quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Não é a mesma coisa...

Por ter sido "só" um ano, podia ser que não me custasse tanto, mas custa...

É estranho e pareço desabituado, estar sentado numa sala de aula da ESAS e não ter aquilo que dia após dia tanto gostava de ter.
Sinto falta daquela harmonia, daquela união, daquele espírito de avacalho, das vezes que a palavra "lagosta" era atirada para o ar, das vezes em que se ouvia "ah uh ah uh" ou a famosa "sirene" ou alguém era apelidado de "desorientado", das reacções do João Alves, das expressões taradas do Rafa, de chamar a Vanessa só para lhe dizer "Turn around!", de ter ali o Bruno a avacalhar, de ter a Paula à minha frente e chateá-la ao puxar-lhe a cadeira com os pés, dos "Atchiiiim!" da Rita Fernandes, das vezes em que me diziam para olhar para a cara de tédio do João Dias, do Micael Lopes a fazer jus à alcunha de fanhoso, das reuniões no WC, das chapadas que o Gato me dava todos os dias no peito e de outras tantas coisas.

Se estou a gostar deste segundo anos lá na ESAS? Até estou... mas não é a mesma coisa =/

2 comentários:

  1. um ano pode marcar imenso quando se conhecem as pessoas certas e foi isso que te aconteceu. Acredito que te te esteja a custar, a mim tambem me custou quando mudei de turma e ainda custa mais agora que aquelas grandes pessoas com quem passava apenas os intervalos já lá não estão.

    Vais passar por experiências novas, vais ter momentos engraçados que quando chegar ao fim vais guardar tambem, mas sim tens razão, não é a mesma coisa. não é a mesma coisa e é por isso mesmo que deves guardar esses momentos unicos e sorrir cada vez que te lembrares deles :)

    Força :)*

    ResponderEliminar