quarta-feira, 11 de julho de 2012

Pré-Época | Servette 0-2 FC Porto


Esta noite, no Stade de Genéve, na Suiça, o FC Porto venceu o Servette por 2-0 num encontro de pré-temporada. Kléber marcou ambos os golos dos dragões.



Eis a constituição das equipas:

Servette



O Servette é um histórico clube helvético, o segundo com mais títulos de campeão nacional (17, atrás do Grasshoppers que tem 27) e que conta aí com sete taças suíças.
Em 2011/2012, terminou o campeonato na 4ª posição, lugar de acesso à 2ª pré-eliminatória da Liga Europa.
O treinador é o português João Alves, que já treinou, entre outros, Académica, Belenenses, Boavista, Estrela da Amadora e Vitória de Guimarães.
No plantel há ainda os lusos João Barroca (guarda-redes), Thierry Moutinho (médio) e Daniel Soares e Filipe Poceiro (avançados).
Devido ao encontro de sexta-feira diante do Basileia a contar para a Liga Suiça, serão poupados alguns dos jogadores.


FC Porto



O FC Porto é o atual bicampeão nacional português.
Emídio Rafael, lesionado, está fora das opções de Vitor Pereira.
Hulk, João Moutinho, Miguel Lopes, Rolando, Alvaro Pereira, Danilo, Beto, Varela e Abdoulaye, a gozar período de férias devido à sua presença nas selecções, também estão ausentes.


Na fase inicial da partida, o FC Porto mostrou maior capacidade de posse de bola e qualidade técnica, no entanto, a melhor forma física dos helvéticos, que mesmo sem os habituais titulares, já iniciou a pré-época há mais tempo e começa o campeonato ainda este fim-de-semana.

28’ Fernando, de longe, rematou ao lado.

29’ Assistido por Christian Atsu, Kléber, na cara de João Barroca, atirou para o fundo das redes.


Os dragões, no momento da recuperação da bola, revelaram uma pressão intensa sobre o portador do esférico.

Ao intervalo, Vítor Pereira trocou Helton por Rafael Bracali.

58’ Entraram Mangala, Castro e James Rodríguez, saíram Defour, Djalma e Sereno.
No Servette, Kevin Gissi e Daniel Soares substituíram Chalani e Paratte.

61’ Lucho González apareceu descaído pela esquerda e cruzou o coração da área, onde Kléber se antecipou a Ruefli e cabeceou para o 0-2.


65’ Mikel, Pedro Moreira, Iturbe e Kelvin renderam Christian Atsu, Fernando, Lucho e Kléber.

67’ Tibert Pont e Thierry Moutinho cederam os seus lugares a Fargues e Pomevor.

68’ James Rodríguez desmarcou Iturbe mas o remate do argentino saiu ao lado.

84’ Kusunga, lesionado, foi substituído por De Matos.

O jogo, nesta fase, já era disputado praticamente a passo.

A partida, como seria de esperar, foi disputada a um ritmo baixo, habitual de início de pré-época, com os atletas muito longe ainda dos níveis físicos desejados para quando começarem os jogos a doer.
O FC Porto ainda assim superiorizou-se durante todo o encontro, teve uma posse de bola na casa dos 60%, apresentou uma pressão alta e intensa, procurando recuperar a bola muito rapidamente, e ofensivamente, explorou o flanco esquerdo onde estavam David e Christian Atsu, e fez muito do seu processo ofensivo passar também pelos pés de Lucho González, um verdadeiro comandante, que ainda com um ritmo baixo, foi conduzindo a equipa com a sua batuta.
Na primeira parte, Kléber abriu o marcador, e no segundo tempo, apesar de alguma queda de competitividade face às substituições e ao cansaço, o brasileiro conseguiu bisar e fixar o resultado em 2-0 favorável à equipa portuguesa.

Analisando os atletas em campo, no que concerne ao Servette não há muito a dizer. João Alves apresentou uma segunda linha, com muitos habituais não convocados e até elementos à experiência e dos Sub-21.
Ainda assim, Paratte e Chalani foram os elementos que conseguiram criar mais sobressaltos à defesa portista.
Kusunga, defesa-central, saiu lesionado de um lance com Castro e poderá sofrer uma paragem de longa duração.

Quanto aos jogadores do FC Porto…
Helton foi praticamente um espectador, Sereno não teve muitos problemas a defender mas não apresentou muita profundidade a atacar, Maicon e Otamendi ainda procuram o melhor entrosamento, e David, na primeira parte no lado esquerdo, e na segunda no lado direito, esteve certinho, procurando não errar.
Fernando, sem apresentar e sem ser obrigado a apresentar uma grande intensidade, fez um jogo tranquilo, Defour esteve discreto e Lucho foi o comandante.
Christian Atsu foi o atleta que causou mais desequilíbrios e promete ser uma das revelações do plantel portista esta temporada, Djalma não esteve em grande evidência, e Kléber bisou e marcou uma posição quanto à luta pela titularidade frente a Janko e Jackson Martínez.
No que concerne aos atletas que entraram na segunda parte, Bracali limitou-se a assistir ao jogo, Mangala actuou como lateral-esquerdo e apesar de tentar dar profundidade ao flanco, não apresentou muita maturidade na posição, Mikel posicionou-se bem à frente da defesa, Castro não ficou nada a dever a Defour, Pedro Moreira apresentou-se a bom nível, mas sem poder dar o mesmo que Lucho, Kelvin apresentou ainda alguma “verdura”, e Iturbe e James Rodríguez, apesar de ainda não estarem com níveis físicos aproximados do que é desejado, mostraram bom entendimento entre eles.

3 comentários:

  1. Bom dia,

    Infelizmente por motivos profissionais não pude ver a partida.

    Pelo que li na imprensa, foi um jogo típico de pré-época em que as substituições quebram o jogo e a exibição.

    Pela positiva, fico contente com Atsu e Kleber, dois jovens que pelas crónicas rezam efectuaram uma exibição consistente.

    Destacou-se igualmente Sereno na lateral direita, pela sua polivalência.

    Djalma está em franca evolução, e espera-se mais e melhor do angolano.

    Espera-se tb que Iturbe agarre um lugar nas soluções.

    Agora com Jackson, VP poderá ao contrário da época passada, começar a delinear a equipa base e estrutura táctica da equipa, não obstante o futuro incerto de Hulk e Moutinho, pedras basilares da equipa.

    Abraço e boa semana

    Paulo

    pronunciadodragao.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Blogue adicionado aos links do portista forever

    ResponderEliminar
  3. adjuntado enlace de tu blog en el mio.
    gracias y un saludo:

    http://rocf1926.blogspot.com.es/

    ResponderEliminar