabando sempre por estagnar.
Venceu o combate, mas esta mudança terá sido o definitivo atirar de toalha ao chão da WWE relativamente a Cody Rhodes (ou será Stardust?) ser um campeão mundial.
Vencedores: Goldust & Stardust
Nota: 4/10


Big E vs. Rusev
A Guerra Fria nunca conhece fim na WWE. Rusev é o novo russo, um papel de foreign heel tantas vezes interpretado e sem um recente caso de sucesso. A alusão a Vladimir Putin é do mais forçado possível para obter heat.
Big E dominou grande parte do combate, fez o que nunca ninguém tinha conseguido fazer a Rusev, mas acabou mesmo por ser derrotado, via submissão.
Vencedor: Rusev
Nota: 5,5/10


Summer Rae vs. Layla (Fandango como árbitro convidado)
Finalmente há uma storyline por detrás de um combate feminino. Escusava era de ser tão má. Luta de gatas por causa de um jobber? O melhor momento do duelo foi mesmo o seu final.
Vencedora: Layla
Nota: 0,5/10


WWE World Heavyweight Championship: Alberto Del Rio vs. Bray Wyatt vs. Cesaro vs. John Cena vs. Kane vs. Randy Orton vs. Roman Reigns vs. Sheamus (Ladder match)
Presença de Triple H e Stephanie McMahon deixavam antever um final com o eixo Kane/Roman Reigns/Randy Orton envolvido. Afinal, puro engano. O público, esse, estava habitualmente dividido entre amor e ódio a John Cena.
Com menos spots que o primeiro Money In The Bank da noite mas com mais storytelling. 15.º título mundial para o Champ.
Vencedor: John Cena
Nota: 7,5/10







3 comentários:

  1. Muito boa critica (mais uma vez) do PPV David. Acho só que o resultado do main event já era mais que esperado. Com os rumores do regresso do Lesnar no Summerslam, via-se logo que a storyline tinha que ser com alguém como o Cena, nenhum dos outros faria muito sentido. No entanto, odiei este PPV. Foi muito fraco. Pessoalmente, acho que foi um dos piores match cards da WWE onde só havia 3 combates interessantes ... Melhor combate para mim foi o MITB e em seguida o Tag Team Championship. O resto acho que esteve tudo muito muito fraco. Continuação de um bom trabalho para ti

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, o MITB costuma ser um dos melhores PPV's do ano, e desta feita, não foi nada de espetacular.

      Quanto ao regresso do Lesnar, é preciso não esquecer que normalmente não está envolvido por títulos. Por isso, uma 'feud' com Cena até será, de certa forma, uma novidade... a não ser, claro, que entretanto Seth Rollins faça o 'cash in'. Aliás, a WWE habitualmente aproveita esta fase do calendário para testar novos campeões.

      Concordo contigo em relação aos que foram os melhores combates!

      Eliminar