segunda-feira, 4 de abril de 2011

WWE | WrestleMania XXVII



Data: 03 de Abril de 2011
Arena: Georgia Dome
Cidade: Atlanta, Georgia



World Heavyweight Championship - Edge (c) vs. Alberto Del Rio
Muito provavelmente o melhor combate de Edge desde que voltou da sua lesão no ano passado e o de Alberto Del Rio desde que está na WWE. A duração do mesmo foi curta para um combate pelo Titulo Mundial, mas o que seguiu ao combate é um indicador que esta “feud” está para durar.
Vencedor: Edge
Nota: 7/10


Cody Rhodes vs. Rey Mysterio
Combate que foi bom, nada de extraordinário, mas que contou muito bem uma história. O domínio inicial de Rhodes foi a sede de vingança que ele tinha para com Mysterio, com uma agressividade bem patente, e depois veio a situação da “knee brace” de Mysterio e da máscara protectora de Cody Rhodes. E embora tecnicamente não tenha estado à altura das minhas expectativas, com alguma atabalhoação, até porque lhes deram uma boa duração de combate (12 minutos), a nível da história contada estiveram muito bem.
Vencedor: Cody Rhodes
Nota: 6,5/10


Kane, Big Show, Santino Marella e Kofi Kingston vs. The Corre (Wade Barrett, Ezekiel Jackson, Justin Gabriel e Heath Slater)
Combate sem tempo (ainda mais curto que o Jeff vs. Sting), sem história e resolvido em “spots”, com Santino a aplicar a “Cobra” em Slater e com Big Show a finalizar com “KO Punch”. A “feud” deve continuar porque os títulos ainda pertencem aos The Corre.
Vencedores: Kane, Big Show, Santino Marella e Kofi Kingston
Nota: 2/10


CM Punk vs. Randy Orton
Depois de um combate em que esteve em foco o braço de Edge e de outro em que foi a cara de Cody Rhodes a estar em foco, desta vez foi o joelho de Randy Orton, o que para já está a tornar os combates da Wrestlemania algo monótonos. O combate teve três ritmos: devagar, devagarinho e parado, e embora não fosse o que eu desejasse, teve um grande final com um dos melhores “RKO” de sempre.
Vencedor: Randy Orton
Nota: 6,5/10


Jerry Lawler vs. Michael Cole (Steve Austin como árbitro convidado)
Digam o que disserem, até ao momento tinha sido talvez o combate em que me diverti mais a ver. Execução técnica lastimável de Michael Cole à parte, este combate mexeu mais com o público do que os anteriores, nunca ninguém tinha sido tão apupado como Cole e ninguém tinha sido tão apoiado como o “King”, e digam o que disseram, o combate foi bem faseado, com um domínio de Cole para criar “heat” para o lento “comeback” de Lawler e a culminar numa humilhação em plena Wrestlemania para o “Vintage Dumbass” como toda a gente queria ver. E pelo que parece, a “feud” vai continuar, e até nem me importo!
Vencedor: Michael Cole (DQ)
Nota: 3,5/10


Triple H vs. Undertaker (No Holds Barred Match)
Combate algo parado, pois cada golpe que era aplicado era um “signature” dos mais potentes e basicamente, após cada um, quem o sofria, e mesmo quem o aplicava aproveitava para descansar. A fase inicial foi algo dividida, com Undertaker a dar o “sinal +”, no entanto, Triple H foi equilibrando e virando o “jogo” a seu favor, e foi aí que foi introduzindo os seus mais potentes golpes, com três “Pedigrees”, cadeiradas a torto e a direito e ainda um “Tombstone”, e ao mesmo tempo que aplicava um “move” ainda com mais impacto que outro, revelava toda a sua fúria, desespero e frustração. Undertaker apanhou-o no “Hell’s Gate” e depois surge uma imagem curiosa em que o “The Game” pega na marreta e quando parece que vai atingir o seu adversário deixa-a cair, talvez revelando remorsos, e esse, para mim, foi o ponto alto do combate. Afinal o “Assassino Cerebral” tem remorsos e foi por os revelar que perdeu. Até agora é o mais sério candidato a combate do ano, embora eu tenha preferido a saga Undertaker vs. HBK.
Vencedor: Undertaker
Nota: 9/10


Nicole "Snooki" Polizzi, Trish Stratus e John Morrison vs. Dolph Ziggler e LayCool (Layla e Michelle McCool)
O tradicional “popcorn match”. Pena Morrison e Ziggler terem sido uma nulidade no combate, de resto pouco mais há a dizer, as divas da WWE estiveram bem e Snooki não foi embaraçosa.
Vencedores: Nicole "Snooki" Polizzi, Trish Stratus e John Morrison
Nota: 3,5/10


WWE Championship - John Cena vs. The Miz (c)
Bem, e parece que 11 anos depois é um “heel” a vencer no “main-event” da Wrestlemania. O combate foi subindo de velocidade, e na minha opinião chegou a um ponto em que se tornou muito emotivo, e apesar da qualidade técnica de ambos não ser a melhor, mexeram com o público e na minha opinião deram aos fãs o segundo melhor combate da noite. Quanto à interferência do The Rock, bem, que seja para ter algo com o Cena no SummerSlam ou na próxima Wrestlemania, porque senão é estarem a queimar o homem em detrimento de alguém que já não faz parte do “business” activamente, fazendo lembrar as vitórias de Hulk Hogan nos SummerSlams de 2005 e 2006.
Vencedor: The Miz
Nota: 7,5/10

Sem comentários:

Enviar um comentário