terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Eredivisie | Vitesse 0-2 AZ Alkmaar

AZ surpreende no terreno do 2º classificado


telegraaf.nl
Esta noite, no Estádio Gelredome, em Arnhem, o AZ Alkmaar derrotou o Vitesse por 2-0, na 22ª jornada da Eredivisie. Van Aanholt, na própria baliza, e Aron Jóhannsson, apontaram os golos.


Eis a constituição das equipas:


Vitesse


O Vitesse não vence o AZ em casa desde agosto de 2007.
O conjunto orientado por Peter Bosz entrou na 22ª jornada em 2º lugar, a dois pontos do líder Ajax. A formação de Arnhem está sem perder há doze jogos, e marcou em todos os encontros do campeonato.
Zakaria Labyad, oriundo do Sporting, é um dos reforços de inverno.
Theo Janssen está lesionado.
                                                                                                                                                                   

AZ Alkmaar


O conjunto orientado por Dick Advocaat ocupa o 6º lugar na Eredivisie, com 30 pontos em 21 jogos. O AZ foi derrotado nas últimas três deslocações para o campeonato.
Dirk Marcellis é o único ausente.


Cronómetro:

4’ Gudelj rematou para fora.

AZ Alkmaar concede a iniciativa ao Vitesse nos minutos iniciais.

11’ Beerens atirou forte para intervenção de Velthuizen.

20’ Beerens progrediu da esquerda para o meio, desmarcou Aron Jóhannsson cruzou para o coração da pequena área, onde Van Aanholt introduziu a bola na própria baliza.

27’ Vejinovic chutou fortíssimo, e acertou na trave.

30’ Renato Ibarra combinou bem com Christian Atsu, mas viu Esteban Alvarado negar-lhe o empate.

31’ Aron Jóhannsson chutou para defesa de Velthuizen.

Meio-campo do AZ muito pressionante.

42’ Na sequência de uma bola bombeada para perto da área do Vitesse, Kashia e Van der Heijden descoordenaram-se e permitiram que Aron Jóhannsson fizesse, de chapéu, o 0-2.

45+1’ Esteban Alvarado negou o golo a Renato Ibarra.

Ao intervalo, Peter Bosz trocou Vejinovic e Lucas Piazón por Traoré e Labyad.

No AZ, Aron Jóhannsson foi substituído por Avdic.

Vitesse iniciou a segunda parte com um ritmo alto.

51’ Labyad, de livre direto, não acertou no alvo.

54’ Remate cruzado de Christian Atsu para fora.

58’ Depois de um bom lance individual, Labyad atirou ao lado.

62’ Traoré chutou por cima.

64’ Velthuizen negou o golo a Avdic.

73’ Berghuis cedeu o seu lugar a Gudmundsson.

75’ Posse de bola: 60% Vitesse, 40% AZ.

80’ Qazaishvili rendeu Christian Atsu.

87’ Havenaar cabeceou ao lado.

90+4’ Traoré, de livre direto, não acertou no alvo.

Sem mais ocorrências até final, confirmou-se o triunfo do AZ.



Análise:

Diante de um Vitesse desinspirado e inconsequente, o AZ Alkmaar, em recuperação na tabela classificativa, foi essencialmente pragmático. E a sorte, diga-se de passagem, esteve do lado do conjunto orientado pelo experientíssimo Dick Advocaat.
A meio da primeira parte, num bom lance coletivo, de ataque rápido, Beerens progrediu da esquerda para o meio e desmarcou Aron Jóhannsson nas costas de Kashia. O norte-americano chegou à linha de fundo e cruzou tenso, de tal forma que o cruzamento encontrou pelo caminho Van Aanholt, que introduziu a bola na sua própria baliza.
O Vitesse foi atrás do prejuízo, com Renato Ibarra em destaque, a remar contra a maré, perante tal desinspiração coletiva. Vejinovic, aos 27’, ainda acertou na trave.
No entanto, quem marcou foi novamente o AZ. Aron Jóhannsson aproveitou uma descoordenação entre os centrais da formação de Arnhem e com um chapéu perfeito ampliou a vantagem.
No segundo tempo, os pupilos de Peter Bosz estiveram por cima, tentaram melhorar o resultado, mas apesar da vocação ofensiva dos seus homens, não conseguiram marcar. A muito mais elevada posse de bola e as várias oportunidades de golo de nada lhes valeram.


Analisando os atletas em campo, começando pelos do Vitesse
Velthuizen, apesar dos golos sofridos, nos quais não teve responsabilidades, assinou várias intervenções de grande nível;
Leerdam foi consistente, sem subir muito pelo seu flanco; Kashia (capitão, gosta de sair a jogar) e Van der Heijden descoordenaram-se e ofereceram o 0-2 a Aron Jóhannsson, sendo que o georgiano também tinha deixado fugir o norte-americano do AZ no lance do 0-1; e Van Aanholt esteve infeliz, ao marcar na própria baliza;
Vejinovic embora fosse o médio mais posicional, exibiu o seu fortíssimo remate, tendo acertado na trave (27’); Pröpper faz a ligação entre setores, e consegue soltar-se com frequência do duplo pivot defensivo para chegar ao último terço; e Christian Atsu, ao contrário do que fazia em Portugal, pisa essencialmente as zonas interiores;
Renato Ibarra é rapidíssimo e extremamente irrequieto, e foi sempre dos mais inconformados da sua equipa; Lucas Piazón (de 20 anos, emprestado pelo Chelsea) é muito talentoso e atravessa um grande momento de forma, mas neste encontro esteve desinspirado; e Havenaar (japonês filho de holandeses) tem uma enorme envergadura (194 cm) e é fortíssimo no jogo aéreo;
Traoré deu maior pendor ofensivo ao meio-campo; Labyad agitou o jogo com a sua qualidade individual; e Qazaishvili pouco ou nada acrescentou.


Quanto aos jogadores do AZ Alkmaar
Esteban Alvarado mostrou-se rápido a sair entre os postes e com reflexos apurados;
Reijnen e Viergever (capitão) foram assertivos nas suas ações pelos corredores; e Gouweleeuw e Wuytens atuaram sem cerimónias e despacharam o esférico variadíssimas vezes com pontapé para a frente;
Ortiz e Gudelj estiveram muito pressionantes, essenciais na recuperação da bola; e Viktor Elm melhorou de rendimento da primeira para a segunda parte;
Beerens (particularmente rápido) e Berghuis jogam do lado oposto ao do seu pé preferencial, e procuram fazer movimentos diagonais; e Aron Jóhannsson, num bom momento de forma, fez o cruzamento tenso que originou o desvio de Van Aanholt para a própria baliza, e apontou o segundo golo com um magnífico chapéu;
Avdic, gigante ponta-de-lança (192 cm), foi lançado para a frente de ataque; e Gudmundsson refrescou o corredor direito.


Com este resultado, fica assim disposta a classificação da Eredivisie:

zerozero.pt


2 comentários:

  1. Caro companheiro blogueiro,

    Estou desenvolvendo personalizações de imagens de cabeçalho pra blogs, você gostaria de participar ganhando um header personalizado pra suas publicações ?
    Não cobro em grana, somente peço que coloque um link para o meu blog na barra lateral do seu, pra ajudar divulgar meu trabalho.

    Visite meu blog para ver se algum modelo pronto te interessa, ou solicite uma personalização !

    Grato,

    Banner Header Nanoverso

    ResponderEliminar
  2. Johnny Leoni ou Vid Belec? Vota no Duelo Futebolístico em http://galaxiafutebolistica.blogspot.pt

    Abraços

    ResponderEliminar