segunda-feira, 13 de maio de 2013

Liga BBVA | Real Sociedad 2-2 Granada

uefa.com
Esta noite, no Estádio Anoeta, em San Sebastián, Real Sociedad e Granada empataram 2-2, num jogo a contar para a 35ª jornada da Liga BBVA. Agirretxe (2) marcou para os bascos, e El-Arabi e Recio para os andaluzes.
                                      

Eis a constituição das equipas:


Real Sociedad


Em caso de vitória, os bascos regressam ao 4º lugar, com dois pontos de vantagem sobre o Valencia.
A Real Sociedad terminou na passada jornada (Getafe, 1-2) uma série de quinze jogos sem perder, e a última derrota em casa foi em Novembro (Espanhol, 0-1).
Illarramendi está lesionado.


Granada


A última vitória do Granada em San Sebastián remonta a 1973/74.
Os andaluzes ocupam o 16º lugar, com 35 pontos, a três da zona de despromoção. Nas últimas duas jornadas, conseguiram somar duas vitórias.
Ighalo, Fran Rico, Yebda e Dani Benítez estão lesionados.


Cronómetro:

Bom inicio de jogo da Real Sociedad.

9’ Na resposta a um livre lateral cobrado por Castro, Agirretxe cabeceou para o fundo das redes.


15’ Na ressaca de um remate de Torje desviado por Griezmann, a bola sobrou para El-Arabi, que empatou o jogo.


31’ Griezmann atirou forte do meio da rua, mas por cima.

43’ Griezmann rematou ao lado, contando no entanto com um desvio de Mainz pelo caminho.

45’ Na sequência de um cruzamento de Carlos Vela pela esquerda, Agirretxe fugiu à marcação de Diakhaté e com o peito, fez o 2-1.


Ao intervalo, Brayan Angulo rendeu Siqueira.

55’ Castro serviu Agirretxe, que rematou de forma espontânea ao poste.

57’ Lucas Alcaraz trocou Torje por Aranda.

66’ Bravo negou o golo a El-Arabi.

67’ Castro foi substituído por Diego Ifrán.

72’ Nolito chutou para fantástica defesa de Bravo.

O Granada atravessava uma boa fase no encontro.

73’ Buonanotte entrou para o lugar de El-Arabi.

76’ Carlos Vela acertou no poste, na sequência de um bom cruzamento de Diego Ifrán.

80’ Remate de Buonanotte ao lado.

80’ Saiu Carlos Vela, entrou Estrada.

82’ De La Bella atirou por cima.

86’ Diego Ifrán cruzou para o interior da área onde Estrada cabeceou para defesa de Roberto.

88’ Bravo fez mais uma grande defesa, desta vez opondo-se a um remate de Nolito.

89’ De La Bella, em inferioridade física, foi substituído por Cadamuro.

90’ Cruzamento/remate de Nyom passou perto do alvo.

90+3’ Recio restabeleceu a igualdade, após um ressalto na área basca.


Sem mais ocorrências, confirmou-se o empate.


Análise:

A Real Sociedad entrou bem no jogo, com vontade de marcar cedo, contando para isso com a vontade dos seus atacantes, que se exibiram todos a muito bom nível. O golo viria a surgir ainda nos primeiros dez minutos, por Agirretxe, livre de marcação na sequência de um livre lateral cobrado no lado direito, por Castro.
No entanto, o Granada reagiu muito bem, procurou o empate a partir do momento que se viu em desvantagem, e precisou de muito pouco tempo para atingir a igualdade. À passagem do quarto de hora, El-Arabi, num golpe de oportunismo, aproveitou o ressalto em Griezmann de um remate de Torje.
Após um período de quinze/vinte minutos da bola longe das balizas, os bascos reaproximaram-se das redes adversárias e perto do intervalo fariam o 2-1. Agirretxe desviou com o peito um cruzamento de Carlos Vela para o fundo das redes.
Na segunda parte, os homens da casa procuram resolver o jogo o quanto antes, mas o terceiro golo não foi aparecendo, tendo por duas vezes os seus atacantes acertado no poste.
Já na ponta final, os andaluzes apareceram fortes em busca de nova igualdade, e já nos descontos, após um ressalto na área da Real Sociedad, Recio conseguiu mesmo o 2-2 com que terminaria a partida.


Analisando os atletas em campo, começando pelos do Real Sociedad
Bravo mostrou à-vontade a jogar com os pés e assinou a defesa da noite aos 72’, a remate de Nolito;
Carlos Martínez foi um lateral competente, tanto a defender como a atacar; Mikel González e Iñigo Martínez formaram uma dupla de centrais serena, bem posicionada e com alguma capacidade para sair a jogar; e De La Bella deu profundidade ao seu flanco e terminou o encontro em inferioridade física;
Bergara foi o médio mais recuado e esteve muito pressionado na altura de construir jogo; Xabi Prieto, centro-campista de qualidade técnica, fez a ligação entre setores; e Griezmann é veloz, irreverente e interventivo;
Carlos Vela procurou preferencialmente zonas interiores, quer atue na esquerda como na direita, fez o cruzamento para o 2-1, e ainda acertou no ferro por uma ocasião; Castro tem um bom pé esquerdo e fez a assistência para o 1-0; e Agirretxe bisou, faturando com a cabeça e com o… peito, e ainda enviou uma bola ao poste;
Diego Ifrán refrescou o flanco direito, tirando dois excelentes cruzamentos; Estrada entrou para trazer consistência, mas foi pouco feliz nessa tarefa; e Cadamuro rendeu o inferiorizado De La Bella nos últimos minutos.


Quanto aos jogadores do Granada
Roberto não é muito alto, mas compensa esse handicap com a experiência;
Nyom mostrou-se pouco seguro das capacidades, e atrapalhou-se várias vezes; Diakhaté chegou atrasado para fazer a interceção ao cruzamento de Carlos Vela que originaria o 2-1; Mainz revelou serenidade e bom posicionamento; e Siqueira esteve forte a defender e a atacar, mas foi substituído ao intervalo quando já tinha sido advertido;
Recio apontou o tento decisivo, já nos descontos; Mikel Rico foi um médio combativo; e Brahimi mostrou rotatividade e qualidade;
Torje foi relevante na altura em que a sua equipa procurava o 1-1, tendo passado despercebido a partir do momento em que esse golo foi conseguido; Nolito exibiu uma disponibilidade para defender que não tinha nos tempos do Benfica, embora tenha estado apagado a atacar; e El-Arabi revelou oportunismo no lance em que igualou o encontro;
Brayan Angulo foi lançado de forma assertiva pelo seu treinador, limpando o lado esquerdo da defesa, já que Siqueira já tinha visto o cartão amarelo; Aranda reforçou o eixo do ataque; e Buonanotte agitou o jogo.


Com este resultado fica assim disposta a classificação da Liga BBVA:

zerozero.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário