segunda-feira, 2 de abril de 2012

WWE | WrestleMania XXVIII



Data: 1 de Abril de 2012
Arena: Sun Life Stadium
Cidade: Miami Gardens, Florida



WWE Tag Team Championship – Epico e Primo (c) vs. Jimmy e Jey (The Usos) vs. Justin Gabriel e Tyson Kidd
Bom “Dark Match”, muito mexido e a revelar o que há de melhor nestas equipas. Justin Gabriel e Tyson Kidd é para manter, precisam é de criar mais química.
Vencedores: Epico e Primo
Nota: 5/10


World Heavyweight Championship – Daniel Bryan (c) vs. Sheamus
Um beijinho de má sorte, “Brogue Kick” e 1, 2, 3! Não há mais para dizer a este combate. Mas se esta é a grande montra da WWE, em que há quem só veja a Wrestlemania anualmente, creio que não foi a melhor forma de mostrar um lutador com as capacidades de Bryan.
Vencedor: Sheamus (novo campeão)
Nota: -


Randy Orton vs. Kane
Kane parece que ganhou uma nova alma desde que voltou a usar a máscara, mostrando uma maior intensidade. O combate foi ligeiramente melhor do que o que eu previa.
Vencedor: Kane
Nota: 5/10


Intercontinental Championship – Cody Rhodes (c) vs. Big Show
Mais um combate que passou a correr, mas desta vez o Título Intercontinental esteve em jogo na Wrestlemania, até parece mentira! Segunda derrota de Cody Rhodes no maior evento do ano e segundo título a mudar de mão nesta noite.
Vencedor: Big Show
Nota: 4,5/10


Beth Phoenix e Eve Torres vs. Kelly Kelly e Maria Menounos
Tanto tempo a promoverem a invencibilidade de Beth Phoenix para a fazerem perder para uma não wrestler. Preferia ter visto mais do combate de abertura e menos deste.
Vencedoras: Kelly Kelly e Maria Menounos
Nota: 2/10


Triple H vs. Undertaker (Hell In A Cell Match, Shawn Michaels como árbitro)
Depois de ver os últimos Hell In a Cell e a aliviar pela forma destes dois senhores, não esperei um combate tão bom por parte destes dois. Conseguiram trazer algo de novo, contaram uma história ao mesmo tempo que deliciavam o público com cada golpe, com Shawn Michaels a ter um papel decisivo para o desenrolar da trama já que se tornou irritante para os dois, e a raiva acumulada de Undertaker e Triple H ao tirá-lo do combate e ao tentarem matar-se um ao outro entusiasmou ainda mais a plateia. Último combate da carreira de ambos? É esperar para ver.
Vencedor: Undertaker
Nota: 9,5/10


Team Johnny (The Miz, Mark Henry, Drew McIntyre, Jack Swagger, Dolph Ziggler e David Otunga) vs. Team Teddy (Kofi Kingston, The Great Khali, R-Truth, Zack Ryder, Booker T e Santino Marella)
Combate com duas fases distintas, antes e depois da habitual confusão nos embates entre equipas em que vai tudo a voar para fora do ringe. Antes desse momento vimos uma contenda monótona, com quase todos a terem a sua oportunidade de brilhar e depois a parte emocionante, com Santino Marella, Zack Ryder, Dolph Ziggler e The Miz em destaque, com este último a dar a vitória à Team Johnny. Para fazer andar a história, provavelmente, só uma futura intriga entre o “Broski” e Eve Torres.
Vencedores: Team Johnny (The Miz, Mark Henry, Drew McIntyre, Jack Swagger, Dolph Ziggler e David Otunga)
Nota: 4/10


WWE Championship – CM Punk (c) vs. Chris Jericho
O combate teve uma toada inicial muito denunciada, era previsível 90% do que eles iriam fazer, mas ainda assim, nos outros 10% surpreenderam com um “Suplex” para fora do ringue ou um “Walls Of Jericho” a reverter um “Hurrincarana” da corda superior. A reta final foi muito emocionante e ambos estão de parabéns, ainda que não tenham conseguido roubar o espetáculo, pois o que continua na memória até esta altura do evento é o Hell In a Cell.
Vencedor: CM Punk
Nota: 7,5/10


John Cena vs. The Rock
Os cereais coloridos de Cena são agora verdes. Foi um combate que teve muitas coisas parecidas com o Rock vs. Hogan, a começar pela troca de olhares iniciais, a atmosfera ao rubro, mas depois houve algumas falhas no embate em si, como os poucos recursos técnicos de Cena nas submissões que aplicou, sempre tudo muito básico, a repetição de alguns “spots” como o do “Sharpshooter”, a falta de uma ligação entre a fase mais lenta e a fase mais intensa do combate, mas no geral creio que satisfez os fãs. No entanto, não superou o Hell in a Cell. E The Rock (ainda) não passou a tocha.
Vencedor: The Rock
Nota: 8/10



3 comentários:

  1. Espero que o abraço no fim do combate da hell in a cell signifique que acabou o recurso aos velhadas para vender a Wrestlemania. O gajo responsável pelo crescimento dos ratings da Smackdown e o gajo que tenta crescer como "The Guy" da WWE agradecem. De resto, senti-me um miúdo a ver esse combate e perdi a conta às vezes em que saltei da cadeira cada vez que havia uma nearfall. Fiquei desiludido com o CM Punk VS Jericho, se este vai ser o único combate podiam ter mostrado melhor as qualidades técnicas de ambos. Pela primeira vez na minha fandom, apoiei o John Cena e vi aquele FU vindo do chão como o "Wrestlemania Moment" que aquele homem merece há anos. Não percebo, juro que não.

    ResponderEliminar
  2. undertaker e triple H, dois dos maiores de sempre...
    O meu preferido undertaker (acho que ele está doente, mas.....)

    ResponderEliminar
  3. Cá para mim, para a próxima Wrestlemania há rematch entre Cena e The Rock, só isso justifica a não passagem da tocha

    ResponderEliminar