segunda-feira, 20 de setembro de 2010

WWE | Night Of Champions 2010



Data: 19 de Setembro de 2010
Arena: Allstate Arena
Cidade: Rosemont, Illinois




WWE Intercontinental Championship - Dolph Ziggler (c) vs. Kofi Kingston
Talvez o melhor combate que ambos já tiveram mas que nem por isso foi grande coisa, aliás, com Kofi Kingston, que pode ter todo o atletismo do mundo mas que de postura em ringue não percebe nada, não era de esperar mais. Estou expectante para ver o que fazem com o Ziggler.
Vencedor: Dolph Ziggler


CM Punk vs. Big Show
Não compreendo o que estão a fazer com CM Punk, está a ser ridicularizado e puxado para baixo em vez de para cima. Também não compreendo como nesta fase o “booking” da Smackdown decide apostar em dois veteranos como Kane e Big Show dando-lhe vitórias impressionantes e um bom “push” e não aplica o mesmo critério com Christian, que a única razão para não subir no “card” me parecia ser a idade.
Vencedor: Big Show


WWE United States Championship - Daniel Bryan vs. The Miz (c)
O melhor combate que ambos fizeram desde que chegaram à WWE, que mostrou não só todo o valor de Daniel Bryan como o excelente “worker” que The Miz se está a tornar. Esta é a melhor “feud” pelo Titulo dos EUA que me lembro de ver, ok, se calhar desde os tempos em que Booker T andava às turras com Chris Benoit nos finais de 2005.
Vencedor: Daniel Bryan (novo campeão)


Unificação dos WWE Women's Championship e WWE Divas Championship - Melina (c) vs. Michelle McCool (c) (Lumberjill Match)
O conceito “Lumberjill” esteve aqui a mais, porque em nada alterou o combate e só serviu para mostrar um atestado de incompetência a algumas das “Divas”. Compreende-se a vitória de Michelle, felizmente que não vai haver a partir de agora tanto tempo de antena para as mulheres como quando havia dois cintos.
Vencedora: Michelle McCool


WWE Tag Team Championship - Tag Team Turmoil
Um combate de equipas que serviu para mostrar que a divisão de tag team está viva. Os Hart Dynasty foram eliminados cedo, e sendo os ex-campeões, têm o seu valor reconhecido e por isso serão na mesma agora candidatos credíveis. Os Usos que andavam em baixo derrotaram duas equipas e parece que a onda recente de fracassos foi algo abafada. Kozlov e Santino foi só para a palhaçada e porque seria pior ser John Morrison e R-Truth a fazerem o “job” para os Usos. Evan Bourne & Mark Henry e Cody Rhodes & Drew McIntyre foram vendidos como equipas cujos membros têm alguma popularidade e que especialmente estes últimos (ou não fossem coroados novos campeões) serão vistos como boas novas adições a esta divisão.
Vencedores: Cody Rhodes e Drew McIntyre (novos campeões)


World Heavyweight Championship - Kane (c) vs. Undertaker (No Holds Barred match)
Foi aborrecido e serviu apenas para construir o Hell in a Cell.
Vencedor: Kane


WWE Championship - Sheamus (c) vs. Wade Barrett vs. Edge vs. John Cena vs. Chris Jericho vs. Randy Orton
Estou a gostar de ver a WWE a tentar mostrar wrestling nos seus “shows” e a tentar credibilizar os seus campeões. Ultimamente, penso que não serei só eu a reparar, temos visto uma maior atenção aos lutadores tecnicamente mais evoluídos, temos visto mais wrestling, temos tido mais combates a terminar por submissões e agora isto, combates de eliminação, com o vencedor a ser revelado sempre como o melhor homem. E o melhor homem aqui foi Randy Orton, alguém que está absolutamente “over” e que ao que tudo indica será o novo herói da companhia, podendo agora ser dada alguma margem de manobra sobre o que fazer com John Cena.
Vencedor: Randy Orton (novo campeão)

Sem comentários:

Enviar um comentário