quarta-feira, 27 de abril de 2011

Sinais

"O tempo passa, passa e passa... mas é só o tempo, por muito que queira há coisas que não passam, que não ficam lá atrás, que não se esquecem, que não se deixam de sentir, e a cura não é o afastamento, não é o deixar de ver, porque deixar afastar não significa esquecer, e muito menos deixar de sentir.
Há coisas que só passam quando haverá algo novo, que surja como uma lufa de ar fresco e que abafe a atmosfera actual.
São meses e meses de tentativas que isso passe, alguns dos quais com semanas bem intensas, para quando num dia me deparar com a situação, perceber que todos os esforços não valeram a pena, e ainda que isso pareça mau, a verdade é que só consigo sorrir e desejar mais e melhor.
É um pau de dois bicos e não sei que rumo tomar, se ao menos ainda tivesse um sinal, algo em grande, agressivo e duro, sim, porque a realidade é dura! Venha daí esse sinal, estou preparado para um de sentido proibido e para, como sempre, um de cedência de passagem... mas faço figas, para que finalmente, seja um de Obrigação, de seguir em frente, e que esse sinal venha rápido, porque nesta vida anda-se a 100 km/h e é proibido inverter o sentido de marcha"

2 comentários:

  1. O tempo ajuda, mas mais do que tempo é preciso querer. querer mesmo. é preciso querer meter um ponto final e mudar de pagina.

    Esse sinal por que tanto esperas na verdade vem de ti, só pode vir de ti, não o podes esperar de mais ninguém. és tu quem tem de olhar para todos os possiveis caminhos e decidir por qual deles ir. A vida dar-te-á todos os sinais que forem necessarios mas só quando seguires o teu caminho. Os sinais não caem do ceu, aparecem-nos pelo caminho e para isso é preciso não estar parado.
    E se, á medida que fores andando, perceberes que afinal não era esse o caminho, não te preocupes porque embora seja proibido inverter o sentido de marcha, mais tarde ou mais cedo vai encontrar um caminho com várias saidas, e uma delas vai certamente ser a que tanto procuras.

    ResponderEliminar